Heart And Soul: We belong to the music

pesquisar

 
Quinta-feira, 15 / 01 / 15

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 8

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 8

A TPM esta afetando teu cérebro garota.

 

JOE ON

 

Estava deitado em minha cama olhando para TV sem prestar atenção, pois minha mente estava em Demi e no que ela estaria fazendo agora. Até que ouço um grito de horror e vários passos parecendo correndo do lado de fora.

Levanto-me e vou até a porta abrindo e vejo pessoas correndo alguns hospedes entrando em seus quartos e empregados, também entrando.

MAS QUE DIABOS ESTA ACONTECENDO?

Uma senhora de cabelos castanhos e enrolados estava vindo correndo e me coloco em sua frente pronta a perguntar o que esta acontecendo.

Joe: Senhora, o que esta acontecendo? (Ela me olha com um semblante desesperado)

Senhora: Parece que alguém quer se matar.

Joe: Como? (Gritei um pouco desesperado)

Senhora: Tem uma garota pendurada em um dos vãos onde se passa de uma sacada para outra. (arregalei os olhos)

Joe: Obrigada.

Corri para meu quarto para vê se conseguia vê a louca que esta fazendo isso. Abri as cortinas e a porta que dava acesso a sacada e vejo um multidão de pessoas em sacadas olhando para o meu lado esquerdo e assim eu fiz, então eu dei de cara com uma garota de cabelos lisos pretos e com olhos castanhos gesticulando com as pessoas e falando, era Demi.

Demi: Não gente eu não quero me matar.

Demi falava isso, mas as pessoas pareciam não ouvir e gritavam para ela não tentar se matar, dizendo que tudo ia ficar bem, outras ligavam para o bombeiro.

Joe: DEMI! (Ela me olha assustada e da um sorriso forçado)

Demi: Oi Joe, tudo bem com você? Eu vim aqui pegar um arzinho.(Franzi os olhos para ela sem acreditar)

Joe: O que você pensa que esta fazendo?

Demi: Já disse. (E deu um riso forçado)

Joe: Você perdeu a sanidade foi isso?

Demi: Eu não quero me matar.

Joe: Então diga a verdade sobre você esta ai. (Tava me sentindo como se atuando em uma das peças da escola já que todos nos olhavam)

Demi: Euqueriairfalarcomvocê, (Ela falou tudo junto e rápido de mais para que eu ou alguma pessoa conseguisse entender)

Joe: Como?

Demi: Euqueriairfalarcomvocê.

Ela novamente falou da mesma forma e isso parece que não irritou sou a mim, mas a todos que estavam assistindo que eu suponho ser quase todos os que estavam no hotel.

Senhora1: Para de enrolar.

Senhor1: Diga claramente em bom português.

Senhora2: Não temos o tempo do mundo.

Demi: Então por que não nos deixem em paz e vão fazer algo que seja útil para vocês.

Senhor2: Você que expôs sua vida dessa forma minha cara.

Demi ia revidar, mas eu achei melhor me intrometer para irmos direto ao assunto que ia resolver alguma coisa por que esse não.

Joe: Demi (atrai sua atenção) me responda, por favor.

Demi: Eu queria ir ai falar com você, para resolvermos nossos problemas, não agüento mais ficar nessa situação, sem você, sem seu carinho, seus beijos, seus abraços, seus toques. Eu preciso de você Joe, mas que qualquer um.

Demi me olhava tão intensamente e eu vi seus olhos ficarem úmidos.

Joe: Você não precisa disso tudo. (Falei a única coisa que me veio a cabeça e ela deu de ombro com um pequeno sorriso)

Demi: Tive medo que se eu batesse em sua porta você não me deixaria entrar para conversarmos, então resolvi ir da minha sacada até a sua, mas eu fui descoberta e as pessoas começaram a chegar e a gritar para que eu não me jogasse. (Sorri em compreensão).

Joe: Oh Demi, olha só isso. (falei apontando para as pessoas na sacada e bombeiros chegando) Acho que já tivemos confusão de mais nessa viagem para ficarmos nos preocupando com aquele ocorrido, eu te perdôo, mas me prometa nunca mais me deixar nu no meio do hotel. (Ouvi gritaria, assobios, aplausos, exclamações de indignações, mas continuei ignorando) E muito menos deixar que eu apanhe de velhinhas. (Fiz bico e ela gargalhou alto, junto com outras pessoas).

Demi: Eu prometo Joe Jonas. (Sorrimos e ouvimos aplausos)

Todos: Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo. Beijo.

Demi: Só se eu aprender a voar né. (Rimos)

Joe: Vem aqui.

Demi sorriu e entrou na varando mais próxima que estava pedindo licença. E correndo.

Homem: Bom, acho que acabou né, melhor voltarmos cada um para seu quarto.

Dei as costas e ouvi pessoas reclamando outras rindo e fui direto à porta do quarto e abri bem na hora que uma Demi ofegante estava na frente. E se jogou em meus braços.

Demi: Thuthuco.

Joe: Bombonzinho.

Levantei-a no ar e ela cruzou suas pernas em minha cintura. Fechei a porta com um pouco de dificuldade e caminhei com ela até minha cama e a coloquei sentada na mesma.

Demi: Senti sua falta. (Ela diz sorrindo sapeca e logo se jogando para traz)

Joe: Senti a sua também. (Digo sorrindo)

Posiciono meu corpo no meio de suas pernas, e ela escorrega para traz e me ajoelho na cama e logo deitando em cima do seu corpo e a beijo com avidez, apertando suas cochas e sua cintura. Afasto nossos lábios e logo em seguida nosso corpo e puxo minha blusa para cima, enquanto ela arranhava meu tórax. Tento voltar para beijá-la, mas ela me para e levanta seu tronco e retira sua própria blusa me fazendo ofegar e revelar seu sutiã roxo. Volto a beijar ela novamente e logo nos viramos na cama para que ela pudesse ficar em cima de mim. Com o tronco levantado ela abriu o botão e o zíper da minha calça me fazendo perder o controlo e gira-la novamente na cama, retirar minha calça e com uma rapidez que tirei não sei de onde tirar seu short. Nossas mãos nos exploravam cada pele exposta, e retirou cada uma que nos atrapalhassem até que não restou nenhuma peça e pudemos nos sentir da forma que desejávamos.

 

JOE OFF

 

SELENA ON

 

Eu, Miley, Kevin e Frankie estávamos no elevador indo para o sétimo andar onde nossos quartos ficavam, enquanto os outros haviam descido no quinto andar. Frankie imitava o afogamento de David com uma azeitona e nos fazia ri, descemos do elevador e enquanto eu e Miley fomos para esquerda, eles foram à direita.

Abrimos a porta do quarto crentes que iríamos dar de cara com Demi, mas não foi isso que aconteceu. Fui até o banheiro e nada.

Selena: A Demi sumiu.

Miley: Que? (Miley arregalou os olhos)

Selena: Demi não esta aqui.

Miley: Onde esta então? (Dei de ombros, até que algo veio em minha cabeça)

Selena: Joe.

Miley: Será? (Sorrimos logo saindo correndo porta a fora, e nos deparamos com Kevin e Frankie na frente do elevador)

Selena: Aonde vão?

Kevin: No quarto do Nick e David.

Miley: Por quê?

Frank: Aparentemente fomos expulsos.

Selena: Como assim?

Kevin: Demi e Joe. (Se limitou a dizer olhando para Frank, e nos rimos)

Miley: Acho que Frankie poderia ficar com a Vanessa e a Noah, não vai poder ficar vocês quatro. (Miley disse quando entramos no elevador)

Kevin: Tem razão.

Logo o elevador chegou ao quinto andar e fomos para a direita parando na segunda porta. E uma Vanessa de pijama abriu a porta.

Vanessa: O que houve?

Kevin: Fomos expulsos do nosso quarto.

Noah: Quem é? (Noah apareceu de pijama com um coelhinho rosa e abriu o sorriso para Frank)

Vanessa: Como assim?

Selena: Demi e Joe. (Olhamos para as duas crianças que nos observavam atentamente)

Vanessa: Os dois podem entrar e brincar. (Noah e Frank entraram emburrados percebendo que estávamos escondendo algo. E Vanessa fechou a porta e ficamos do lado do fora) Então vocês querem dizer que agora eles estão lá no quarto de vocês matando a saudade.

Kevin: Isso mesmo, assim que me aproximei consegui ouvir certas coisas que me fizeram virar as costas.

Selena: Como você sabe que é a Demi?

Kevin: Ouvi. (Deu de ombro não querendo falar mais nada) Frank pode ficar com vocês? Tem que pedir mais uma cama na recepção.

Vanessa: Tudo bem. Vou entrar para vê esses pestinhas. Boa noite.

Respondemos e ela fechou a porta.

Selena: Vamos ao próximo quarto.

Caminhamos até a quarta porta e batemos. Um Nick sem camisa abriu a porta e foi como se eu tivesse levado um soco na cara.

Nick: Que foi que aconteceu dessa vez? (Disse com voz de tédio e cruzando os braços sobre o tórax que fez com que seus músculos ficassem mais a mostra)

Miley: Você é sempre tão simpático. (Olhei para o lado e uma Miley perfeitamente intacta pelo fato de ter Nick Jonas sem camisa a sua frente)

Nick: Isso tudo é amor reprimido. (Nick diz sorrindo)

Miley: Vai ach...

Kevin: Vocês são um porre. (Diz empurrando eles e entrando no quarto)

David: O que esta havendo? (Ouvi a voz de David perguntar e Nick se afasta da porta para nos deixar passar. E Miley passa me deixando ali parada)

Nick: Vai ficar ai parada Selena?

Selena: Ah... er... desculpa. (E entrei sentindo o meu ombro que encostou em Nick na hora que eu passei formigar)

David: E então alguém vai dizer alguma coisa?

Kevin: Fui expulso.

Nick: Como assim? Do hotel?

Kevin: Não. (Nick e David olharam para ele para que continuasse) Demi e Joe estão trancados lá no quarto.

Nick: Não acredito. (Nick e David riram) Ai você ficou na rua.

Kevin: Não. Por que tenho vocês. (Ambos pararam de ri e foi a minha vez e a da Miley de ri)

David: Cara, temos duas cama de casal não tem como...

Kevin: Deixem de ser antas, ligamos para a recepção atrás de outra cama.

Nick: Certo então. (Ficamos em silencio até que Nick colocou os olhos em mim e na Miley) E vocês o que fazem aqui? Não tem onde dormirem também?

Eu e Miley nos olhamos e rimos.

Miley: Não sei.

David: Não sabem o que?

Selena: O que fazemos aqui, fomos procura Demi e encontramos Kevin e Frank que nos contaram o que aconteceu e o acompanhamos até aqui.

Miley: Já vamos embora. Não se incomodam.

Nick: Não estamos incomodados.

Miley se vira mumurrando boa noite e eu vou logo atrás.

 

SELENA OFF

 

NICK ON

 

No café da manhã todos ouvíamos atentamente Demi e Joe contarem para nos a confusão que se meteram por causa de Demi que resolveu da uma voltinha pelas varandas até o quarto de Joe para pedir  perdão.

ESSA GAROTA É LOUCA!!

Após conversamos resolvemos partir logo, porque eu acho que essa viagem já deu o que tinha que da e esta na hora de chegarmos ao nosso destino. O que acontecera hoje se nada mais nos atrapalhar.

David dirigia tranquilamente e berrava a todo vapor alguma musica do Simple Plan e eu tinha vontade de gargalhar da careta que ele fazia.

Paramos para almoçarmos, tinhas apenas pequenas mesas de quatro lugares e acabei sentando ao lado de Miley e isso me fez sorri ela percebeu deu um meio sorriso de quem não entendia muito e começou a conversar com Vanessa sobre quem elas mais queriam vê quando chegarem lá.

Vanessa: Estou tão feliz de tia Dolly esta morando com a vovó assim poderemos conversar um monte.

Noah: Eu não estou feliz ela e o tio estão separados. (Fez bico)

Vanessa: Essa com certeza é a parte ruim, mas pelo menos ficaremos todos juntos.

Miley: Eu quero vê o tio John

Noah: Com certeza, quero brincar com a Sophia também.

Miley: Iremos lá pode ter certeza estou com saudades da Taylor e da Emily.

Vanessa: E do Lucas você não esta? (Vanessa disse sugestiva e eu me endireitei na cadeira prestando mais atenção do que nunca dessa conversa)

Miley: ah (Miley ficou mais vermelha que nem uma pimenta malagueta) claro... ele é um  grande amigo.

Vanessa: Amigo.

Noah: Ele não é teu namorado?! (Não entendi se era uma pergunta ou uma afirmação)

Miley: Noah! (Miley a censurou)

Noah: Que é? (Perguntou toda inocente)

Vanessa: Não tem como estarem namorando se não se vêem a quase dois anos. Se diz Ex.

Ah então Lucas é seu ex namorado, espero não o encontrarem ou então espero vê-lo gordo casado com uma penca de filhos para sustentarem.

Miley colocou a mão na cabeça e sussurrou algo.

Noah: Vou pegar comida não entendo vocês adolescentes. (Diz emburrada se levantando e Vanessa vai atrás dela rindo)

Nick: ex? (A olhei sugestivo, erguendo a sobrancelha. Ela vagarosamente levanta a cabeça me encarando e não diz nada por cerca de um minuto e então sorri divertida e confesso que me deu arrepio)

Miley: Você não achou que eu era BV né. (Aquilo me pegou desprevenido eu jamais havia imaginado ela com outro cara, o beijando... E se ela já teve um namorado então... Imagens nada descentes me vieram à cabeça e aquilo me perturbou.) Nick? (Ela me chamou e percebi que eu deveria esta fazendo uma cara de horror e sacudindo a cabeça)

Nick: Não! (A respondi a olhando e ela ficou ainda me encarando sem entender muito bem e então eu decidir sair dali enquanto ainda não surtava de uma forma pior)

Nunca senti algo sim, um tipo de angustia, misturado com uma dor no peito, uma vontade louca de socar a cara desse tal de Lucas só em pensar que Miley estava em suas mãos, e em tudo que ele pode ter feito nela, o modo como ele poderia ter tocado-a.

Selena: Hey Nick. (Levantei meus olhos e encontrei Selena recostada no carro e caminhei até ela)

Nick: O que faz ai?

Selena: Frank esta dormindo no carro. (Ela deu de ombro)

Nick: Pode ir comer eu fico aqui com ele.

Selena: Eu estou bem, não estou com fome.

Nick: Também não estou. (Me encostei no carro ao lado dela)

Selena respira fundo e se vira para mim. Instantaneamente eu acabo me virando para ela também e franzo o cenho, pois estou achando estranha essa reação dela.

Ela abre a boca como quem queira dizer algo e logo em seguida volta a fechar e a baixar a cabeça.

O que esta acontecendo?!

Nick: O que esta havendo Selena? (Ela volta a me encarar e fica alguns segundos assim)

Selena: Nada.

Nick: Como nada? Você esta com essa cara ai, de quem quer falar algo, mas esta com medo.. Sei lá... Diga-me. (Ela fica quieta me encarando) Sou seu amigo, que... (Ela bufa se vira de costa e sai andando)

Eu disse algo errado?

