Heart And Soul: We belong to the music – Capítulo 34

Você tem fetiche por garotos de cebelos cacheados

 

DEMI ON

 

Hoje era sabado dia da nossa apresentação na festa da filha do senhor Mead. Estamos no carro, inda pra casa dele.

Sel: AAAAHHHHHHH.

Demi: O que foi?!

Joe: O que esta acontecendo?!

Sel: Nada é que preciso expressar a minha felicidade.

Kevin: E pra isso precisa nos deixar surdo.

Sel: Sim (Ela diz sorrindo e todo mundo a encara) Hey foi mal pessoal eu juro que nunca mais berro.

Demi: Não jure pelo que você não pode cumprir. (Todos riram, quer dizer todos menos Nick que estava sem falar nada no banco do passageiro da frente, ele anda meio estranhos nesses últimos 4 dias)

Demi: Hey Nick, você esta bem?!

Nick: Pela milésima vez, EU ESTOU BEM. Que merda eu não agüento mais que me perguntem isso.

Joe: Hey calminha ai mano, sei que você esta extressado, mas não desconta na minha namorada não.  (Joe meu HERÓI *-*)

Demi: Deixe-o Joe.

Nick: Desculpe Demi, mas, por favor, me deixem em paz.

Joe: Hey maninho relaxa talvez você pegue alguma garota. (Nick apenas bufa)

Só isso pode fazê-lo relaxar

Ele susurro pra mim. Rapidamente chegamos a cãs,  era enorme, um empregado nos levou até o jardim onde ia ocorrer a festa e nos mostrou toda a estrutura que foi montada para nossa apresentação. Tudo de primeira. Tudo perfeito, não tínhamos com nos preocupar com nada. Ashley havia acabado de chegar.

Ashley: A Miley vem?!

Kevin: Vem sim, daqui a pouco ela e Vanessa chegam.

Não demorou muito pra avistarmos as duas se aproximando de nós sendo guiado por um empregado do senhor Mead.

Nessa: Oi pessoal

Miley: Oi.

Todos – Miley &Vanessa: Oi.

Nessa: Nossa, pelo visto essa cara é muito rico.

Ashley: Com certeza, olha só essa casa, é enorme.

Kevin: Sem se esquecerem da estrutura incrível do palco.

Joe: Ele é mais do que rico, é milonario.

Sel: Por falar nele.

Olhamos mais adiante e avistamos senhor Mead vindo em nossa direção acompanhado por duas pessoas. Uma garota de cabelos pretos e ondulas, com um vestido rosa, provavelmente ela é a aniversariante. E um rapaz, alto de cabelos pretos e todo enrolado, assim como o do Nick, olhos da mesma cor do cabelo, e aparentava ter uns 20 anos. Ambos eram incrivelmente lindos.

Ian: Boa noite pessoal.

Todos: Boa noite.

Ian: Deixe-me apresentar meus filhos. Essa é Polly, minha filha mais nova e ela é a aniversariante. (Sorriamos pra ela e ela simpatississima retribuiu) E esse é meu filho mais velho Willie. (Ele também sorriu simpático pra nós) Agora vocês podem ficar a vontade, que daqui alguns minutos eu chamo vocês pra apresentação.

Ele saiu acompanhado por seus filhos. O tempo passou tão rápido, todos conversávamos animadamente, logo a festa estava lotada, senti aquela sençassão de nervosismo, mas ao mesmo tempo eu sabia que era isso que eu queria, eu queria subir naquele palco e da o melhor de mim. Logo o senhor Mead nos chamou e subimos ao palco a primeira música que cantamos foi Erase & Rewind.

 

DEMI OFF

 

MILEY ON

 

Acho que eu deveria deixar isso para trás
Acho que eu deveria apagar e recomeçar
De alguma forma parece que não consigo ficar longe

 

Eu adoro esssa música. Mas mesmo ela não sendo uma composição minha e sim da Ashley, por parte ela me faz lembrar o Nick. Tudo me faz lembrar ele. Até quando vai ser assim?!Isso é uma pergunta sem resposta.

Miley: Vanessa, eu vou ir atrás de água e já volto.

A música que tocava agora era A Year Without Rain. Sai do lado do palco e fui até o bar, e pedi uma água ao garçom, que saiu pra buscar.

Xx: Oi. (Olho pro lado e fico empressionada com quem esta falando comigo, é o Willie, filho do senhor Mead.)

Miley: Ah, oi.

Willie: Pensei que fizesse parte da banda.

Miley: E faço.

Willie: Então porque não esta no palco?!

Miley: Eu componho.

Willie: Ai esta a explicação das músicas me chamarem a atenção. (Esitei um momento e exitei um momento)

Miley: Esta me dando uma cantada?!

Willie: Talvez. (Ele da de ombro) Mas acho que não esta funcinando. (Eu ri) Viu, esta até rindo de mim. (Ele diz visivelmente se fingido de ofendido)

Miley: Só uma dica. Antes de passa uma cantada pergunte o nome, garanto que vai ser melhor.

Willie: Ahh poisé, desculpe. Foi estupides minha. Eu sou Willie você é?!

Miley: Miley.

Willie: Humm Miley. Nome tão exótico quanto sua beleza. (Eu rio)

Miley: Não, não. Não tente me passar uma cantada. (Ambos rimos)

Willie: É melhor mesmo, me desculpe. Eu sou péssimo nisso. (Rimos mais um pouco e começou a tocar a música Crazier, que eu havia escrevido no dia em que vi Nick com a Nelly. (Capitulo 33)) Mas eu sou ótimo em dança. Quer dançar?! (Ele estica a mão e eu a segura, porque não dança com ele. Não há nem um motivo pra regeitar um convite de um cara legal e lindo. Assim começamos a nos mecher, no ritimo da música)

 

Eu nunca fui com o vento,
Apenas deixava fluir,
Deixando isso me levar para onde quisesse ir,
Até você abrir a porta,
Havia muito mais,
Eu nunca havia visto isso antes,

Eu estava tentando voar,
Mas eu não consegui achar asas,
Mas você chegou,
E você mudou tudo,

Você tira os meus pés do chão,
Você me faz girar,
Você me deixa louca, louca,
Sinto como se estivesse caíndo e eu,
Eu estou perdida em seus olhos,
Você me deixa louca, louca, louca,

Eu vi você à distância de mim,
Fez sua própria vida,
Todo o céu tinha o seu tom de azul,
E eu quero saber,
Como é sentir isso,
Você fez isso tão real,

Você me mostrou alguma coisa,
Que eu não conseguia ver,
Você abriu meus olhos,
E me fez acreditar,

Você tira os meus pés do chão,
Você me faz girar,
Você me deixa louca, louca,
Sinto como se estivesse caíndo e eu,
Eu estou perdida em seus olhos,
Você me deixa louca, louca, louca,

Amor, você me mostrou para o que a vida é feita,
Eu não quero me esconder mais,

Você tira os meus pés do chão,
Você me faz girar,
Você me deixa louca, louca,
Sinto como se estivesse caíndo e eu,
Eu estou perdida em seus olhos,
Você me deixa louca, louca, louca, louca.

 


A música terminou e ficamos parados nos olhando e começou uma música mais agitada Talk Is Cheap.

Willie: Talvez eu ganhe um tapa de blinde, mas eu não posso mais esperar, me desculpe antecipadamente.

Eu olhei pra ele sem entender e então ele se aproxima, fazendo nossos lábios se encontrarem. Em segundos as possibilidade de ações me vieram a cabeça. 1º Poderia mesmo, empurra-lo e dar um tapa. 2º Apenas me afasta lentamente e explicar que não queria aquilo. 3º Não corresponder, mas também não cede e talvez ele pare vendo que não foi certo. E 4º Deixar fluir. E porque não?! Posso tê-lo conhecido a menos de 10 minutos, mas ele me parece um cara legal. E fora que é muito lindo. Envolvi mais meus lábios, dando livre passe pra língua dele. O beijo era envolvente e quente, mas não o suficiente pra libertar as borboletas do meu estomogo assim como os beijos do Nick faz. Ele se afasta lentamente.

Willie: Desculpe-me.

Miley: Em tão pouco tempo que lhe conheço você já pediu mais desculpas do que já me pediram em todos meus 16 anos. (Rimos) Então não pessa mais.

Joguei meus braços a redor do seu pescoço, fiquei na ponta dos pés e o beijei fervorosamente. Não há motivos pra não deixar rolar. Separamos-nos. E eu encostei a cebeça sobre seu ombro dançando ao som de Obsessed.