Nick: Selena! (Chamo por ela e ela ignorou, resolvi ir atrás dela, corri um pouco e segurei-a pelo braço e ela se virou) Disse algo errado! (Ela me olha com uma cara irritada)

Selena: Não Nick, você não disse nada de errado. (Ela fala sério me encarando) Você é meu... amigo. (Franzo o cenho sem entender sua reação).

Nick: Claro, desde sempre. (Eu fico um pouco assustado com a risada que ela deu)

Selena: Amigo sempre. É assim que vai ser né?

Nick: Mas é claro. (Digo o óbvio e ela ri)

Selena: Não sei qual de nos dois é mais retardado.

Dizendo isso ela se vira e sai e eu acabo ficando ali parado perturbado com essa conversa.

O que aconteceu aqui?

 

NICK OFF

 

SELENA ON

 

Nick é um burro!

Não, talvez a burra seja eu.

Ando sem saber para onde, e acabo me encostando em uma arvore.

Durante anos eu suportei bancar a melhor amiga de Nick. Suportei vê-lo pegando todas aquelas garotas. Suportei vê que ele não me via como uma garota que ele pudesse ficar.

AMIGA, AMIGA, AMIGA, AMIGA, AMIGA, AMIGA, AMIGA, AMIGA, AMIGA.

NÃO QUERO SER SÓ SUA AMIGA SEU BURRO.

To irritada, cansada disso tudo. E ainda por cima tem essa história de Miley. Nick é muito estranho com ela, muito diferente de como ele é comigo, com Demi, ou com qualquer outra garota por ai.  Eles têm segredinhos, eles ficam de cochichos, quando um não ta o outro acaba sumindo junto, isso tudo é muito estranho.

Xx: Selena! (Viro-me e vejo Demi)

Selena: Que foi? (Falo de má vontade)

Demi: Esta tudo bem com você? (Ela fala cautelosa)

Selena: Sim, por quê? (Digo irritada)

Demi: Por que você esta falando assim? (Ela diz cruzando os braços e ficando sério)

Selena: Assim como? (reviro os olhos)

Demi: Mal humorada.

Selena: De certo, porque meu humor não esteja bem humorado.

Demi: E por quê? Posso saber.

Selena: Não. (Fico de costas pra ela cruzando os braços)

Demi: É Nick né?! (Dou de ombro) Selena já disse milhares de vezes que...

Selena: Nick não é pra mim. E que o que faço de melhor é esquecê-lo (Falei sua frase) Mas acontece que não é bem assim Demi. (Viro pra ela e fico a encarando) Pense por um momento como seria pra você se eu chegasse e falasse para você que Joe não era o cara para você e que você deveria esquecer ele. (Faço uma pausa analisando-a) Como você se sentiria sobre isso? (A encara e ela parece estar pensando) Você simplesmente acataria minha opinião? Você conseguiria esquecer ele? (Cruzo os braços em espera de resposta que demora um pouco para chegar)

Demi: Não. (Sua palavra foi quase sussurrada)

Selena: Então não me venha com essa de que devo esquecê-lo como se fosse à coisa mais fácil do mundo.

Demi: Fácil não é. Mas daí ser quase 10 anos preso a um garoto que não te da bola é de mais não acha?!

Então ela acerta bem no fundo do meu coração.

Selena: O que eu acho é que a escolha é minha. (Fui ríspida e sai dali, mas ainda pude vê-la gritando para mim)

Demi: Depois não venha chorando para mim.

 

SELENA OFF

 

DEMI ON

 

Sai logo atrás de Selena e pude perceber quando ela ignorou a Miley e Nick que estavam fora do restaurante chamando-a. Ambos estavam com cara confusa e cheguei perto deles.

Nick: O que houve com Selena hoje? (Nick me perguntou e minha vontade foi de responder que era ele e que não era de hoje).

Demi: Acho que é TPM. (Dei de ombro) Esta insuportável hoje. (Miley olha para trás em direção de Selena que estava sentada com a mão na cabeça)

Nick: Sim ela ficou falando coisas estranhas para mim, e riu sem motivo aparente. (Miley franziu o cenho parecendo que estava pensando) Vou ir ver Frank (E saiu em direção ao carro)

Eu olho para Miley e ela parecia absorta em seus pensamentos.

Demi: Esta tudo bem Miley? (Ela olha para mim parecendo estar saindo de um transe)

Miley: Não sei ao certo ainda Demi. (Ela me olha com sinceridade) Quando eu acho que faço a escolha algo vem e me derruba de novo. (Ela me olha com um olhar perdido) Me desculpa. (E entra no restaurante)

Mas o que deu nas pessoas hoje?

Joe sai de dentro do restaurante com uma cara estranha.

Joe: O que deu nas pessoas hoje? (Sorri por não ser a única normal da historia)

Demi: Pensei a mesma coisa. (Ele me abraçou)

Joe: Acho melhor irmos, segundo a Miley temos mais 5 horas de viagem até finalmente chegarmos ao nosso destino.

Demi: Finalmente (Bato palminha e ele ri de mim)

Joe: Com certeza depois de tanta confusão, nada mais pode...

Demi: Não termina essa frase (Digo apressada e ele olha para mim com cara de quem não estava entendendo nada) Sempre nos filme quando alguém diz essa frase algo acontece (Digo dando de ombro)

Joe: Mas não estamos em um filme caso não tenha percebido (Olho indignada pra ele)

Demi: Se você não me dissesse eu não acreditaria (Digo no tom mais sarcástico possível)

Joe: Sempre que precisar. (Ele sorri e eu fico na duvida se ele entendeu que eu estava sendo sarcástica, mas resolvo ignorar quando uma Selena mal humorada sai)

Demi: Melhorou? (Ela para e olha para mim com cara da menina do exorcismo)

Selena: Esta falando comigo?

Demi: Sim.

Selena: E o que eu deveria de melhorar? (Ela cruza os braços diante do peito)

Demi: O humor. (Resolvo não me estressar mais e sai andando, ainda pude ouvir Selena falar um sonoro palavrão que não costuma dizer)

 

DEMI OFF

 

KEVIN ON

 

O ar dentro do carro não estava dos melhores, Selena estava muito mal humorada e reclamava de tudo. Demi estava aborrecida com ela, e Joe e eu tentávamos apaziguar as coisas entre as duas, mas estava sendo inútil.

Selena: Não agüento mais essa viagem.

Demi: Você achava o que, que iríamos ter uma viagem incrível, que iríamos ficar em hotéis 5 estrelas?

Selena: Não, mas eu também não achava que seria esse inferno.

Demi: Inferno esta sendo aturar você. (Selena faz uma exclamação de ofendida)

Selena: É só pedir para mudar de carro.

Demi: E se você não esta gostando da viagem é só pedir para ir embora.

Selena: Mas é isso mesmo que eu irei fazer, quando chegar vou ligar para nossos pais e dizer que quero ir embora.

Joe: Hey meninas, acalma-se, por que acho que chegamos em nosso destino final.

Joe tinha razão, a placa a nossa frente dizia claramente, “FAZENDA CYRUS”. Paramos nosso carro atrás dos das Cyrus e vimos uma Miley saltitante descer do carro e abrir o portão para que pudéssemos passar. Seguimos o caminho de estrada de terra, onde era cercado pelos dois lados de arvores altíssimos e belíssimos.

A nossa frente esta uma residência incrivelmente enorme em estilo antigo e todo de pedra parecem uma casa da época medieval. Na varanda da porta há uma senhora baixinha, um pouco rechonchuda, cabelos castanhos até os ombros, vestindo uma calça jeans, uma blusa rosa. Ao lado dela tem outra mulher, uma pouco mais alta que a outra, loira, porém percebível que é pintado, vestida de calça jeans e blusa azul bebe. Paramos o carro e vimos uma Miley, Noah e Vanessa, correr para as duas mulheres.

Descemos de nossos carros cautelosamente e caminhamos todos até as 5 mulheres Cyrus.

Senhora1: Meu Deus, vocês estão tão grandes e lindas. (Sua voz estava embargada)

Miley: Oh vovó (Miley a abraçou)

Senhora2: Jesus! Como essa menina esta pesada. (Disse pegando Noah no colo, nem parece aquele bebe magrinho)

Vanessa olhou para nos e pareceu perceber que não estavam em uma bolha Cyrus.

Vanessa: Meu Deus desculpa, esquecemos de vocês. (As 4 voltam a atenção para Vanessa e depois para nos) Bom, vamos para as apresentações. Pessoal, essa é minha avó Margo (apontou para senhora 1) e essa é nossa tia Dolly (apontou para senhora 2). E esses são, Kevin, (apontou para mim que estava mais a frente) Joe, Demi, Nick, Frank, David  e Selena. (Todos se cumprimentaram e resolveram entrar).

 

KEVIN OFF

 

MILEY ON

 

Eu iria ficar no quarto da tia Dolly juntamente com ela, eu a amo, ela é a melhor em tudo que faz.

Dolly: Então, me diga, qual dos quatro gatinhos é seu namorado?

Miley: O que? (Olhei para ela abismada enquanto tirava minhas coisas da mala)

Dolly: Você entendeu Mileysinha, não enrola sua madrinha.

Miley: Nenhum dos quatro é meu namorado, Ok.

Dolly: Não me engana, aposto que você esta de rolo com um deles.

Miley: Nunca. (Finge mal)

Dolly: Você é péssima em mentira. Tudo bem, eu sei que vou acabar descobrindo. (E saiu)

Não vou conseguir esconder por muito tempo dela o que sinto pelo Nick.

Sou tirada do meu pensamento quando um ser de cabelos pretos, entra irritadíssima no meu quarto.

Demi: Por favor, troca de quarto comigo. (Ela parece desesperada) A Selena hoje esta me tirando do sério.

Miley: Hoje ela esta mesmo de mal humor.

Demi: Aquilo é mais que mal humor.

Miley; Vocês são irmãs, vocês se entendam.

Demi: Ela quer ir embora.

Miley: O que?

Demi: Ela disse que amanha mesmo ela vai ligar para nossos pais pedindo para voltar.

Miley: Não Demi, ela não pode fazer isso.

Demi: Mas vai.

Respirei fundo, essas férias eram para ser divertida e tranqüila, mas esta sendo uma loucura.

Miley: Vou falar com ela. 

Demi: Boa sorte.

Vou rumo ao quarto de Selena e Demi. E bato na porta. Ouvi um entra e entrei.

Miley: Preciso falar com você.

Selena levanta o rosto da revista e me olha com um desdém que nunca me olhou antes.

Selena: Fale.

Miley: Por que esta agindo dessa maneira?

Selena: Por que eu quero. Era só isso?

Miley: Não.

Selena: O que mais, então. (Ela joga a revista de lado)

Miley: Se abre comigo Selena, somos amigas.

Selena: Somos?

Miley: O que você quer dizer com isso?

Selena: Que não tenho certeza sobre isso.

Miley: Como você não tem certeza sobre isso?

Selena: Não tendo Miley.

Miley: A TPM esta afetando teu cérebro garota.

Selena: Não, Miley. Eu acho que o que estava afetando meu cérebro era o fato de eu ser tão inocente, ou burra, ao ponto de acreditar em você. (Ela fica de pé)

Miley: Do que você esta falando?

Selena: De você com Nick.

Miley: O que?

Selena: É nítido Miley, é totalmente explicito que rola algo entre vocês dois, e só eu que sou burra que não percebi isso antes. (Me desesperei um pouco mais logo tento me recompor)

Miley: Você esta louca Selena. Não rola nada entre nos dois.

Selena: Rola sim, eu só fiquei observando vocês nessa viagem. Quando um esta mal o outro também ta, quando um ta bem o outro também, vocês se olham de forma intensa, estão sempre de cochichos falam coisas que só vocês entendam, estão sempre juntos. Não sou burra. (Respirei fundo, mas que merda o que vou fazer?)

Miley: Selena, você me pediu para lhe ajudar com ele. (Apelei)

Selena: Isso, me ajudar, não roubar ele de mim.

Miley: Eu não estava roubando ele de ninguém.

Selena: E essa aproximação toda é por que então?

Miley: Para eu poder conhecer melhor o terreno para lhe ajudar mais né. (Eu apelei e ela franziu o cenho para mim).

Selena: E os cochichos, segredinhos. (Pensei um pouco e resolvi apelar mais ainda)

Miley: Eu não deveria falar, mas vou falar. Conversávamos sobre você.

Selena: Sobre mim?

Miley: Sim. (E cruzei os dedos mentalmente para que ela acreditasse)

Selena: O que falavam sobre mim? (Ela perguntou um pouco mais interessada e se sentou, acalmando-se um pouco)

Miley: Tudo Selena! Ele te acha incrível.

Selena: Incrível como amiga né. (Ela se exalta)

Miley: Pelo que eu percebi, Nick é um pouco retraído com sentimento (Isso não é mentira)

Selena: Bom, isso é verdade.

Miley: Então...

Selena: Então você quer dizer que Nick pode ser afim de mim (Sorriu)

Miley: Isso, e se não for, ele pode ficar, já que ele te conhece tão bem, gosta tanto de você.

Selena: Será? (Ela sorri sonhadora)

Miley: Claro

Sorri por fora, mas me odiando por falar tanta mentira. Ela sorriu ainda mais e correu para me abraçar.

Selena: Nossa Miley. Nem sei como agradecer você, e muito menos pedir desculpas. (Ela me solta e olha para mim segurando minha mão) Você fazendo tanto por mim e eu só pensando besteira de você. Eis a melhor amiga que alguém poderia ter, você...

Miley: Por favor, Selena, pare, esta tudo bem. (Senti nojo de mim mesma, por ser tão falsa e sorri amarelo para ela)

Selena: Você é incrível Miley. (Sacudi a cabeça)

Miley: Vou voltar para meu quarto Selena, espero que isso faça você voltar com o humor melhor.

Selena: Com certeza (sorriu empolgada), e mais tarde temos que conversar sobre Nick, o que ele falou, o que devemos fazer (Ela bate palminha empolgada, e mais uma vez eu senti nojo de mim mesma)

Miley: Claro Selena. Agora tenho que ir.

Sai rapidamente do quarto e me recostei na parede fechando os olhos, respirando fundo.

Xx: Esta tudo bem? (Dou de cara com um par de olhos amendoados e uma testa franzida de preocupação)

Miley: Não (Ele franziu mais o cenho) Sim (Ela não disse nada) Na verdade não sei.

Nick: O que houve?

Miley: Essas férias estão sendo uma loucura.  (E eu olho para o lado com medo da Selena sair do quarto)

Nick: Estão sim.

Nick fica serio e cruza os braços como quem espera algo.

Miley: Que foi?

Nick: Por que você esta tão agitada? Ta com medo de algo?

Miley: Não Nick, só quero voltar para o quarto arrumar minhas coisas e jantar para dormir e relaxar. (Eu me agito mais, eu quero sair dali, to tão confusa)

Nick: Eu te conheço Miley. Você ta fugindo de mim como antes, você ta com medo.

Olho indignada pra ele não por ele te dito isso, mas porque ele me conhece bem, e eu to ficando irritada com ele porque quero sair dali e ele não esta ajudando muito.

Miley: Parabéns, ponto para você, acertou em cheio. (Tento sair mais ele me pressiona na parede)

Nick: Miley, por quê? (Não repondo) Me diga por quê? É por causa do seu namoradinho? (Olho indgnadissima para ele me irritando ainda mais)

Miley: De quem você esta falando?