Pude vê que o pessoal havia visto. Selena estava sorrindo com cara de quem aprova. Demi me analisava estranhamente. Kevin balançava a cabeça em sinal de negação. Joe e Ashley não prestavam atenção e eu fiz o mais dificl, olhei para Nick que me encarava com cara de quem não acreditava. Senti minhas pernas fraquejarem e só não fui ao chão porque Willie, que estava com a mão em minha cintura, segurou-me.

Willie: Você esta bem?! (Ele perguntou preocupado, preciso pensar numa desculpa)

Miley: Hã... Sim é só que estou com fome, devo esta fraca, pois faz quase 12 horas que não como. (Era mentira, eu havia comido antes de vim.)

Willie: Então vem, vamos comer.

Miley: Não. Melhor não… sabe como é não sou convidada, faço parte da banda.

Willie: Como se isso importa-se.

Miley: Não, eu não quero Willie.

Willie: Miley, por acaso você... (Ele me analisou e eu pudi deduzi o que ele pensava)

Miley: Não eu não tenho distúrbios alimentares.

Wiilie: Ahh bom, que alivia, eu perguntei isso porque minha irmã tem.

Miley: Sério?!

Willie: Sim, mas se você quer que eu conte minha vida você vai ter que se alimenta.

 Ele sorri e eu não tive como evitar. Fomos até a mesa com os quitutes e depois nos sentamos em uma mesa e começamos a conversar. Resumindo: Ele esta na 5ª fase em medicina. Estuda em uma universaidade de New York. Sua mãe morreu a 7 anos de câncer no pulmão. Seu pai é um pai presente que da força pra ele e sua irmã. Seu sonho é um dia pode criar a cura para a doença que matou sua mãe e por isso estuda medicina. Ele tem 20 anos, mas faz 21 em Julho. Logo após a morte de sua mãe sua irmã que na época tinha 9 anos começou a ter depressão e começou os cortes no pulso e quando superou veio os distúrbios alimentares, algo que até hoje ela sofre. A vida dele não foi e não é fácil. Mas quem tem a vida fácil?! Ninguém. Pois todos têm seus próprios problemas, uns maiores outros menores, mas não deixam de ser um problema.  A banda estava acabando a sua apresentação.

Ashley: Muito Obrigada pessoal. (Ela disse assim que terminaram e todos aplaudiram)

Miley: Hã... Eu vou ir comprimentar o pessoal. (Não queria que ele acha-se que eu queria fugir dele)

Willie: Posso ir com você?! (Ele sorriu estonteante o que me fez sorri também)

Miley: Claro.

Ele se levantou e estendeu a mão pra mim pegar e assim eu fiz. Ele entrelaçou nossos dedos e eu gostei da senssação da mão macia dele. Mas faltava algo nas pontas dos dedos, algo que eu sabia que havia nas do Nick. Aqueles calos feitos pela guitarra. Aqueles calos que faziam a diferença no seu toque, eu preferia a eles a macies das pontas dos dedos de Willie, mas mesmo assim era ótimo a senssação. Chegamos juntos ao pessoal.

Nessa: Vocês estavam incríveis.

Ashley: Obrigada.

Miley: Foi maravilhoso.

Willie: Foi mesmo. (Percebi que só agora eles perceberam que estávamos ali e que estávamos de mãos dadas, porque todos olhavam pra nossas mãos).

Sel: Não mentem. Vocês nem estavam prestando atenção que eu vi. (Ela diz malicosamente)

Miley: Mas escutamos.

Willie: É. E as músicas estavam incríveis.

Demi: Sei muito bem porque gostou das músicas.

Evitei olhar pro Nick. Não saberia como reagir se ele continuasse com aquela cara que ele estava fazendo em cima do palco.

Joe: Lá vem o senhor Mead. (Olhei pra mesma direção que ele e senhor Mead já estava ali, com uma velhinha)

Ian: Todos adoraram estão todos encantados. Foi uma boa idéia te contratado vocês. (Seus olhos foram parar em minhas mãos entrelaçadas com a do seu filho e senti meu rosto ruborizar) Na verdade uma ótima ideia, pelo visto todos ficaram contentes com isso. (Disse analisando seu filho com um sorriso de canto)

Willie: Com certeza pai. (Ele olha nos meus olhos e eu sinto meu rosto esquenta mais, se é que isso é possível)

Ian: Essa é a avó materna dos meus filhos, Senhora Drina, mãe da minha falecida esposa. E ela tem uma proposta pra vocês, eu diria uma grande proposta.