Nick: Do... Como é mesmo o nome?... Lucas? (Arregalei os olhos e depois eu gargalhei e ele me olhou um pouco atordoado)

Miley: Você esta com ciúmes?

Nick: Eu com ciúmes? (Ele me solta) Me poupe Miley.

Ele vira de costa e eu ri mais porque ele ta parecendo uma criança emburrada. Eu o viro para mim e mordo os lábios.

Miley: Cadê aquele cara confiante?

Nick: Você esta me desafiando? (Dou de ombro) Você quer que eu mostre onde minha confiança esta? (Ele sorri de canto e eu mordo os lábios tentada, mas descarto a ideia afinal, Selena estava a três palmos dali)

Miley: Não Nick (Eu o empurro um pouco para trás porque ele estava muito próximo de mim) eu quero apenas ir para meu quarto.

Dito isso eu me viro para sair dali, mas Nick me segura pelo braço me fazendo virar novamente.

Nick: Tarde de mais.

E foi rápido de mais para que eu pudesse formular qualquer pensamento ou fala, Nick sem perdi permissão invadiu minha boca com sua língua, e eu sem qualquer objeção me deixei levar por todo aquele sentimento e sensações quando estou com ele. Esquecendo-me de tudo e de todos, mas um pigarro bem audível nos fez voltar a realidade. Agora fodeu.

 

*_*_*_*_*_*_*

Como vocês estão amores? 

Ainda há alguém ai... Diga um aloo porfavor haushaus...

Obrigada pelos comentários amo vocês de verdade não fazem ideia do quanto me faz bem lê o que vocês tem a me dizer.

 

Beijos e Peace&Love

 

OBS: Talvez o próximo post vem mais rapido que os outros, basta ter alguém vivo aqui.

 

Raizza: Obrigada amore, e jamais pararei de fazer o que amo. Beijos.

ronnie:MEU DEUS DO CÉU, VOCÊ AINDA PERGUNTA SE É UM INCENTIVO PARA CONTINUAR? É MUIIIITOOO. Se eu dizer para você que me emocionei, você acreditaria? Quase me fez chorar. Essa TPM e saudades do Brasil ainda vão me matar haushaus' Amei tudo o que você disse, sei como é acompanhar uma fic e depois ela ser abandonada, mas pode ter certeza que eu NUNCA VOU ABANDONAR, pode demorar a vim o post, mas ele ira chegar. OBRIGADA. Beijos.

Anónimo: Obrigada, beijos Peace&Love

Vi: Haushaus Eu também estou. Beijos e Obrigada

Amanda: Haushaus não estudo :( faculdade sabe como é. Não pede desculpa não, eu amo comentarios grandes haushaus... Miley e Nick são um casal complicadinhos, eles parecem que disputam quem é mais complicado. Se vai dar confusão, vamos ver mais tarde. Joe e Demi são perfeitos e não se desgrudam aquele casal meloso e chato que todos conhecem e as vezes tem inveja haushaus... Obrigada Beijos. Meu twitter é @Tmendre

publicado por tmendre às 17:45
Sábado, 02 / 08 / 14

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 7

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 7

Tenho medo.

 

NICK ON

 

Entramos em meu quarto, Miley ficou parada e eu fui até onde estava meu violão. Quando me virei ela tava com uma meia na mão olhando para mim.

Nick: Que é? Eu sou homem.

Miley: Isso não é motivo para ser relaxado. (Revirei os olhos)

Nick: Você veio aqui para reparar ou compor.

Miley: Não consigo compor com essa imundice.

Nick: Estais brincando né.

Miley: Não (Ela disse sorrindo e eu revirei os olhos)

Nick: Se você esta incomodada pode ir arrumando, porque eu vou compor. (Ela bufou e eu sentei na cama com meu violão.)

Miley: Preguiçoso. (Ela se abaixou e começou a juntar as roupas do chão)

Nick: Não acredito que você esta realmente fazendo isso. (Eu disse incrédulo)

Miley: Já disse que não consigo me concentrar com essa bagunça. (Ela disse irritada e eu ri)

Nick: Fica a vontade então. (Ela bufou e deu de perceber que ela ficou ainda mais irritada)

Comecei a dedilhar algumas notas que eu havia começado a algum tempo atrás e Miley me olhou.

Miley: Gostei disso.

Nick: Sério?

Miley: Sim, podemos usar isso no intro.

Nick: Pode ser.

Ela voltou a juntar as coisas e eu voltei a dedilhar no violão. Olhei para Miley e a fiquei a observando, sua blusa alaranjada de alcinha seu short branco, suas buchechas rosadas, seu cabelo preso em um coque frouxo, me deu vontade de te-la perto de mim. Voltei do meu devaneio quando percebi que ela estava me olhando.

Miley: Tais bem? Tais suando.

Nick: É que... é que... ta quente aqui. (Eu disse todo perdido e sacudi a cabeça)

Miley: Ah ta mesmo.

Nick: E se começarmos assim (peguei um papel na gaveta e uma caneta e comecei a escrever e mostrei para Miley.)

Miley: Ficar aqui com você tão perto de mim; É difícil lutar contra esses sentimentos; Quando parece tão difícil de respirar. (Ela sorriu) achei legal.

Nick: Vai ficar assim

Toquei violão e cantei aquela parte e ela completou com Estou presa neste momento” e eu no final da estrofe coloquei Presa no seu sorriso”. A primeira estrofe estava feito.

Nick: Essa parte você pode cantar, e agora fazemos uma que eu canto.

Miley: Pode ser. (Ela voltou a arrumar as coisas e então parou bruscamente) e se começar assim: Eu nunca me abri para ninguém.

Ela cantou essa parte, e então me lembrei daquele dia na cachoeira em que ela me confidenciou o segredo de sua família.

Aquela música estava ficando pessoal.  Concordei e ela voltou aos seus a fazeres.

E se é pra ser pessoal vai ser. Me lembrei daquela noite em que passamos na casa dela, porque estava nevando, e que quase acabamos transando.

Nick: Depois pode ser assim, (Ela me olhou e eu comecei da parte que ela havia dito)

Eu nunca me abri para ninguém

Tão difícil me segurar quando estou com você em meus braços

Ela levantou a sobrancelha, em sinal de incredulidade.

Miley: Ok, coloca ai depois.

Nós não precisamos nos apressar

Vamos devagar

Terminou sorrindo e eu tive que ri e sacudi a cabeça.

Miley: Terminei. Agora sim eu consigo me concentrar. (Meu quarto estava arrumadinho e ela sorria igual a criança)

Nick: Você tem problemas garota. (Ela deu de ombros)

Miley: Vamos vê como ficou.

Comecei a dedilhar e então cantamos, ficou legal agora faltava o refrão. Miley sentou no chão e acabei indo sentar também. Olhei para ela e estava de olhos fechados.

Nick: Que foi? Cansou de arrumar meu quarto? (Ela olhou para mim com uma cara de quem queria me matar)

Miley: Não, mas você esta me devendo uma. Eu estou só me concentrando para compor.

Nick: Eu não estou devendo nada, você fez porque quis.

Miley: Eu não vou me estressar com você agora.

Nick: Quando você vai? (Ela respirou fundo)

Miley: Mais fácil perguntar quando eu não vou né.

Nick: Quando me beija. (Falei sem querer e ficamos nos encarando, até que ela revira os olhos)

Miley: Você é um idiota.

Nick: Deixa, todos me amam.

Miley: TodAS você quis dizer.

Nick: Por que tais com ciúmes?

Miley De você? Nunca queridinho. Não tenho ciúmes do que não é meu.

Nick: Por que não quer. (Ela me olhou incrédula)

Miley: Como?

Nick: Nada não. Vamos nos concentrar aqui. (Ela ainda ficou me olhando enquanto eu dedilhava o violão.)

Miley: Toca a parte do refrão.

Apenas um beijo em seus lábios ao luar;

Apenas um toque do fogo tão ardente;

Eunão quero bagunçar as coisas.

Nick: Eu não quero forçar a barra (Cantei olhando para ela essa parte. Ela sorriu)

Miley: Ficou bom, gostei.

Nick: O resto do refrão poderia ser.

Apenas um tiro no escuro e você poderá

Ser a que eu vou esperar a minha vida toda

Então, baby, eu estou bem, com apenas um beijo de boa noite

Miley: Você compõe bem. (Ela me encarou) Como você pode ser um ótimo compositor e se da maneira como você é. (A encarei e sabia do que ela queria dizer)

Nick: A gente compõe o que esta travado em nos Miley. Aquilo que não conseguimos expressar.

Miley: Eu sei, mas é tão irreal isso.

Nick: Você também não demonstra todo sentimento. (suas bochechas coraram)

Miley: Tem coisas que temos que reprimir para o bem de todos.

Nick: Isso às vezes só cria mais confusão em vez de fazer o bem.

Miley: To percebendo. (Alguém bate na porta e ela leva susto. Levantei-me e abri a porta era o Kevin)

Kevin: Só para avisar que já escrevemos vocês.

Nick: Ótimo.

Kevin: Atrapalhei algo. (Ela disse olhando para trás de mim)

Nick: Claro que sim né, que pergunta imbecil, estamos trabalhando na música.

Kevin: Hamm (Ela olhou novamente para trás de mim) Certo então. Vou indo.

Ele saiu eu fechei a porta e encarei a Miley.

Miley: Pode ser:

Eu sei que se dermos tempo ao tempo

Só iremos nos aproximar do amor que queremos encontrar

Nunca foi tão real

Não, nunca me senti tão bem

Ela já foi cantando.

Miley: Depois repetimos o refrão.

Eu a olhei.

Nick: Ontem a noite eu queria um beijo de boa noite.

Miley: O que? (Ela me encarou com a respiração tão pesada que achei que ia desmaiar)

Nick: Ontem a noite eu queria um beijo de boa noite. (Repeti lentamente e ela me olhou assustada)

Miley: Por que tais dizendo isso? (Ela me olhava confusa)

Nick: Por que eu quero hoje também. (Eu tava ficando louco só pode)

Miley: Tais bebado? (Ela foi para o outro lado do quarto)

Nick: Não. Mas eu queria esta.

Miley: Tem bebida no frigobar, tome depois que eu sai daqui.

Nick: Quem disse que você vai sair (Eu disse sorrindo)

Miley: Tais surtando só pode ser. Não pira garoto.

Nick: Não sei o que tenho, mas normal eu não estou.

Miley: Não ta mesmo, ontem a noite ainda você  disse que  não queria me beijar.

Nick: Eu queria te beijar, mas isso ia acontecer até você decidir.

Miley: O que você quer que eu decida?

Nick: Que você me quer. (Ela começou a respirar pesado, olhando fixamente para mim)

Miley: Vou tomar ar. (E novamente ela foge de mim)

Durante os 20 minutos que Miley ficou fora eu acabei terminando a música. Quando ela voltou para o quarto resolvi deixar esse assunto para depois, pois agora teremos que nos concentrar em nossa apresentação para que possamos sair. Ensaiamos apenas nos concentrando na música.

 

NICK OFF

 

KEVIN ON

 

Estávamos todo, no mesmo pub da noite passada, menos Selena e as crianças que ficaram no hotel . Miley e Nick estavam atrás do palco. Aqueles dois estavam mais estranhos do que nunca, será que eles nunca vão se entender. Vão ficar enrolando até quando.

Eu estava sentado entre Demi e Joe que ainda estavam brigados pelo o que aconteceu de manha. David sentava ao lado de Joe e Vanessa entre David e Demi.

Tyler subio ao palco e apresentou a primeira dupla. Depois a segunda, terceira, quarta, quinta, sexta, sétima, oitava, nona e finalmente a décima.

Tyler: Agora com vocês a décima e ultima dupla que ira se apresentar. Miley e Nick. Cantando uma música com o titulo de Just Kiss. (O som da música ecôo e finalmente pudemos ouvir a voz de Miley que estava parada em frente ao pedestal com Nick ao seu lado também parado em frente ao pedestal)

 

 

 

(Miley) Deitada aqui com você tão perto de mim
É difícil lutar
(Miley olhou para Nick que ficou o tempo todo olhando para ela) contra esses sentimentos
Quando parece tão difícil de (
Colocou a mão em seu peito) respirar

(Ela volta a olhar para frente) Preso neste momento
Preso no seu sorriso
(Ela olha de soslaio para Nick e da um sorrisinho)

(Nick) Eu nunca me abri para ninguém
É tão difícil de segurar
(Nick se vira para Miley e canta olhando nos olhos dela) Quando estou com você em meus braços
(Miley&Nick)Mas nós não precisamos apressar isso
Vamos apenas devagar

(Eles voltam a olhar para frente )Apenas um beijo em seus lábios ao luar
Apenas um toque de fogo ardente tão brilhante
(Eles se olham) Não, eu não quero confundir essas coisas
Eu não quero forçar demais
(Eles voltam olhar para frente) Apenas um tiro no escuro que só você pode
Ser o único que eu estive esperando por toda minha vida
Então, querido, eu estou bem
(Eles voltam a se olhar)
Com apenas um beijo de boa noite

(Miley)
(Ela tira o microfone do pedestal se aproximando do publico) Eu sei que se dermos um pequeno tempo
(Miley&Nick)
(Nick também retira o microfone e se aproxima do publico separado de Miley) Isso só vai nos aproximar do amor que queremos encontrar
(Miley)Nunca me senti tão real
(Eles viram um para o outro)
(Nick)Não, nunca me senti (Miley&Nick) tão bem
(Caminham até ficarem frente a frente)

(Cantam se encarando) Apenas um beijo em seus lábios ao luar
Apenas um toque
( eles se tocam) de fogo ardente tão brilhante
Não, eu não quero confundir essas coisas
(Miley tenta se afasta)
(Nick a puxa colando o Maximo possível seus corpos)
Eu não quero forçar demais
Apenas um tiro no escuro que só você pode
Ser o único que eu estive esperando por toda minha vida
Então, querido, eu estou bem
Com apenas um beijo de boa noite
(Eles se afastam e olham para frente)

Não, eu não quero dizer boa noite
(Nick)Eu sei que é hora de partir
(Miley&Nick)Mas você estará em meus sonhos
(Eles se olham)
(Nick)Hoje à noite
(Nick se vira para Miley)
(Miley)Hoje à noite
(Miley se vira Nick)
(Miley&Nick)Hoje à noite
(Eles se aproximam)

(Cantam se encarando) Apenas um beijo em seus lábios ao luar
Apenas um toque de fogo ardente tão brilhante
Não, eu não quero confundir essas coisas
Eu não quero forçar demais
Apenas um tiro no escuro que só você pode
Ser o único que eu estive esperando por toda minha vida
(Nick)Então, querido, eu estou bem

(Miley&Nick)
(Eles se viram para frente) Ohhh Oh Ohhh
(Miley)Vamos fazer isso direito
(Miley&Nick)Com apenas
(Ele se encaram novamente) um beijo de boa noite

(Miley) Com um beijo de boa noite
(Nick segura a cintura de Miley e eles ficam se encarando)
(Nick)Beijo de boa(Miley&Nick) noite
(Eles ficam ofegantes se olhando)

 

“Beijo” “Beijo” “Beijo” “Beijo” “Beijo” “Beijo” “Beijo” “Beijo” “Beijo” “Beijo”

Tyler: Vamos lá pessoal vocês não vão dar aquilo que o pessoal esta pedindo. Afinal vocês são namorados.