Drina: A propasta é que eu tenho uma lanchonete bar, onde temos a tradição de música ao vivo todo sábado, mas a banda que sempre se apresentava se desfez e estamos a mais de 2 semanas atrás de uma banda boa. E creio que vocês são os certos. Por isso se aceitarem, aparecem no De Nom (N/A: Criatividade aqui é “enorme” haushuahsuas’) ao sábado as 6 horas, pro ensaio e pra conhecerem os gerentes que são meus dois filhos e depois vocês começam a tocar as 8 se o pessoal aprovar vocês estão contratados e descutiremos o preço depois.

Kevin: Isso é incrível.

Nick: Estaremos lá. (Era a primeira vez desda apresentação que eu ouvia a voz dele, e isso fez meu coração acelerar).

Drina: ótimo. Aqui esta o endereço (Ela entrega um cartão e Demi o pega) Vejo vocês lá (Ela sai dali)

Ian: E aqui esta o pagamento de vocês. A quem devo entregar.

Nick: Pode ser a mim. (Ele vai até o senhor Mead entrendo no meu campo de visão, já que ele para bem na minha frente) Obrigado.

Ian: Vocês foram incríveis, Vou recomendar vocês. Agora vocês podem se diverti a vontade. (Ela sai dali)

Nick: Depois distribuímos, agora eu preciso fazer uma coisa.

Joe: Que coisa?!

Nick: Algo que eu já deveria ter feito.

Ele sai dali em passos largos e firmes, vai até em direção de uma garota perto da piscina a vira e a beija fervorosamente ela no começo exitou, mas depois conrrespondeu. Eu a entendo sei como é quase impossível não retribuir quando se esta com lábios do Nick colado aos seus. Minha mão se apertou contra a de Willie, fazendo minha unha crava em sua mão. Ele olha assustado pra mim.

Willie: Esta tudo bem?

Miley: Esta sim, eu só preciso ir ao banheiro.

Willie: Tudo bem.

Ele me acompanhou até o banheiro que havia ali fora e eu entrei. Fui até a pia e joguei uma água no meu rosto. Eu não gostei de ver o Nick daquela forma, principalmente beijando uma garota. Mas porque eu estou assim. Eu estou com um cara incrível, pois Willie era maduro, e é disso que preciso de um cara maduro. E não um irresponsável feito Nick. Sai do banheiro, e fui ao encontro de Willie que estava reencostado em uma arvore, antes que ele falasse alguma coisa eu o beijei, me entreguei por inteiro a aquele beijo. A noite foi agradável, eu e Willie não nos desgrudamos, dançamos juntos, conversamos e nos beijamos. E de longe pude ver Nick aproveitando a festa do jeitinho que ele gosta, ficando com todas as garotas possíveis. Logo tive que ir embora.

Miley: Já?!

Nessa: É e anda logo que temos que pegar a Noah na casa dos Jonas.

Miley: Tenho que ir.

Willie: Fazer o que né... Quer dizer, eu posso te seqüestrar se quiser?! (Ele sorria travesso e eu ri)

Miley: Acho melhor não, não quero te visitar na cadeia.

Willie: Você visitaria seu próprio seqüestrador?!

Miley: Acho que tenho a sindrome de Estocolmo (N/A: Pra quem não sabe o que significa, é quando a vitima tem dependência afetiva pelo seqüestrador)

Willie: Bom saber isso.

Nessa: Anda Miley. (Ela gritou já no carro, me aproximei do carro e Demi e Sel, que iriam dormi lá em casa, estavam paradas conversando com os Jonas, mas pera ai, falta um).

Sel: onde esta Nick?! (Ela tirou as perguntas da minha boca)

Kevin: Bem... Ele... Ele me mandou uma mensagem dizendo que chegaria tarde em casa, porque estava ocupado. (Ele me olhou e meu corpo ficou mais mole que gelatina)

Demi: Ocupado com o que?!