Nick e Miley se olharam com desespero e depois eu vi um sorriso brotar no rosto de Nick.

Demi: Ai Meu Deus e se eles não se beijarem e todos descobrirem que eles não são namorados.

Kevin: Relaxa, eles vão se beijar.

Demi: Como pode ter tanta certeza?

Kevin: Olhe para eles.

Nick havia esticado a mão em direção a espera que ela aceitasse. O olhar de Miley vagou da mão de Nick ao rosto dele.

Demi: Andem logo, mas que merda. (Ri do desespero dela)

Miley aceitou a mão de Nick e ele a puxou para perto. sua mão direita foi parar na nuca de Miley que fechou os olhos instantaneamente, a mão esquerda de Nick foi para sua cintura, os braços de Miley foram parar ao redor do pescoço de Nick e então ele arrastou o rosto lentamente  para perto dele, mordiscou os lábios de Miley até finalmente beijá-la com ferverocidade. O pub explodiu em gritos, assobios e aplausos.

David: Ual que beijão. Se a competição fosse por beijo com certeza eles ganhavam. (David disse aplaudindo e rindo)

Vanessa: Finalmente.

Olhei para Vanessa e percebi que ela não falava sobre a demora do beijo. Concordei com a cabeça e sorrimos. Todos se acalmaram e eles saíram do palco de mãos dadas e rindo.

 

KEVIN OFF

 

MILEY ON

 

Nick e eu saímos rindo do pessoal que estavam tão excitados. Olhei para Nick e eu senti, a coragem que faltava em mim.

Miley: Tenho medo.

Nick: Como? (Nick me olhou surpreso e intrigado)

Miley: O que eu tenho, é medo.

Nick: Do que? E por que?

Miley: De nós. Tenho medo de magoar pessoas e ser magoada.

Nick: Por que? Quem você vai magoar, quem vai te magoar? Por que eu acho que já dei provas suficientes a você que não sou só aquele cara pegador que você conhecia. Por você eu já fiz coisas que achei que eu nunca faria por garota alguma, eu mudei tanto que nem eu ao menos reconheço esse novo cara, mas eu gosto de quem eu me tornei, o que falta agora é ter você. Se isso não é paixão então é loucura, por que só isso para explicar toda essas sensações estranha e boas em mim.

Meu coração acelerou com essa declaração. E eu tive que fechar os olhos e abri para saber que eu estava mesmo ali ouvindo tudo isso.

Miley: É bom saber que não sou a única que pensa isso, eu quero ficar com você de verdade, mas eu preciso me acostumar com essa ideia.

Nick: Deixa fluir Miley.

Miley: Eu queria Nick, mas não consigo. Eu preciso de um tempo, por favor.

Nick: Um tempo para o que?

Miley: Para entender e pesar a conseqüência das coisas.

Nick: E se você decidir que não quer ficar comigo (Fechei meus olhos)

Miley: Um tempo Nick.

Nick: Ok, nesse tempo a gente vai ter uma amizade colorida? (Ele falou com sorrisinho)

Miley: Cala boca. (Eu disse rindo, e batendo nele)

Nick: Sério, se você vai ser minha namorada, você tem que parar de me bater.

Miley: A gente não ta namorando Nick. (Eu revirei os olhos)

Nick: Eu sei, mas eu já estou avisando. (Acho que meu coração deu um solavanco)

Miley: Ok, Nick.

Tyler: Agora vamos chamar nossos concorrentes para o palco.

Tyler falou e nós juntos com outros concorrentes subimos e nos esprememos no minúsculo palco. Nick segurou minha mão e eu apertei com força. Tínhamos que ganhar, era a única maneira de saímos o mais rápido daqui.

Tyler: Por decisão unânime dos jurados, é... a dupla 10, Nick e Miley.

Todos bateram palma dava de ouvir os gritos de alegria de Demi, Joe, David, Kevin e Vanessa. Eu pulei no colo do Nick, e instintivamente acabei o beijando rápido. Nos separamos rindo indo até Tyler que estava com um cheque e nos entregou.

Tyler: Vocês foram de mais, sabiam que iam se dar bem.

Nick: Obrigada, Tyler.

Miley: Foi incrível tudo isso.

Quando íamos descer do palco, o pessoal já nos esperava ali perto.

Joe: Ai que felicidade que vamos sair desse lugar, não agüento mais esse lugar.

Demi: Mais que beijo foi aquele. Vocês aturam tão bem.

Pude ouvi a risada de Kevin e Vanessa mas os iguinorei.

Miley: Eu sempre quis fazer teatro, só estava ensaiando.

Nick: E claro que atuar perto de mim e me beijar ajudou em muito. (Revirei os olhos)

Miley: Cuidado para não se afogar com esse alter ego enorme.

Nick: Fique tranqüila eu estarei vivinho para te atormentar muito mais.

Miley: O que eu fiz para merecer isso senhor. (Disse olhando para cima)

David: Mudando de assunto. Que horas vamos amanha?

Joe: O mais rápido possível pelo amos de Deus.

Vanessa: Acho que uma 6 horas esta bom né?

Todos concordaram. Fomos nos sentar e ficamos mais uma hora por ali conversando, bebendo, comendo.

 

MILEY OFF

 

DEMI ON

 

Joe não falava comigo desde a manha. Assim que entramos em nosso quarto ele foi para o banheiro e eu fiquei ali sentada na beirada da cama. Joe sai do banheiro e nem olha para mim.

Demi: Vai ficar até quando sem falar comigo? (Ele me encarou)

Joe: Até quando eu achar necessário.                              

Demi: Joe...

Joe: Não comece Demi, você hoje me decepcionou muito.

Demi: Mas eu só...

Joe: Eu quase fui preso.

Demi: Mas sua bundinha é uma delicia. (Eu disse com um sorrisinho)

Joe: Você é uma pira. (Ele diz rindo) Eu aqui dizendo o problema séria e você me vem com esse comentário

Demi: Desculpe, se não consigo me concentrar lembrando da tua bunda nua.

Joe: Nua que todo mundo viu. (Dei de ombro)

Demi: Agora todos vão ter inveja de mim.

Joe: Ter um namorado que anda pelado pelo hotel e é acusado de tarado?

Demi: Não, um namorado sexy só para mim. (Digo me levantando e me aproximando dele)

Joe: Por favor, obtenha distancia que eu posso raciocinar direito.

Demi: Não quero.

Joe: Mas eu quero (Ele se afasta de mim)

Demi: Pare com isso thuthuco.

Joe: Não (Ele pega uma coberta e um travesseiro) vou dormir com Kevin. (Caminha até a porta)

Demi: O que?

Joe: Boa noite, Demi. (Fecha a porta)

Demi: Maldito (Sento na verada da cama e uma lagrima solitária rola pelo meu rosto)

 

DEMI OFF

 

SELENA ON

 

Acordei sentindo alguém me balançar. Abri os olhos e dei de cara com um par de olhos azuis me encarando.

Miley: Já estamos nos arrumando para ir, são cinco e meia.

Selena: Ok, também já estou levantando.

Retirei a minha coberta e Miley se afastou um pouco.

Miley: Selena, esta tudo bem com você? (Olhei para ela que me olhava receosa)

Selena: Sim, por que Miley?

Miley: Você esta tão estranha.

Selena: Só estou cansada desse lugar. (Menti. E me levantei indo até o banheiro sem olhar para vê a resposta dela)

Eu ando desconfiada no jeito que Nick e Miley se olham no jeito como mesmo se matando, eles sempre estao juntos, e sempre com mistérios, falam coisas que ninguém entende, mas que eles se entendem perfeitamente. Não sei o que há entre eles, mas isso esta me deixando integrada.

Quando voltei do banheiro, Miley estava abraçada com Demi.

Selena: O que houve?

Demi: O Joe é um crianção. (Ela disse chorosa)

Selena: Ainda estão brigados?

Demi: Sim, e ontem ele não dormiu em nosso quarto, ele foi para o quarto do Kevin.

Selena: Que imbecil. Só porque você o deixou nu para o hotel inteiro e ele quase foi preso por atentado ao pudor.

Demi: Ai para. (E voltou a abraçar mais forte a Miley e a chorar)

Miley: Vocês vão se acerta logo, Demi. Só de tempo a ele. (Ela fungou espero que sim)

Um bip foi ouvido e Miley pegou seu celular em cima da mesa.

Miley: Vanessa disse que só falta nos, o resto do pessoal já esta pronto.

Selena: Eu também já estou.

Miley: Então vamos. Podemos ir Demi.

Demi: Sim, só vou lavar o rosto.

Demi voltou e fomos até onde estava todo o pessoal.

Noah: Oh, até que fim.

Kevin: Vamos aos mesmos carros que estávamos vindo?

Joe: Não, eu vou com o David e Nick vai com você. O resto eu não sei.

Selena: Por que essa palhaçada em Joe. (Disse irritada)

Joe: Não tem nenhuma palhaçada Selena, só quero ir com o David.

Selena: Você ta fazendo isso, só por que não quer ir com a Demi.

Miley: É Joe, seja homem e encare o problema de frente.

Joe: Vocês não sabem de nada não se metem. (Disse irritado)

Vanessa: Você ta fazendo tempestade em copo d’agua Joe, só por que ela deixou você nu.

David: É cara, tanta coisa que você tem que se preocupar.

Joe: Calem a boca vocês, não se metem. Não sabem ainda que em briga de marido e mulher ninguém mete a colher. Que saco vocês. (Disse se irritando e indo até a caminhonete de David)

Miley: O problema é que você não resolve. (Ele nem se virou para responder, ele só entrou batendo a porta)

Selena: Que babaca. (Demi começou a chorar)

Nick: Vamos nos acalmar.

Kevin: Isso, por enquanto, é melhor irmos para não perdemos mais tempo e depois nos resolvemos.

Cada um foi para seu carro, David e Joe em sua caminhonete. Vanessa, Miley Noah e Frank. Eu, Demi, Kevin e Nick. Demi foi abraçada a mim e chorando até as 11 horas quando paramos para comermos.

 

 SELENA OFF

 

JOE ON

 

Eu estava chateado com a Demi, acho que tenho direito de ficar chateado, afinal de conta a brincadeira que ela fez foi de mal gosto.

O almoço foi preguiçoso pouco se falou.

Parecia que estavam todos contra mim e a favor de Demi, como se fosse ela que tivesse que apanhar de velhinhas por conta de uma brincadeira estupida.

Assim que sentei na caminhonete de David e ele entrou e ligou o caso já foi logo disparando:

David: Não acha que esta sendo muito rude com a Demi Não. (Respirei fundo para não me estressar ainda mais)

Joe: Todos só olham o lado dela né. Não foi ela que foi quase presa.

David: Foi apenas um...

Joe: Não quero saber David, acho que tenho esse direito de ficar chateado com ela.

David: Você é quem sabe.

Após uma pousa para o café, já estava escuro quando avistamos o hotel que iríamos parar. Todos desceram dos carros e foram até a recepção. Como eu e Demi estávamos brigados Demi iria dormir com Miley e Selena e eu iria dormir com Kevin e Frankie.

Subimos para os quartos e Frankie foi tomar banho.

Bateram na porta e Kevin foi abrir era Nick e David.

Nick: E ai estão a fim de sair para comermos algo?

Joe: Não obrigada. (Disse sério, pegando o controle da TV e passando pelos canais)

Kevin: Cara, você é um molenga. (Olhei para ele como se não entendesse e ele prosseguiu) Tem uma namorada que te ama e te apóia, mesmo você sendo meio zelado e só por que agora ela deu uma mancada você fica ai feito uma menininha chorando pelo primeiro namorado. (Respirei fundo)

Joe: Eu. Quase. Fui. Preso. (Falei pausadamente entre os dentes)

David: Mas, não foi.

Nick: É cara, a culpa foi daquelas velhas birutas.

Joe: Não foram elas que me deixaram pelado.

David: Ainda bem né, seria meio estranho (Rolei os olhos enquanto os outros riam)

Joe: Eu não vou, quero ficar isolado, isso é pecado. (Dizendo isso me deitei na cama virando para o lado o posto deles)

Nick: Essa cena ta parecendo uma daquelas de filmes de menininhas onde as amigas tentam aconselhar a amiga que levou um fora.

David: Que gay cara.

Nick: Quer saber fica ai, remoendo as coisas. (Após alguns segundo eu ouvi a porta abrir e fechar)

 

JOE OFF

 

SELENA ON

 

Provavelmente o som do choro de Demi era audível por todo hotel.

Selena: Calma Demi.

Demi: Como (fungada) calma! (fungada) Eu não (fungada) tenho (fungada) mais (fungada) namorado!

Miley: Não seja dramática Demi, ele não terminou com você.

Demi: Aindaaaa (eu voltou a chorar)

Três batidas na porta são ouvida e Miley se vira para abrir a porta, já que estava mais perto.

Miley: O que querem?

Nick: Mau humor hein. (Nick diz entrando)

Miley: Mal educado hein. (Miley diz se virando e cruzando os braços enquanto David passava ao lado dela rindo)

Nick: Não acredito que você esta assim ainda. (Diz olhando para Demi)

Miley: É, pelo que você viu estamos com problema, se não se importa. (Disse apontando para porta e Nick estreita os olhos para ela)

Nick: Depois eu sou o mal educado.

Miley: E não é. (Disse estreitando os olhos também)

Nick: Não. Eu bati na porta e podia simplesmente ter entrado. (David riu e Miley revirou os olhos e eu e Demi apenas olhávamos para os dois)

Miley: E pegar alguma de nos pelada? (Miley diz sem acreditar)

Nick: Sabe (Nick da um passo em direção a Miley) Isso não seria uma coisa desagradável. (Sorri de lado encarando-a)

Miley: Você é um idiota. (Ficaram se encarando por alguns segundos)

Nick: Você é bipolar sabia. (Disse rindo e ficando de costas para ela iguinorando o sonoro palavrão que ela disse) Vamos sair para comer, vocês querem ir?

Demi: Eu não vou. (Nick revirou os olhos)

Nick: Você também.

Demi: Eu o que também?

Nick: Não vai querer ir, igual ao Joe. Vem ca. Vocês se combinaram para depois que todo mundo sair vocês se encontrarem e... (Deixou o resto pelo ar com um sorrisinho safado. Porque ser tão lindo.)

Demi: Joe não vai? (perguntou se ajoelhando na cama)

Nick: Não.

David: Ta la no quarto parecendo uma menininha.

Selena: Bem feito. (Digo irritada) Ele ta sendo um imbecil.

Miley: Merece ficar mofando no quarto.

Nick: Quanto rancor vocês tem. (Nick diz com desdém. Miley iria falar algo mas Nick nem a deixa abri a boca direito e já vai falando novamente) Então, vamos? Ou vão preferir morrer de fome.

Selena: Eu irei. (Nick olha para Miley com a sobrancelha erguida e ela revira os olhos)

Miley: Eu também.

Nick: ótimo, vimos vocês daqui... (Nick consulta em seu relógio de pulso) 20 minutos. (E sai com o David. Olho para Demi que encarava o nada)

Selena: Você quer que eu fique com você?

Demi: Não, posso ir, eu preciso mesmo ficar sozinho.

Miley: Sabe, (Olhamos para Miley e ela parecia pensativa) Acho que você deveria ir até o quarto de Joe e intimidá-lo.

Demi: Tais louca é, do jeito que ele ta, é capaz de da parte na policia dizendo que eu invadi o quarto. (Miley deu de ombro)

Miley: É melhor tentar fazer alguma coisa do que ficar pelo canto chorando.

Demi: No caso, você quer dizer que é melhor ser presa do que ficar aqui sozinha na minha confortável cama de hotel.

Miley: Não. Eu quis dizer que é melhor você ir atrás de quem você ama, do que ficar chorando e gritando estourando os tímpanos das pessoas. (Ao dizer isso Miley entrou no banheiro)

Demi: Você concorda com ela? (Ela perguntou se virando para mim e eu dei de ombro)

Selena: Talvez.

Demi ficou com o olhar perdido e eu agradeci mentalmente por pelo menos ela não esta mais chorando e berrando.

 

---------------------------------------------------

Ola pessoas :)

Não demorei mais de um ano para postar, isso é bom né haushaus'

Bom, to apreoveitando um pouco das minhas férias no Brasil para atualizar o blog que EU NÃO VOU PARAR DE POSTAR, pode demorar, mas eu amo isso daqui de mais para parar.

Desculpa, mas eu estudo em Berklee College of Music, em Boston desde do meio do ano passado, então fica complicado mas eu estou tentando, mas agora é FÉÉÉRIIIAS :D

Graças, ve mamãe, papai e meus pirralhos e amigos que estou com saudades.

Beijos ficam com Deus.

 

PS: FIQUEI IMPRESSIONADA COMO AINDA TEM GENTE QUE VEM AQUI HAUSHAUS. OBRIGADA DE MAIS.

 

Rhafaella Costa: Haushaushaus' Não vou para não. Desculpa. E isso é que é coincidencia não deixa de passar aqui e da uma olhadinha sempre, ou então ir no meu twitter. Obrigada, Beijos. Peace&Love

 

raizza: Haushaus Ótimo, tem muita coisa para acontecer com eles. Obrigada, Beijos. Peace&Love

 

Camila: Oh sério, que de mais, saber que recomendam minha fic, queria saber que grupo é haushaus'... Boom, tem muito o que rola não posso dar detalhes haushaus. Obrigada, Beijos. Peace&Love

 

Amy Jonas: Huahsaush' voooooooooltei, literalmente. Vai saber sim ;) Obrigada, Beijos. Peace&Love

 

Amanda: Muitos obrigada, é importante de mais para mim saber disso. Não irei desistir. Beijos. Peace&Love

 

Raizza Oliveira: (ps: Não sei se vc é a Raizza de cima então botei aqui). Realmente faço faculdade e meus horarios são loucos. Enfim, não consigo simplesmente da um fim nessa história, ela é uma valvula de escape, desdo começo foi e sempre sera, esse foi o meu objetivo, espor o que há em minha mente barulhenta, não desistir por ter pouca leitora, e não vou desistir. Sinceramente criatividade para mim não é problema, eu fico 24 horas pensando no que posso escrever, é simplemente maluco, o capitulo sai de um jeito maluco. Mas muito obrigada por comentar, e sabe, de sempre uma passadinha aqui se quiser, pq em algum momento tera um novo capitulo. Beijos. Peace&Love

 

Vick: A esperança é a ultima que morre! E só paro de postar aqui quando eu morrer haushaus. Não irei parar. Obrigada, Beijos. Peace&Love

 

Victória: Oh desculpa queria, sinto muito, gostaria de postar mais rapido... Fico realmente contente com seu comentario, bom, Miley e Nick são complicados, com Selena então, piorou, mas vamos ve nesse tal tempo da Miley ;) ... Obrigada, Beijos. Peace&Love

 

 

 

publicado por tmendre às 01:10
Terça-feira, 18 / 03 / 14

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 6

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 6

 

Fingir que somos namorados?

 

 

MILEY ON

 

Entrei novamente no estabelicimento apressada, olhando para todos os lados, esbarrando e empurrando qualquer um que atrapalhesse em minha busca pelo garoto que faz meu mundo enlouquecer, literalmente de todas as formas.

Depois de alguns empurrões e palavrões, finalmente eu o encontrei sentado em frente ao bar. Um sorriso surgiu envoluntario e o nervosismo também surgiu, mas maior que tudo isso, era a vontade louca que eu estava em estar em seus braços.

Sem pensar em nada, caminhei as cegas até ele, ignorando a tudo e a todos que estavam em meu caminho. Assim que parei as suas costas. Estiquei o meu braço e toquei levamente em seu ombro, e como quem leva um choque, Nick se vira rapidamente para mim, sua testa se franzi como quem quer compreender o que esta acontecendo. Mordi meus labios, prendendo meus olhos nos seus, eu nao sabia o que dizer, o que fazer, pra falar a verdade eu estava me achando uma estupida por vim até aqui e ficar parada olhando-o me analisar como se quisesse uma resposta, e eu sei que era isso que ele queria e era isso que ele merecia.
            Dei alguns pequenos passos até praticamente colar em seu corpo, fechei os olhos respiransdo fundo sentindo seu cheiro, e abrio-os olhando em seus olhos e vendo toda a espectativas, e em seu labios um sorriso de canto, que me fez sorri também. Eu odeio me sentir fragil como eu estava. Olhando para ele nao tinha mais como fugir, eu o queria... Talvez esse deve ser o efeito do alcool, ok Miley isso nao pode ser voce tomou metada de uma garrafa de heinneken, nao pode esta bebada.
            Nick deu um passo para frente ficando mais próximo mas nao o suficiente. Minhas maos, até então em seu ombro, foram até seu braço, acariciando-o lentamente, sentindo seus pelos arissarem, assim como o meus estavam apenas por toca-lo.

            Suas maos se pousaram em minha cintura, fazendo todo meu corpo estremecer. Nem um outro cara, me faz sentir isso.
E como sempre algo atrapalha, dessa vez foi um fecho de luz que me cega. Olhei para o lado, vendo que o lugar inteiro nos encarava eu e Nick nos largamos rapidamente.
Xx: Voces. (Todos batem palmas, assobiam, essas coisas que podem demonstrar felicidade. Eu e Nick nos entreolhamos e voltamos a encarar o rapaz que fiquei sabendo que se chamava Tyler) Venham. (Ele faz uma gesto para que irmos até ele. Eu e Nick nos encaramos sem entender) Venham, não se acanhem.

Nick deu de ombro e começou a caminhar até lá e eu apenas o segui. O cara veio até a berada do palco e entregou o microfone para Nick que encarou aquilo como se fosse uma aberração

Nick: Por que chamou agente até aqui?

Tyler: Para cantar não é óbvio?

Miley: Cantar o que? (Eu me desesperei um pouco)

Tyler: Não sei (Deu de ombro) A escolha é aleatória. (Um cara chega com outro microfone e entrega para mim)

Nick: E porque nós?

Tyler: Vocês não estavam prestando atenção mesmo. (Ele da uma risadinha) Bem, escolhemos um casal aléatório.

Miley: Mas nós...

Tyler: Vão. Vão. Vão. (Ele diz nos empurrando) Já estão demorando.

Subimos no palco e nos colocamos na frente dos pedetais com microfones. Vi Joe e David berrando alto, a risada da Demi, o olhar de aprovação de Kevin, e o olhar gélido de Selena.

ESPERA AI... Por que ela está nos olhando assim. Será que... Será que ela desconfia de alguma coisa?!

Meus pensamentos foram enterrompidos quando eu vi no visor da TV pendurada a música que iriamos cantar. Olhei para Nick que fazia uma careta de desgosto com a música, e isso me fez sorri. Ele olhou para mim, ainda com a mesma expressão e sibilou “Gay” fazendo-me gargalhar alto, ignorando a tudo e todos. Logo depois apareceu que a letra em azul era para voz masculina, a roxa a voz feminina e o verde era para cantarmos juntos. Colocamos os microfones no pedestal.

 

 

 

Agora eu me diverti como nunca antes

Não, nunca me senti assim antes

Sim, eu juro que é verdade (Nick cantou olhando para mim nessa frase, e eu senti meu coração acelerar)

E eu devo tudo a você

Porque eu tive o melhor momento da minha vida

E devo tudo a você (Olhei para Nick e ele sorriu para mim, fazendo-me morde os lábios)

 

Eu estou esperando há tanto tempo

Agora eu finalmente encontrei alguém

Para ficar ao meu lado (Nick alterava seu olhar entre mim e a TV)

Nós vimos a escrita na parede (Decidi parar de olhar para ele e focar na música)

Enquanto sentíamos essa mágica

Fantasia

 

Agora com paixão em nossos olhos

Não há como disfarçar

Secretamente (Senti que Nick não parava de me olhar)

Então pegamos a mão um do outro

Porque parecemos compreender

A urgência

Apenas lembre-se

 

Você é a única coisa (Olhei de soslaio para Nick e ele sorriu fraco)

Da qual eu não me canso (Vi Nick tirar o microfone do pedestal)

(Ele caminha e para ao meu lado) Então eu vou lhe dizer uma coisa

(Ele segura minha mão nos olhamos nos olhos) Isso poderia ser amor, porque

 

(Refrão)

(Tirei o microfone do pedestal me afastando de Nick) Eu me diverti como nunca antes

Não, nunca me senti assim antes (O povo cantava a música junto)

Sim, eu juro que é verdade

E eu devo tudo a você

 

Com meu corpo e alma

Eu quero mais do que você jamais saberá (Sorri torto para Nick)

(Nick caminha até mim sorrindo torto também) Então vamos apenas deixar rolar

Não tenha medo de perder o controle, não (Ele me puxa para perto dele)

Sim, eu sei o que você está pensando (Toquei em sua cabeça)

Quando diz: "Fique comigo esta noite." (Nick deu de ombro sorrindo)

Lembre-se

 

Você é a única coisa (Ele aproximou seu rosto do meu e afastei um pouco o meu)

Da qual eu não me canso

Então eu vou lhe dizer uma coisa (Ele puxou minha cabeça para que me aproxima-se dele)

Isso poderia ser amor, porque (Nossas bocas estavam tão próximas que eu acabei cantando junto com ele no microfone dele)

 

(Refrão)

Eu me diverti como nunca antes

Não, nunca me senti assim antes

Sim, eu juro que é verdade

E eu devo tudo a você (Cai na realidade me afastando de Nick e percebendo a festa que se instalou no local com o pessoal dançando)

 

Porque eu me diverti como nunca antes

E eu procurei em cada porta aberta

Até que eu encontrei a verdade (Nick chega perto de mim)

E devo tudo a você

 

(Nick me oferece sua mão, eu aceito, e ele começa a me girar, enquanto riamos muito)

 

(Nick me para ficando de frente para ele e olha em meus olhos, enquanto eu estava sem ar por inúmeros motivos) Eu me diverti como nunca antes

Não, nunca me senti assim antes

Sim, eu juro que é verdade

E eu devo tudo a você

 

(Refrão)

(Eu ainda estava atônita pela situação quando senti meu ombro ser apertado, olhei para trás e era Demi, sorrindo e começando a cantar também) Eu me diverti como nunca antes

Não, nunca me senti assim antes (Nossos amigos e outras pessoas também estavam no palco e todos cantavam e dançavam animados)

Sim, eu juro que é verdade

E eu devo tudo a você

 

Porque eu me diverti como nunca antes

E eu procurei em cada porta aberta

Até que eu encontrei a verdade

E devo tudo a você

 

Todos nos abraçaram loucamente, estavamos mesmo fazendo uma bagunça louca nesse local, sem nos importar, afinal, todos pareciam estar se divertindo. Até tentei chegar perto de Nick e pelo que vi ele também, mas eram tantas pessoas ao nosso arredor que não deu. Depois de finalmente conseguirmos deixar o palco e eu consegui chegar perto de Nick que me olhou com uma expressão de felicidade e estase que eu nunca tinha visto. Tyler aparece em nossa frente.

Tyler: Parabéns, vocês foram incriveis. (Nessa hora nossos amigos já haviam chegado ao nosso lado novamente)

Nick: Obrigado. (Eu apenas sorri em agradescimento)

Tyler: Sabe, talvez gostariam de participar do concurso de amanhã. (Ele entregou um papel para mim e para Nick) Tudo bem que a música tem que ser inédita, mas quem sabe né. Além do mais com um premio de 500 mil, agente dá um jeito de conseguir uma música inédita né. (O pessoal riu e ri, mas ainda estava observando o papel) Seria ótimo se vocês participassem.

Nick: Quem sabe. (Nick diz guardando o papel em seu casaco e sorrindo) Mas amanhã esse horario provavelmente já estaremos em outro lugar, se tudo der certo.

Tyler: Tudo bem, mas se quiserem, a inscrição tem que ser feita até amanhã as 17:00 horas.

Nick: Ok,  obrigado.

Tyler: Tchau pessoal. (Nos despedimos e ele se foi)

Joe: Vamos voltar para a mesa. (Assentimos e caminhamos até a nossa mesa onde Helena continuava com seus amigos.)

Helena: Parabéns, Nick. (Ela diz me ignorando completamente, mas eu apenas revirei os olhos e sentei-me ao lado de Demi)

Nick: Obrigado (Ele diz sem emoção)

Helena: Nick, porque você não... (Ela ia dizer para ele se sentar na cadeira vaga ao lado dela, mas foi interrompida com Kevin que logo se sentou)

Kevin: Oi, Helena. Vamos conversar?

Helena: Mas...

Kevin: Deixe-me lhe contar o dia em que eu cai do cavalo... Literalmente.

Helena bufou e aquela cena me fez ter que segurar o riso vendo Nick fazer o mesmo. Ele me olha sorrindo e caminhando até mim se sentando ao meu lado, aquilo me fez alargar o sorriso.

Senti alguém nos olhando e virei o rosto para frente vendo Selena nos encarando, como se estivesse nos analisando para confirmar suas suspeita. E aquilo fez meu estomogo se revirar. Olhei para Nick e para Selena e senti tudo em minha volta girar. Fiquei tonta e fechei meus olhos rapidamente e minha lucides voltou ao normal.

 Virei-me para Demi que conversava sobre com uma das amigas de Helena sobre a nova temporada de pretty litlle liers tentando ignorar tanto Nick quanto Selena.

Senti alguém tocar meus braços e eu sabia que era Nick, eu sabia que ele estava provavelmente me olhando, e eu sabia que Selena estava nos observando. Então apenas o ignorei, vi ele apertar meus braços e depois acariciar, fazendo um arrepio aparecer. E com muito sacrificio o ignorei.

Depois de um tempo, onde todos se divertiram, descidimos seguir para o hotel.

Durante todo o trajeto Selena não falou nada, e aquilo estava me agoniando profundamente. Entramos em nosso quarto, eu e Selena dormeriamos no mesmo. Ela continuou em silencio. Fiquei tentada a falar com ela, mas o medo foi maior e me retrai.

 

MILEY OFF

 

DEMI ON

 

Acordei sentindo-me extremamente cansada. Olhei para o lado e Joe ainda dormia profundamente. Sorri ao vê o rosto da pessoa que eu mais amava ao meu lado. Levantei-me devagar para não acordá-lo e fui para o banheiro, fiz a higiene matinal, e voltei para o quarto e troquei de roupa. Fui até Joe e agachei-me ao seu lado na cama, fiz carinho em seu rosto e sorri ao vê-lo sorri. Beijei delicadamente em seu  rosto, e ele se mexeu um pouco.