Joe: Com o que você acha que Nick sempre esta ocupado?! (Ele ergueo a sombrancelha e ela assentiu. Selena ficou visivelmente triste, e eu deveria esta pior do que ela, mas aprendi a controlar meus sentimentos, capaz de não expressa-los.)

Willie: Esse Nick é fogo. (Eu suspirei)

Miley: Nem fale.

Nessa: Andem.

Willie: Ahh me passe seu número.

Miley: Claro.

Passamos nossos números e depois nos despedimos com um longo beijo e entrei no carro antes que Vanessa tivesse um infarte. Passamos na casa dos Jonas e buscamos Noah que havia ficado aos cuidados de Dona Gigi. Chegamos em casa e fui atropelada por milhões de perguntas, vindo de Selena, Demi, Vanessa e até Noah queria saber. Queriam saber de tudo que aconteceu entre mim e Willie e se íamos nos encontrar novamente, coisa que eu não sabia. Colocamos colchões na sala e ficamos conversando horas sobre isso. Tivemos uma noite de 4 garotas e meio (Noah haha) foi ótima, nem me lembro a hora em que dormi, muito menos a que acordei, só sei que senti o cheiro do café e me levantei. Lá estava Vanessa fazendo o café da manhã.

Miley: Bom dia.

Nessa: Bom dia senhora eu amo chachinhos.

Miley: Hã?!

Nessa: Eu saquei qual é a sua?!

Miley: Sacou?! (Perguntei sem entender)

Nessa: Sim. Você tem fetiche por garotos de cebelos cacheados.

Miley: Ahh, por favor. (Sentei-me em um banco)

Nessa: Primeiro o Nick e agora esse Willie.

Miley: Shh, Selena esta logo ai.

Nessa: Desculpa, mas você não acha estranho. Tipo a histórias deles são parecidas. Tipo a mãe morta.

Miley: Eles são completamante diferentes.

Nessa: Pode ser, mas eles têm algumas coisas em comum.

Miley: Não quero me aborrecer logo de manhã. Por isso fui.

Sai dali, antes que Selena nos surpreendesse e ouvisse algo que eu não gostaria que ela ouvisse. Logo depois Selena e Demi acordaram, tomamos café depois colocamos o som e então começamos a dançar feito loucas, e é o que somos. E então sinto algo vibrar no meu bolso era meu celular. Um sorriso surgio ao meu rosto quando eu vi quem era.

Miley: Desliguem o som. (Eu berrei e Demi desligou)

 

Ligação...

 

Miley: Alo.

Xx: Oi Miley. Sabe quem é?!

Miley: Hã… Ainda não tenho uma bola de cristal. Mas tenho um identificador de chamadas. (Ele riu)

Xx: De bom humor de manhã?!

Miley: Sempre.

Xx: Bom saber.

Miley: Mas o que devo a honra de você liga pra mim Willie. (As garotas olharam pra mim atentas)

Willie: Só dizer que sonhei com você essa noite, e que estou com saudades e também que se eu não tivesse um compromisso hoje gostaria muito de lhe vê, mas como eu tenho isso não da, mas será que poderemos nos encontrar na segunda?!

Miley: Claro, com certeza.

Willie: Então eu passo na tua casa às 8 horas, pode ser?!

Miley: Pode.

Willie: Então eu preciso saber seu endereço. (Passei o endereço a ele) Ok, sei onde fica, mas se não acha eu bato em porta em porta até acha. (Eu ri) agora eu preciso desliga. Vejo você na segunda.

Miley: Tudo bem, então até segunda, beijo.

Willie: Até beijo.

 

Fim Ligação...

 

Sel: Ele chamou você pra sair?!

Miley: Sim.

Todas – Miley: AHHHHHH

Miley: Ai, assim vocês me deixam surda. E preciso dos meus ouvidos intactos pra ouvi-lo.

Rimos e voltamos a nossa dança.

 

MILEY OFF

 

NICK ON

 

Passei a noite no partamento de uma loira que não me recordo o nome, talvez comece com P, acho que é Pina, Tina, algo ina no final. Acabei de chaga em casa e são 11 horas da manhã.

Kevin: Onde você estava?! (Perguntou-me assim que passei pela soleira da porta).

Nick: Eu disse que ia chegar tarde.

Kevin: Sim, mas não no outro dia de manhã.