Demi: Thuthuco. (sussurrei em seu ouvido e ele se remexeu) Ô thuthuco, acorda. (Ele resmungou algo) Amor da minha vida, hora de acorda.

Joe: Não quero. (A voz saiu abafada e eu ri)

Demi: Não tem que querer tem que acorda.

Joe: Não. (Ele se enterrou mais no travesseiro)

Demi: Deixa de ser criança. (Ele fez negativa com a cabeça, ainda com a cara enterrada no travesseiro) Vou te tratar que nem criança. (Ele fez o mesmo gesto e eu sorri maligna) Não vai colaborar.

Joe: Não. (Falou com a voz abafada)

Demi: Ok, então.

Levantei-me da cama peguei suas roupas jogadas no chão colocando jogada dentro de sua bolsa, pegando a mesma com a esquerda. Fui até a beirada da cama, segurei o lençol que cobria Joe e puxei, fazendo com que Joe se enlouquece e eu tivesse a visão de sua bunda redondinha e branca já que ele estava nu. Fiz uma trouxa com o lençol. Fui até a porta e abri a mesma.

Demi: Hey Joe. (Ele me olhou de soslaio) Não vai mesmo levantar? (Ele diz que não) Então apareça pra tomar café nu, porque eu já vou levar suas coisas pro carro. (Joe se levantou rapidamente, mas e não vi muita coisa pois sai do quarto fechando a porta, ouvi um baralho e um Joe nu abriu a porta)

Joe: Volte aqui Demetria, você não é louca.

Demi: Vamos ver, amorzinho.

Joe: Dei-me minha roupa. (Ele diz saindo do quarto, e duas senhoras aparecem no corredor)

Senhora1: Ai Meu Deus! (Joe tenta esconder suas partes intimas)

Senhora2: Tarado!

Senhora1: Eu tenho um sprey de pimenta, não se aproxime.

Como se ele fosse querer atacar pelancas – pensei comigo mesmo.

Joe: Se-se-se-nhora. (Ri do jeito embargado dele) n-n-não

Demi: Cuidado senhoras, ele é um tarado maníaco. (A expressão delas de horror me fez querer ri mas continuei com minha melhor cara de desespero) d

Joe: Demi. (Ele disse com raiva ou desespero, não entendi direito)

Senhora1: Como pode?

Senhora2: Dessa idade já aprontando todas.

Senhora1: Ele estava lhe assediando minha filha?(perguntou para mim. Eu fiz minha carinha de anjo caído e lhe respondi)

Demi: Há dias ele vem me perseguindo. (Joe me olhou incrédulo. Elas fizeram cara de horror e olharam com raiva para Joe)

Senhora1: Você vai ter o que merece mocinho. (Ela olhou para outra senhora) Segure minha bolsa Amy

E lhe entregou uma bolsa verde escandalosa. Alem disse tirou sua sandália todos olhavam atenciosos para ela, e então finalmente partiu para cima de Joe, como uma mãe perseguindo um filha travesso. Nessa hora percebi que se ele saísse vivo disso eu estaria muito ferrada.

 

SELENA ON

 

Quando cheguei ao hall do hotel vi uma cena nada convencional. Joe nu, ajoelhada com as mãos juntas parecendo que estava implorando por algo. Uma velha senhora de cerca de 60 anos com um chinelo na mão apontando para Joe. Demi com cara desesperada e chorosa tentava falar, e um outra senhora ria e aplaudia a cena, um pessoal do hotel só assistiam uns riam da cena. Me aproximei mais e conesgui ouvir.

Senhora1: Peça desculpas para ela, e diga que não ira mais fazer isso.

Demi: Mas ele...

Senhora1: Shh pare. (Disse para Demi) Ande diga.

Joe: Não vou dizer nada a essa ingrata. (Joe disse olhando com raiva para Demi)

            A cena a seguir foi um pouco forte. A senhora com seu chinelo nas mãos, bateu no rosto do Joe dos dois lados, fazendo todos gritarem “Oh”, a outra senhora ri e bater palmas mais fortes. E Demi praticamente chorar.

Senhora: Não diga isso a ela, seu tarado.

Joe: Não me bata mais porfavor (Sua voz era chorosa)

Senhora1: Então peça desculpa.

Joe: Não!

Foi firme, mas essa firmeza acabou quando foi espancado novamente pela velhinha. Outra expressão de “oh” saiu da boca de todos.

Vanessa: O que esta acontecendo aqui

Olhei para o lado e vi Vanessa, Miley e Noah sem saber o que estava acontecendo.

Selena: Olhem com seus próprios olhos

Me afastei para o lado para que eles pudessem olhar.

Miley: Espera ai, aquele é o Joe?

Vanessa: E nu?

Noah: Apanhando da velhinha?

Miley: O que ele fez? (Elas olharam para mim como se eu soubesse a resposta)

Selena: Também não sei cheguei agora a pouco.

David: E ai o que ta pegando.

Vanessa: Joe. (Vanessa apontou para o meio da confusão e David olhou para direção fazendo cara de confuso)

David: O que seguinifica aquilo.

Miley: Encrenca na certa.

David: Ótimo, tudo o que precisávamos.

Selena: Não é melhor acabarmos com a confusão antes que piore?

Vanessa: Com certeza. Miley fique com a Noah aqui.

Fomos nos enfiando nos meios das pessoas pedindo licença, ou simplesmente empurrando, quando finalmente conseguimos chegar perto, e Joe perceber nossa presença e nos olhar com cara de suplica, Demi nos viu e quase saiu correndo me abraçando chorosa.

Demi: A culpa é minha.

Vanessa: Porque sua?

David: Isso não importa, primeiro vamos acabar com essa confusão.

Dami: Não da, a velha parece obcecada.

Selena: Vamos tentar.

David foi se aproximando da senhora com cara cautelosa.

David: Senhora? (Ela não se mexeu) Senhora (Ele encostou sua mão no ombro dela) vamos nos sentar e conversar.

A mulher virou seu pescoço como uma exterminadora do futuro, e isso fez com que todos ali estremecesse, e  recuasse, menos David que congelou ali olhando para a senhora.

Senhora1: Você quer sentar e conversar (Com voz de desdém, me fazendo estremecer com o sentimento de estar em um filme de terror) Então vamos sentar e conversar. Amy, segure esse mocinho que quer defender esse tarado.

Amy sorriu e se aproximou.

Amy: Sim, Camila.

Amy se aproximou de David segurou ele, e praticamente o jogou ao lado de Joe.

 David: Ola amigo. (Joe o olhou de cara feia)

Joe: Ótima ajuda, amigo.

David: Além de tentar ajudar ainda reclama.

Joe: Claro não ajudou em nada, acha que vou ficar agradecido por nada.

David: Ingrato.

Joe e David engataram numa discussão e a platéia gargalhava alto.

Nick: O que ta pegando? (Disse preocupado chegando com Kevin)

Explique a eles então brevemente do acontecido.

Kevin: Vamos la.

Demi: Cuidado, aqueles velhinhas são os demônios.

Nick e Kevin foram até la perto,

Nick: O que vocês estão fazendo com nosso irmão e amigo?

Camila: Ele (apontou para Joe) é um tarado e ele (apontou para David) é defensor do tarado. E se vocês continuarem a nos perturbar, vou entender que vocês também defendem o tarado e terão o mesmo destino dele.

Kevin: Mas a senhora não pode fazer isso com nosso irmão, ele não é um tarado.

Amy: Esta defendendo o tarado.

Camila: Vocês estão me estressando

Nick: Não me interessa, largue Joe e David, agora.

Camila: Quem vai nos obrigar? Dois franguinhos que mal saíram do ovo. (Todos disseram “oh”)

Kevin: Esta nos chamando de franguinhos?

Camila: Não estou vendo mais ninguém que possa ocupar esses nomes?

Nick: A senhora não é uma velhinha agradável. (A forma como Nick disse quase me fez ri)

Miley: Ali estão eles senhores.

Uma Miley agarrada a Noah chegou, atrás dela estava uns 3 homens do hotel, e policiais.

Policial1: As senhoras de novo?

De novo? Como assim?

Amy: E o senhores de novo para nos atrapalhar.

Policial2: Desculpem o transtorno pessoal, mas essas são Amy e Camila, uma dupla de idosas que adora atormentar a vida das pessoas.

Camila: Hey eles que nos atormentaram.

Joe: Tenha a santa paciência.

Camila: Cala a boca. (E mais um estralo de tapa foi ouvido)

Joe: Me tiram daqui não agüento mais.

David: Daqui a pouco não vou mais responder pelos meus atos.

Policial:  Senhoras e senhores se controlam por favor. As senhoras poderiam nos acompanhar.

Amy: De novo para aquela delegacia, nunca.

Camila: Nos não vamos, e rapidamente apontou a sandália em direção para os policiais.

Policial2: Senhora, dessa forma podemos interpretar como atacado á autoridade.

A confusão que se alastrou foi inarrável. O que posso garantir é que vi senhoras atacando policiais, sandálias voando, gritaria, tapas e tudo mais que se possa imaginar.

 

SELENA OFF

 

NICK ON

 

Após o incidente no hotel, onde todos acabaram na confusão e na delegacia, resolvemos almoçar em um pequeno restaurante e de lá partimos para a oficina, e se Deus quiser esta tudo pronto para seguirmos viajem ainda hoje.

Quando chegamos lá, Olivia e Tobby estavam na frente da oficina e quando chegamos eles sorriam cordial como sempre.

Tobby: Como vão nossos turistas preferidos?

Demi: Indo. (Uma Demi desanimada disse)

Ela estava assim porque depois de toda confusão, Joe não estava falando com ela, já que ela pois ele nessa confusão.

Olivia: Nossa garota, que desanimo.

Demi: É a vida.

Helena: Nossa que cara horrível de vocês. (Ela disse chegando)

Selena: Problemas e mais problemas Helena.

Miley: Acabamos de vim de uma confusão, mas isso não interessa, o que realmente interessa é o carro.

Vanessa: Pois é, como ta o carro.      

Tobby: Esta prontíssimo.

            Todos fizeram cara de feliz, ninguém mais suportava ficar ali depois da confusão de hoje.

           Fomos até onde estava o carro, demos uma boa olhada, verificamos que estava tudo funcionando e testamos tudo. Agora é só pagar e se mandar.

Joe: E o valor como ficou?

          Tobby pegou uma folhinha e entregou ao Joe, que fez uma cara de espanto ao ver o que estava escrito. Joe passou a folhinha para Kevin que fez um “0” com a boca e todos que foram ver o valor fizeram a mesma coisa, inclusive eu.

Kevin: Precisamos conversar.

            Kevin falou e fomos até a rua e fizemos um circulo para que possamos conversar.

David: Se pagarmos esse valor absurdo não teremos dinheiro para pagar o hotel.

Nick: Mas se pagáramos o hotel como iremos ir embora.

Noah: A gente só para em confusão.

Selena: O que vamos fazer?

            Olhei para Kevin e vi que ele tava com uma cara pensativa, então depois ele sorriu triunfante e parecia que queria garagalhar.

Kevin: Tenho uma idéia. (Todos olharam esperançoso para ele) E se participarmos daquele concurso que Tyler no pub convidou?

Joe: Aquele que vale 500 mil? (Kevin fez que sim)

Kevin: Somos uma banda e temos música inédita.

Nick: Só temos um problema. (Tirei o papel que estava no bolso do meu casaco e o entreguei a Demi que estava ao meu lado)

Vanessa: Qual?

Nick: Tem que ser competida por um casal.

Demi: Ser mais especifica um casal de namorados. (Passou para Miley o papel)

Nick: E a música tem que ser como uma declaração de amor.

Miley: Sem problema eu escrevo a música e Demi e Joe cantam. (passou o papel para Vanessa)

Joe: Nem morto vou cantar com ela. (Demi fez cara triste)

Frank: Vocês são os únicos namorados.

Joe: Não canto. (Disse emburrado)

            Tentamos de tudo para convencer o Joe de que era a única maneira de conseguimos o dinheiro mas foi em vão.

David: Ótimo por causa dessa briguinha de vocês vamos ficar aqui até a eternidade.

Vanessa: Não se outras pessoas fingirem serem namorados e cantarem.

Noah: Mas quem...

Kevin: Miley e Nick.

Niley: O que?

Demi: Isso.

Miley: Fingir que somos namorados? (Kevin concordou com sorriso irônico. Isso parecia planejado)

Joe: É Miley, vocês componda vai sair mais rápido a musica e vocês já sabem a letra sem precisar ensaiar, perfeito.

            Eu em nenhum momento falei alguma coisa, ainda tava tentando entender, que eu teria que escrever uma música de declaração para Miley, porque ela supostamente é minha namorada e ainda compor junto a ela.

David: E ai vocês aceitam. (Eu e Miley nos entreolhamos)

Miley: Se for para tirarmos daqui eu aceito. (Todos sorriram e olharam para mim)

Nick: Aceito. (Todos aplaudiram e Noah pulou em meu pescoço)

Vanessa: Agora temos que escrever eles, temos até as 17 horas e já são 14:30.

Kevin: Vamos nos dividir, uma parte vai pro hotel e outra para o pub.

Joe: Eu, Kevin, David e Vanessa vamos para o pub, tudo bem? (Todos concordaram) E o resto vai para o hotel.

            Todos se encaminharam para seus destino, Demi e Miley iam conversando sobre como Joe estava sendo arrogante e criança. Selena estava quieta e isso já fazia um bom tempo.

            Quando chegamos no hotel todos param no hall menos Selena que continuou caminhando. E eu me virei para Miley, que olhava estranho para Selena que andava.

Nick: Podemos compor no meu quarto.

Miley: Pode ser.

Demi: Ok então vou cuidar dessas crianças gorduchas.

Frank: Não sou gorducho. (Disse emburrado)

Noah: Eu não sou gorducha, você é sim (Disse para Frank, que empurrou ela e quando ela ia revidar Demi entrou no meio)

Demi: Os dois são e vamos logo.

Miley: Boa sorte.

Demi: Para você também.

 

*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

 

Ola pessoas esse é o primeiro post de anos espero que gostem e que ainda tenha pessoas ai, me avisem se vocês ainda estão ai que eu explicarei tudo o que aconteceu nesses meses longe daqui.

Beijos

Peace&Love

publicado por tmendre às 00:00
Segunda-feira, 07 / 01 / 13

VERGONHA :s

Não sei se alguém ainda vem aqui, ou quer saber dessa minha fic, mas acho que tenho o dever de vim aqui, e de alguma forma tentar explicar para vocês o motivo da minha ausencia...

Bem... foi um ano complicado como previsto, conclui o ensino médio com apresentação de TCC, igual de faculdade... Tive muitas provas e trabalhos também... Tenho uma ONG, que vem crecendo e precisa de muito cuidado... Tenho que ir a eventos nada legais se querem saber... Não trabalho, mas em compensação sempre ajudo minha mãe com os desfiles, meu pai nas fotografias, e agora ando ajudando meu namorado no estudio...

Se vocês querem saber, minha vida é bem complicada e tumultuada, perguntem a Leeh né haushaus'... Mas eu gosto e é legal...

Eu quero continuar essa história, mas seria bem legal se algum ser vivo que ainda queira le, de um sinal de vida...

SERIA MUITO IMPORTANTE...

Beijos no coração de vocês e espero a resposta...

Obrigada e claro, mil desculpas por isso...

 

Xoxo

publicado por tmendre às 21:02
Sexta-feira, 27 / 07 / 12

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 5

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 5

DANE-SE!!

 

MILEY ON

 

Selena: Você tem certeza que não quer ir? (Selena dizia enquanto terminava de colocar sua sandalha)

Miley: Absoluta. Alguém tem que ficar com as crianças.

Selena: Eu sei. Mas se você quiser eu posso ficar com você.

Miley: Não Selena, esta tudo bem. Pode curtir sua noite. (Falei forçando um sorriso.  Nessa hora tres batidas na porta me faz sobresaltar. Selena vai até a porta e a abre. Vanessa e Noah entram)

Selena: Estou quase pronta. (Selena vai ao banheiro)

Vanessa: Tem certeza que não quer ir? Eu posso...

Miley: Tenho Vanessa. (Digo enterrando minha cara no travesseiro. Mas tres batidas são ouvidas e Vanessa vai abri a porta)

Kevin: Viemos trazer o Frankie.

Frank: Hey Noah eu trouxe guitar hero para jogarmos.

Kevin: O que deu nela?  (Aposto que ele estava falando de mim)

Nick: Ela é estranha Kevin. (Nick fala. Espera ai! Nick? O que ele faz aqui?)

Miley: O que esse ser faz aqui? (Digo me levantando e jogando o travesseiro em sua direção)

Nick: Vim trazer o Frank.

Miley KEVIN poderia ter trazido ele sozinho.

Nick: Mas EU quis vim.

Miley: Pra me atormentar!

Nick: O mundo não gira em torno de você!

Miley: Que bom que você sabe. Quem sabe assim você não ache outra para atormentar e ME ESQUECE.

Nick: É isso que você quer? (Ele se aproxima de mim. Nessa hora Selena já havia saido do banheiro e todos naqueles quarto nos olhavam atonitos)

Miley: É meu maior desejo.

Nick: Parabéns. Você acaba de fazer seu desejo se realizar.

Miley: Ótimo. (mentira! Não tava nada ótimo)

Kevin: Que tal pararmos com esse papo estranho e irmos.

Nick: Com certeza.  Essa noite vai ser tudo de bom. (Nick diz me olhando e caminhando para a porta e logo sendo seguido pelo pessoal)

Vanessa: Qualquer coisa liga. (Ela diz antes de fechar a porta)

Me jogo na cama abafando o grito com o travesseiro.

Noah:  Esta tudo bem Miley?

Olho para o lado dando de cara com Noah e Frank me olhando com preocupação.

Miley: Vai ficar. (Os garanti logo fechando os olhos.)

 

MILEY OFF

 

JOE ON

 

Estava abracado a Demi, esperando o resto do pessoal quando avisto eles.
Kevin: voces tem que pararem de ser tratar assim (Dizia exaltado)
Selena: Eu pensei que iam se atacar la. (Eu e Demi nos encaremos tentando entender sobre o que eles falavam)
Vanessa: Até quando vao ficar nessa merda?
Nick: Até a sua irma parar de ser tao complicada. (Ahh claro so poderiam ter falado da Miley)
Vanessa: Voce tambem nao fica para tras querido. (Vanessa sorri sinica)
Demi: Do que tanto falam? (Demi pergunta assim que todos chegam a nossa frente)
Selena: O Nick e a Miley discutiram de novo.
Joe: Voces nao cansam nao? (Perguntei a Nick)
Nick: Para falar a verdade, quem esta me cansando sao voces. Eu nao quero mais falar sobre isso, quero apenas curtir essa noite. (E começa a caminhar logo nós o seguimos. Demi vai para perto de Selena e Vanessa falando sobre roupa e eu vou para perto dos rapazes)
Joe: Vai pegar a Helena? (Pergunto a Nick. Vejo Nick sorri malicioso)
Nick: O que te faz pensar isso?
David: Todo mundo percebeu a forma como ela te olha. E ela é gostosa. (Sorriso malicioso tambem)
Nick: Talvez eu pegue. Se nao aparecer ninguem melhor.
Joe: Só cuidado para o pai dela nao descubrir né.
Nick: Relaxa cara. Voce esta falando com um especialista

Kevin: Especialista de se ferrar né. (Rimos, enquanto Nick fazia careta. Caminhamos mais um tempo até darmos de cara com Agenor junto a uma garotinha)
Agenor: E aii pessoal. (Todos o comprimentaram)
Selena: Onde voce vai?
Agenor: Levar minha irma para a casa da Dona Vivi. Todas as quintas é o dia de contos de historia.

Demi: Interessante (Olhei para minha namorada e percebi que ela etava pensando em algo)
Kevin: E como é o nome dela?
Agenor: Cathlen.
Demi: Hmm sabe que eu tava pensando?! Da Vanessa levar Noah e Frank. (Ela coloca uma mao no ombro de Vanessa)
Vanessa: Demi! É claro que nao pode.
Agenor: Mas é claro que pode. (Agenor sorri e Demi sorri triunfal)
Demi: Certo. Agora Vanessa, vai la e pega as criancas.
Vanessa: Ok. (Vanessa se vira para ir de volta ao hotel)
Agenor: Eu acompanho voce.
(Diz sorrindo encantador e fazendo Vanessa corar. Logo eles se afastam)
Demi: Diz ai. Eu sou um genio.

 

JOE OFF

 

MILEY ON

 

            Ouvi tres batidas na porta, mas não me importei em abri, pois vi Noah levantar para abrir a mesma.

Noah: Por que você voltou Vanessa? (Não me importei em levantar meu rosto do travesseiro pois seja lá o que ela tenha vindo fazer ali, não mudaria meus planos de ficar com a cebça enterrada no travesseiro)

Vanessa: Mudança de plano pessoal? (Desde que não mude os meus)

Frank: Que mudança?

Vanessa: Vou levar vocês para uma sessão de leitura. (Espero que o vocês não me inclue)

Frank: Leituta é?! (Frank pareceu não gostar da idéia)

Noah: Vão contar histórias de princesa?

Vanessa: Acho que sim.

Noah: Eba.

Frank: Eu não vou. (Disse emburrado e me segurei para não ri)

Noah: Ahh você vai sim.

Frank: Não quero ficar ouvindo histórias de mininha.

Vanessa: Não vai ser só história de maninha.

Frank: Vai ter de macho?! (Me segurei para não gargalhar. Desde quando você é macho Frank?)

Vanessa: Claro.

Frank: Certeza?

Vanessa: Toda.

Frank: Então eu vou.

Vanessa: Certo. Hmmm, Miley?

Miley: Hm? (Resmunguei sem tirar o rosto do travesseiro)

Vanessa: Não vou te deixar sozinha nesse estado.

Miley: Tu nao vai querer que eu va para uma sessao de leitura né (Perguntei encarandoa-a e lavantando uma sobrancelha)
Vanessa: Nao necessariamente. Voce pode ir ao pub ou seja la onde iriamos com o pessoal.
Miley: Dispenso. (Voltei a enterrar minha cabeca no travesseiro)
Vanessa: Nao vou deixar voce sozinha nesse estado.
Miley: Que estado? (Perguntei curiosa encarando-a)
Vanessa: Melodramatico.
Miley: Que? (Respirou fundo sentando-se ao meu lado)
Vanessa: Sei que voce ta ai jogada pela discussao com Nick (Eu ia tentar argumentar mas ela nao deixou) e nao adianta dizer que nao. Voce pode enganar as pessoas que nao sabem de toda história, mas a mim nao.
Miley: Voce tambem nao sabe toda historia (Disse emburrada encostando-me na cabeceira da cama)
Vanessa: Conte-me?
Miley: Nao vale a pena.
Vanessa: Entao o que eu sei é a parte que vale a pena (Vi um sorriso sujestivo aparecer)
Miley: É a parte que voce precisa saber.
Vanessa: Nao complica as coisas Miley.

Miley: Porque todo mundo diz que eu complico?
Vanessa: Porque voce complica (Bufei)
Miley: Nao complico nao e fim de papo eu nao vou e ponto final.
Vanessa: Nao tem essa, voce vai.
Miley: Voce nao manda em mim.
Vanessa: Eu sou a responsavel por voce entao eu mando sim.
Miley: Nao!
Vanessa: Isso nao é uma discussao. Eu mando e voce obedece.
Miley: Haha ta achando que é quem.
Vanessa: Sua irma mais velha. Agora anda levanta a bunda dai. (Bufei indignada)

Miley: Eu vou. Mas que fique registradado que é porque eu quero. (Levantei-me e Vanessa riu)

Vanessa: Claro. E amanhã eu vou tomar chá com a rainha da inglaterra. Abaixa a crista guria.

Miley: Não sou galinha para ter crista.

Vanessa: E nem rainha para ter coroa, então ande.(Bufei e acompanhei ela. Pelo caminho ela me contou sobre o Agenor. Acho que hoje minha irmã desencalha.)

 

MILEY OFF

 

KEVIN ON

 

Assim que chegamos ao pub avistamos Helena acompanhada de duas garotas e dois rapazes. Caminhamos até lá e a comprimentamos.

Helena: Ola pessoal esses são meus amigos. Victoria (apontou para uma garota com de cabelos e olhos escuros, que vestia uma bula brilhante e uma calça jeans) Chris (apontou para um garoto de cabelo escuro e curto usando uma bulusa branca com uma xadres por cima) Jack (Apontou para um garoto com o cabelo maior e olhos azuis blusa cinza com capuz) e Kelly (Apontou para um garota com cabelos cor de mel que iam até o ombro em forma de cascatas e olhos verdes, que eusava uma blusa branca com um desenho abstrato e short preto) E amigos esses são David, Kevin, Joe, Demi, Selena e Nick. (Nos cumprimentamos) Hmmm, acho que esta faltando gente por aqui.

Demi: Vanessaa e Miley não vão vim.

Helena: Mas porque?

Demi: Por conta das crianças.

Helena: Hmm. Mas e ai vão ficarem em pé ou vão sentar. (Assentimos e nos sentamos)

Começamos a conversar enquanto assistiamos a algumas pessoas subirem no polco para cantarem no karaoke.

Helena: Hora do show meninas. (Disse levantando-se com Victoria e Kelly)

Kevin: O que elas vão fazer? (Perguntei a Chris)

Chris: Elas sempre ensaiam alguma música e apresentam.

Kevin: Hmm.

As garotos subiram no palco logo depois de ser apresentadas.

 

 

 

Oh baby, baby (3x)

Como eu ia saber (Elas começaram a dançar bem sensuais e coreografadas)

Que algo não estava bem aqui

Oh baby, baby

Eu não devia ter deixado você ir

E agora você está fora de vista, sim

Mostre-me, como você quer que seja

Me diga, baby, porque eu preciso saber agora,

Ooh, porque

 

REFRÃO:

Minha solidão está me matando (e eu)

Devo confessar, eu ainda acredito (ainda acredito)

Quando não estou com você eu perco minha mente

Me dê um sinal

Venha para mim, baby, mais uma vez

 

Oh baby, baby (Helena desceu dos palco, e começou a dançar andando pelas mesas)

A razão que eu respiro é você (eu)

Garoto você me cegou

Oh lindo baby

Não há nada que eu não faria

Essa não é a maneira que eu planejei

Mostre-me, como você quer que seja (Ela chegou em nossa mesa parando ali)

Diga-me baby, pois eu preciso saber agora

Ooh, porque

 

REFRÃO:

Minha solidão está me matando (e eu) (Ela começou a dançar de frente para Nick)

Devo confessar, eu ainda acredito (ainda acredito)

Quando não estou com você eu perco minha mente

Me dê um sinal

Venha para mim, baby, mais uma vez

 

Oh baby, baby (3x) (Ela foi para tras de Nick passando a mão pelo peito dele que ficava exposto pela blusa xadres de botão que ele usava)

Como eu ia saber (Ela fica de frente novamente para ele o puxando para ficar de pé, enquanto cantava com todo seu corpo colado ao dele e tocava com a mão livre toda a extensão de seu corpo)

Oh linda baby, eu não deveria ter deixado você ir

Devo confessar que minha solidão (Ela começa dançar colada a ele, ou melhor se esfregar, Nick apenas ficou parado olhando como se aquilo não estivesse acontecendo)

Agora está me matando

Você não sabe que eu ainda acredito

Que você estará aqui

E me dê um sinal

Venha para mim, baby, mais uma vez (Ela o segura pela camisa o puxando mais para ele /se é que isso é mais possivel)

 

REFRÃO 2x:

Minha solidão está me matando (e eu) (Ela o puxa para o palco, enquanto suas amigas colocam uma cadeira no meio dele)

Devo confessar, eu ainda acredito (ainda acredito) (Ela o senta na cadeira e logo começa a dançar o provocando)

Quando não estou com você eu perco minha mente

Me dê um sinal

Venha para mim, baby, mais uma vez (No final ela o puxa novamente colando seus corpos, quase o beijando, Nick ainda continuava com a expressão vazia)

 

Aplausos foram ouvidos.

Selena&Xx: Vadia. (Ouvi Selena e uma voz conhecida logo atras de mim. Todos se viraram para tras dando de cara com Miley com uma expressão nada agrdavel olhando para o palco aonda Nick e Helena continuavam conversando. Somente depois de eu pigarrear ela se deu conta de que estavamos a observando. Ergui uma sombrancelha)

Miley: Hmm... Vocês... vocês não concordam?! (Ela perguntou atraapalhada) Porque para mim quem dança ou melhor se esfrega desse geito é vadia.

Selena: Concordo.

Joe: E o que você faz aqui?

Miley: Também estou feliz de estar aqui, Joe. (Ela diz sarcastica sentando-se ao meu lado)

Joe: Ainn foi mal, bebe. (Ele diz fazendo bico e Miley revira os olhos)

Miley: Sem comentarios para o bebe, e... Eu estou aqui obrigada.

Demi: Por que?

Miley: Vanessa mão queria me deixar sozinha.

Joe: Awn, bebe (Diz fazendo cara fofa e Miley estreita os olhos)

Miley: Se me chamar de bebe de novo eu não respondo por meus atos.

Joe: Uhh o bebe ta revoltado. O que vai fazer? Jogar a frauda em mim. (Todos rimos)

Miley: Agora você vai ver senhor Joe. (Ela se joga em cima da mesa tentando alcançar Joe e derrubando tudo que estava em cima, chamando a atenção de todos)

Joe: Que revoltada! (Joe se levanta e eu seguro ela pela cintura)

Miley: Me larga!

Kevin: Não! (Eu disse rindo)

Joe: Eu vou pra lá pra não ser atacado. (Joe diz com voz feminina e sai dali fazendo nos rimos mais)

Miley: Isso foge bebezão. Depois eu que sou o bebe né. (Rimos mais quando Joe se vira e mostra a lingua e sai rebolando. GAY)

Selena: Iii mana, seu namorado virou gay. (Rimos)

Demi: Miley, se eu perder meu namorado porque ele virou gay, vou lhe culpar para o resto da sua vida.