Nick: Peguei no sono.

Joe: Onde?!

Nick: Num apartamento de uma loira. Não me recordo o nome, parece que começa com P, mas termina com ina, talvez Pina, ou sei lá. Não importa.

Joe: Pensei que você estivesse mudando.

Nick: Eu não estava mudando. Eu apenas estava tentando colocar as coisas no lugar. Mas agora eu já sei, tem coisa que não da pra muda, e eu não vou muda. Se eu ficar outra vez daquele jeito, me mate, me interne, mas não deixe que aquela merda daquele sentimento comece de novo. Eu vi o que é sofre, e não quero isso, Nick Jonas não sofre por isso.

Kevin: Nick, não fale isso, você deveria ter feito o que eu te disse, daí você não sofreria.

Joe: Do que vocês estão falando?! (Ignoramos.)

Nick: Não quero mais saber dela, não quero mais saber de uma garota que não seja apenas por uma noite. Não quero ouvir a pronuncia de seu nome.

Joe: De quem estão falando?! (Ignoramos novamente)

Kevin: Isso vai ser meio impossível.

Nick: Eu sei, mas vou fazer o possível.

Subi pro meu quarto e fiquei pensando em como a Miley mecheu comigo, a única garota que me fez pensar na possibilidade de ter um relacionamento sério, mas quando a vi ontem nos braços de outro, a única coisa que sinto é raiva, raiva por ela te me dado esperanças, raiva de mim mesmo por pensar nessa hipótese, e agora todo esse sentimento esta misturado, a única coisa que tenho certeza, é que estou sofrendo, isso é algo novo pra mim, nunca sofri por uma garota, e agora aqui estou, prestes a escrever uma música em como me sinto relacionado à constante mudança de humor dela, uma hora se entrega aos meus beijos, as minha caricias e outra simplesmente me chuta, me afasta. Tudo bem que não somos muito honestos sobre nossos sentimentos, sei que assim como eu, ela esconde os dela sobre mim, é inevitável não perceber como ficamos quando estamos perto um do outro, fico pensando se nossos amigos já perceberam, tirando Kevin que já sabe de tudo, mais do que eu gostaria. Compus a canção e depois dormi, não sai do quarto fiquei trancando, tentando tirar a imagem dela aos beijos com aquele almofadinha do Willie Mead. Maldita hora que aceitamos nos apresentar naquela festa.

Acordei com o despertador, era hora de ir pra escola. Vesti-me rapidamente e desci as escadas meus irmãos já estavam La em baixo. Logo saímos. Quando chegamos lá, o sinal da aula de Educação Fisica tocou e fomos pro ginásio e lá estava Miley e David. Outra coisa que me irrita, esse cara vive grudado nela. Todos nos cumprimentamos.

Miley: Meninas, preciso falar com vocês.

Demi: Sobre?!

Miley: Vamos ao vestuário que eu falo.

Fiquei curioso. Elas saíram.

David: Melhor irmos nos trocar também.

Fomos até o vestuário. Demorei pra colocar a roupa, o vestuário já estava vazio, quando eu estava prestes a sai. Ouço as vozes de Miley, Selena e Demi.

Demi: Então ele ligou pra você hoje, e disse que vai lhe levar a um restaurante italiano?!

Miley: Sim, aquele perto da loja Close 50.

Sel: uhh esse Willie sabe das coisas, não há nada mais romântico que um restaurante italiano.

Elas riram e as vozes se afastaram. Então ele vai levá-la a um restaurante italiano. Acabei de me lembrar que adoro Pollo Marsala. Um plano se formou na minha cebeça. Sai dali e fui fazer o primeiro passo do plano: falar com Beatriz.

 

MILEY ON

 

Eram exatamente 8 horas quando ousso a campainha soa, só podia ser o Willie. Abri a porta e lá estava ele, parado lindo como sempre, com aqueles cabelos cacheados. Ele sorriu pra mim.

Wiilie: Você esta linda.

Miley: Você anda roubando minhas falas. Mas em vez do “a” no linda eu colocaria o “o”. (Ele riu)

Willie: Vai me denunciar por roubar suas falas.

Miley: Talvez. Mas talvez você possa pagar por utilizá-las.

Willie: Sério?! Quantos?!

Miley: Não sei. Quanto você tem pra me dar?!

Willie: Tenho só isso. (Ele laça sua mão em minha cintura e me puxa pra ela pra da um beijo apaixonado, daqueles de filme.) Devo pedi desculpas por isso?! (Ele sussurra perto dos meus lábios)

Miley: Jamais pessa desculpas por isso. (E o envolvo em mais um beijo)

Xx: Então casal feliz, não acham que esta na hora de irem, vão perde a reserva. (Era a voz de Vanessa)

Miley: É melhor irmos. Passamos o caminho todo conversando sobre nossas esperiencias na culinária italiana. Assim que chegamos outro carro chega junto na vaga ao lado da nossa, fiquei intrigada, eu conhecia aquele carro, abri a minha porta com cuidado pra não se chocar com o outro carro. E assim que fecho a porta, o motorista do outro carro sai então eu o vejo, meu coração acelera de uma forma que achei que todos fossem capaz de ouvir, olhei pra cima de seu ombro e eu a vi a loira que me deixou irritada, que me machcou e espalhou fofocas.

Miley: O que você faz aqui?!

 

*-*-*-*-*-*-*-*

Quem sera?!

Ok isso é tão óbvio quanto 1+1=2 ou talvez não como diz meu amigo 1+1 =  dois 1 (Sim ele é tão palha quanto eu hahaha)

Espero que tenham gostado, sei que não pq não teve Niley, mas tudo tem o seu tempo hahaha

Desculpa, mas minha irmãzinha nasceu, então eu to assumido o lugar da minha mãe cuidando do atelie, da costureiras, de tudo, eu virei a chefe haushaushaus' Isso não vai da certo.

 

susana: Hahaha quem bom que deixei-a com curiosidade, eu adoro fazer isso haushaushaus' Eu ser ma :* haha. Ahh poisé amore, eu quase não ando entrendo no MSN, mas eu não vejo a hora de entrar pra conversarmos novamente ;) Beijos e Obrigada amore.

Laah: Ahh que bom amore fico muitissimo feliz, obrigada e beijos.

Bruna: Hahaha com certeza eu ri haushaushaus' Ahh poisé eu amo aquela música é muito tocante. Ahh com certeza amore, até a Selena perceber a maré vai subi e descer varias vezes até que vai chega a um ponto que vai transborda pra todos os lado, que coisa ridicula de se fala haushaushaus'  Não amore, não passa de 6 não esta mais próximo que imaginas haushaushaus'  haha sim eu gosto de escrever a mão pq é de madrugada que tenho as "melhores" idéias, então é 3 horas da manhã ta eu la escrevendo as vezes haushaushas' ou compondo, ou lendo, eu pareço uma coruja, a diferença que não durmo nem de dia haushaushaus' Ahh e vc também escreve a que legal tens algum blog ou só escreve pór escreve mesmo?! Muito obrigada amore beijo.

Fernanda: haushausas' Ok desculpa por não posta novamente por quase 2 semanas eu prometo que vou tenta ser mais rapida. Haha é mesmo os 2 descutindo é bem divertido, umm sem entender, bem dependo de como vc pensa em se entender haushaushaus' Ahh e Demi ainda não vai descubri tudo, na verdade só Kevin e Vanessa que sabem e que vão ficar sabendo por um tempinho. Espero não ser acusada de assainado haushaushaus. beijo e obrigada amore.

Ever Niley: Haushaushaus' Niley tem seus momentos magicos e engraçados, não sei como consigo fazer essas coisas haushaushaus' Joe é avuado haushaushaus e Kevin é cupido atrapalhão haushaushaus' Mas ele acerta em sertas coisas haushaushaus' E sim eu só não postei ainda outra fic, por causa disso, mas pode ter certeza que eu dou conta de duas fic, nem que pess ajuda de alguém, esse não é meu principal dilema o meu dilema é escolher uma pq são todas diferentes. ahh muitissimo obrigada amore e beijos.

Leeh: Ahh amor, basta deixar as coisas que estão dentro do seu coração fluirem, mas se quiser ajuda, algum dia, pra fazer uma fic é so pedi, sempre estarei aqui.  haushaushaus' Pode ter certeza que se eu posta outra fic eu vou dividi o tempo certinha. Muito obrigada amore e beijos *-*

 

publicado por tmendre às 23:55