Miley: Eu não fiz nada. (Miley diz levantando a mão como se fosse inocente enquanto voltava a se sentar e rimos mais ainda. Mas a sessão riso para quando Nick aparece com Helena e suas amigas)

Nick: O que estava havendo aqui? (Nick pergunta sentando-se)

David: Nada que seja tão interessante do que essa apresentação de Helena. Nossa foi... Nossa. (Rimos)

Helena: Obrigada. (Diz sorrindo de relance vi Miley e Nick se encarando como se de alguma forma estivessem se comunicando, estranho isso) Pensei que não viesse Miley. (Talvez eu não tivesse sido o unico a perceber isso, porque a cara de |Helena digamos que esteja acusatória. Principalmente com o sorriso sinico em seus labios)

Miley: Mudanças de planos.  (Sorriu sinica também)

Helena: Posso saber o motivo? (Miley a olhou incrédula erguendo as sobrancelhas)

Miley: Eu acho que não te devo explicação não é. E muito menos que isso lhe interesse. (Vi de relances quase todos segurarem o riso)

Helena: Talvez me interesse.

Miley: Mesmo que interesse, eu não lhe devo explicações. (Miley diz se levantando) Mas (Miley pareceu pensar e encarou Helena) pode ter certeza que minha escolha de vim aqui não vai atrapalhar em nada. Pode curti sua noite. (Miley diz dando uma olhada para Nick e saindo dali)

Nick ficou rigido. Helena com cara mal humorada. Demi analisava a situação e Selena olhava desconfiada Miley saindo dali. Tive a impressão que Selena estava desconfiada de algo.

 

KEVIN OFF

 

NICK ON

 

Sabe quando uma frase fica ecoando em sua cabeça?! Era assim que estava acontecendo comigo. Aquelas ultimas palavras da Miley ficaram na minha cabeça: Pode curti sua noite. Eu quero curti a noite? Quero. Mas com alguma garota que não seja ela? Não. Tive a prova quando Helena me provocou. Se eu gostei? Apenas duas palavras pra vocês: Sou homem. Se eu agarraria ela? Se fosse em outros tempos sim, mas agora minha cabeça gira em torno de outra pessoa 24 horas por dia. Não conseguiria. Não enquanto essa palhaçada não acabar.

Seria mais facil se eu soubesse que ela não corresponderia meus sentimentos e desejos. Mas EU SEI. Sei que ela quer ficar comigo também. Mas algo a impede. Ou melhor dizendo, ela mesmo se impede, inventando mais e mais motivos para tentar se afastar de mim. Isso cansa e sou capaz de desistir por cansasso. Nunca me arrastei por ninguém, mas por ela eu fiz de tudo. Claro que tivemos nosso passado cheio de discussões sem sentidos, mas e depois?! Acho que já demontrei meus sentimentos por ela muitas vezes, o que é uma coisa que eu nunca fiz. Acho que me arrependo... não, eu não me arrependo.

Helena: Nick! (Helena berra me tirando do momento reflexão. Vi que todos me encaravam) Estou te chamando a um... (Levantei-me da mesa e todos me olharam confuso) Onde você vai?

Nick: Não interessa. ( A fitei) Mesmo que interesse, eu não lhe devo explicações (Falei as mesma palavras de Miley e sai dali vendo todos me encarando estranho)

Ignorei a todos e segui para a saida. Vi que foi esse o caminho que Miley seguio. E acertei pois logo que cheguei a porta a avistei sentada na escada com uma garrafa de cerveja na mão e encarando a lua. Fiquei um tempo apenas observando, e todo o tempo que fiquei ali eu vi que ela não tocou na cerveja. Respirei fundo e caminhei até lá. Hora da ultima chance. Sentei ao seu lado e ela respirou fundo sem me olhar. Acho que ele percebeu que era eu.

Nick: Se você não tomar a cerveja, ela vai esquentar. (Ela esticou a garrafada quase batendo na minha cara)

Miley: Fique pra você então. (Ela diz ainda sem me olhar, e eu pego a garrafa)

Nick: Você tem uma certa tara pela lua não é.

Miley: E você tem uma certa tara por me atormentar não é.

Nick: Na verdade eu tenho é tara por outra coisa. (Eu disse sorrindo de canto e ela me olha com uma sobrancelha erguida e depois volta a olhar para lua mechando sua cabeça negativamente, mas eu vi o sorrisinho brotando, o que me fez sorri)

Miley: O que esta fazendo aqui fora? Por que não volta lá para a Helena? (Ela diz com uma voz de desgosta ao pronunciar o nome da Helena)

Nick: Estou ficando cansado.

Miley: Da Helena? (Ela me encara)

Nick: Não. De você. (Ela estreita os olhos e os vi ir de tristeza a raiva)

Miley: Ótimo! Por que eu tam...

Nick: Não! (Eu seguro suas mãos) Não estou cansado de você. Estou cansado da situação que estamos. 

Miley: Não há nenhuma situação. (Ela puxa sua mão logo se levantando.)

Nick: Não?! (Eu perguntei rindo sarcastico, me levantando também) Então como você explica tudo isso. (Eu gesticulei com as mãos)

Miley: Isso o que exatamente? (Ela pergunta se afastando de mim)

Nick: Nós. (Eu digo me aproximando dela enquanto ela recua)

Miley: Não tem nós.

Nick: Tem razão. Por que esse é o problema. Não tem nós.

Miley: E-e-e porque esse é o problema? (Ela gagueja quando ela se ve encurralada)

Nick: Porque eu quero que tenha nós. Você quer que tenha nós. Nós queremos que tenha nós. (Eu digo colando meu corpo ao dela. Colocando minhas mãos em sua cintura)

Miley: Vo-vo-você não pode dizer o que eu quero.

Nick: Mas eu posso sentir o quanto seu corpo se arrepia com meu toque. (Eu passo levemente meus dedos pelo seu braço o vendo se arrepiar) O quanto você se entorpece pelo meu perfume assim como eu fico com o seu (Eu afundo meu rosto na curva de pescoço passando meu nariz levemente por ali, vendo como sua cabeça já se jogava para o lado para me dar total acesso ao local e sorri com isso, beijando levemente seu pescoça e sentindo sua mão apertar meu braço) Sei que você esta sedenta para que nos beijasse agora. (Digo roçando nossos labios e assintindo-a fechar seus olhos. Fiquei com uma vontade louca de beija-la, mas me aguentei firme) Mas isso não vai acontecer. (Ela abre os olhos rapidamente enquanto eu me afasto dela), não enquanto não se descedi o que quer. Cansei desses joguinhos. Por mais que eu queira lhe beijar agora. (Olhei pros labios delas entreabertos e o desejo subiu mais) Oo como quero. Mas não. (Encarei seus olhos) Isso não vai acontecer. Esta na hora de você descidi, eu não posso fazer isso por você. Só espero que não demore.

Sai dali deixando-a com a cara mais confusa que já a vi. Fiquei com vontade de voltar e fazer tudo o que meu corpo clamava. Mas vou ser forte e aguentar, mas pra isso preciso de bebida.

 

NICK OFF

MILEY ON

 

Fiquei parada apenas absorvendo o que acabou de acontecer.

Primeiro: eu estava tremendo de desejo por ele e isso me deixou com raiva e frustrada.

Segundo: eu estava entregue a ele, mas ele não fez nada. Nada além de me provocar.

Terceiro: ele disse que estava cansado dos joguinhos. Mas quem estava jogando?

Quarto: ele disse que o beijo não ia acontecer até que eu descedisse. E eu ia descedir?

Então minha mente parou e flaahbacks começaram a aparecer.

 

Nosso primeiro contato sem briga:

 

Miley: Dança comigo?! Por favor, é a única coisa que te peço. (Eu disse piscando os olhos varias vezes).

Nick: Ok, só não faça mais isso.

Eu sorri e realmente aquilo era importante para mim. Ele chegou perto de mim e colocou sua mão na minha cintura e eu rodiei meus braços em seu pescoço. Ficamos ali dançando até que pingos de chuva começarem a cair, no começo não ligamos. Mas a chuva aumentou fazendo todos ali correr, menos nós que parecia que não estava acontecendo nada.

 

(...)

 

Nosso primeiro beijo:

 

Nós rimos, mas derrepente paremos e ficamos nos olhando. Ele pegou minha mão e me fez aproximar mais dele. Nossa respiração estava ofegante. Sem dizer nem uma palavra ele colocou sua mão em minha nuca, e arrastou minha cabeça fazendo com que nossos lábios ficassem muito próximos, acho que só uma formiga era capaz de passar entra nós 0.o. Sem nem ao menos pensarmos, nos beijamos, calmo e arrepiante. E eu inconscientemente passei minha mão em seus cabelos, que por sinal eram macios, enquanto ele tinha uma mão em minha nuca e a outra, que antes estava com o guarda chuva, estava em minha cintura.

 

(...)

 

 

Nick: Por quê?! Você não acredita que as pessoas podem mudar?! (Falou olhando bem nos meus olhos).

Miley: Até que me provem ao contrario, não.

 

 MUDAR?! Séra que ele havia mudado. Lembrei-me do que varias momentos que ele me mostrou ter mudado e que os outros falaram também:

                        

Nessa: Miley, Miley. Não fujas do óbvio.

Miley: Que óbvio?! (Disse me levantando um pouco).

Nessa: Que você esta afim do Nick.

Miley: Q-q-q-que eu o que?! (Boa, fiquei gaga, se eu não me curar culpem a Nessa).

Nessa: Que você gosta dele, que você só pensa nele e no beijo que vocês deram, que você quer ficar perto dele, sentir o cheiro, tocar a pele, acariciar os cachos, que você quer pegar ele pelo colarinho da blusa e tasca o maior beijão, subi as escadas se beijando até o quarto e...

Miley: VANESSA.

Nessa: Pensou besteira né, eu ia dizer “e estudar”.

Miley: Sei ¬¬’

Nessa: Isso não vem ao caso, o importante é que você pense nisso.

Miley: Eu não tenho o que pensar, eu o odeio.

Nessa: Você sabe que não o odeia.

 

(...)

 

Nessa: E a propósito, Nick se trancou no quarto depois que você saiu, Kevin foi falar com ele, mas quando desceu não disse quase nada.

Miley: E o que eu tenho haver com isso?! (Fingi indiferença).

Nessa: Tudo esta na cara que ele ficou mal por vocês terem brigado.

 

(...)

 

 

 

Miley: O que há de irônico em escrever uma música que diz pra viver como se não houvesse amanhã?!

Kevin: É irônico quando a pessoa que a escreve, esta tentando esconder seu sentimento. E não vive o hoje e agora, vive a espera do amanhã, pra ver se todos os sentimentos se esvaiam. Mas lhe devo informar que seria melhor se você vivesse de acordo com a música, como se não houvesse amanhã.

 

 (...)

 

Miley: Foi... foi só um beijo. E... e juro que não queria.

Maria: Não queria?! Pela forma como se olhavam e a intensidade do beijo, demonstrava que eram mais do que dois adolescentes com os hormônios a flor da pele, loucos pra se beijarem. Havia um sentimento ali, eu vi, e estou sentindo a forma como você esta tentando ocultar isso, talvez até pra si mesma.

E mais uma vez me rendi, se não basta levar sermões da Vanessa e até de Kevin, estou levando sermão da mãe das minhas amigas, e uma delas é a fim de Nick.

Miley: Talvez a senhora possa estar certa ou talvez não. Como à senhora mesmo disse. Nick é um pegador.

Maria: Talvez. Mas Demi me contou que ele anda mudado. E você não acha estranho essa mudança justamente quando você começou a andar com eles?!

Senti meu coração acelerar e novamente fiquei parada sem nenhuma reação só me lembrando de que parte do que ela disse é verdade, não vi mais Nick bancando o pegador como antes, ele mudou, mas será por mim?! Acredito que não, ele apenas obteve juízo.

Miley: Acredito que a mudança não tem relação comigo.

Maria: Será?! (Ela disse levantando a sobrancelha. Suspirei e coloquei as mãos na minha cabeça me rendendo)

 

(...)

 

Miley: Pra você todas as garotas te querem e por incrível que paressa você consegue todas.

Nick: Eu discordo dessa teoria também. Aprendi que as vezas a que queremos nem sempre nos quer, ou finge que não quer. Tanto faz, só quero que saiba que é difícil querer uma coisa que eu não tenho. Eu fico perdido, com duvida e mais duvida, perdido em um grande dilema. Eu sempre tive tudo que desejei, mas agora eu já não sei o quero.

 

(...)

 

Nick: Não, ela não vai inventar isso. Ela sabe que se eu tivesse uma namorada eu seria fiel.

Miley: Sério?! (Virei-me pra ele incrédulo).

Nick: Claro Miley. Eu nunca menti pra nenhuma garota. Eu nunca prometi ficar com elas pra sempre. Era apenas... você sabe. Não por eu não conseguir ser fiel. E sim porque eu não quero... compromisso. (Ele disse pensativo). Se eu tivesse uma namorada eu seria fiel a ela.

 

(...)

 

Frank: Se vocês querem que acreditemos nisso, seria bom atuarem melhor. (Ele deu uma dentada em seu pastel, e eu e Nick nos entreolhamos).

 

(...)

 

Nick: Dança comigo?! (Ele disse utilizando as mesmas palavras que eu disse na noite do jogo)

Miley: O que mas...

Nick: Eu sei que essa é sua música favorita. (Eu o olho sem entender. E ele revira os olhos) Anda logo a música vai acabar. (Eu pego sua mão e levanta-mo)

Miley: Cade a Nelly?! (Eu pergunto parando na pista de dança virando-me pra ele)

Nick: Ela estava com abstinencia sexual e eu não queria resolver o problema dela. Seguro minha cintura, e começamos a dança no timo da música.

Miley: Porque?!

Nick: Não estou afim. (Deu de ombro. E eu respira fundo)

 

(...)

 

Nick: Mas aposto que ele não proporciona nem a metade das sensações que eu proporciono com apenas um toque. (Ele afroxa meu braço e o acareceia, deixando aquela sensação que somento o toque dele é capaz de proporcionar) Ou com isso.

Ele leva as mãos a minha nuca, e puxa delicadamente até roça nossos lábios e eu não resistir mais, fechei meus olhos embriagada com aquela sensação.

Nick: Ele não é capaz de fazer você fechar os olhos e se arrepia, com apenas o roça dos nossos labios.

Ele sussurra em minha boca e finalmente me beija e eu não sou forte, eu sou fraca, ELE me deixa fraca, então retribui, me entreguei aquele beijo que faz as boborletas no meu estomogo saírem voando. Então ele para e se afasta de mim.

Nick: Não adianta nega isso. (Ele sorri torto e sai dali, me deixando estática.

 

(...)

 

Nelly: O problema querida, não é você estar com ele. Ou te estado com ele. O problema aqui, é a forma como se olham, como se comportam quando estão juntos. Como ele vem estado estranho desde que começou a se aproximar de você. E devo dizer nem sei por quê.

 

(...)

 

Mark: Ual Nick esta diferente

Miley: Como? (Desviei meus olhos de Nick que se encaminhava para o banheiro e olhei para Mark)

Mark: Faz um bom tempo que Nick não aparece por aqui. E agora aparece com você, com um brilhos nos olhos e um sorriso enorme. Fico feliz que ele tenha encontrando alguém.

Miley: Se esta pensando que somos namorados está enganado.

Mark: Podem não ser namorados mas tem sentimentos fortes rolando entre vocês.

Miley: Claro que não.

Mark: Nossa quem ve você pode jurar que são namorados.

Miley: Mas não somos.

Mark: Estão em algum tipo de relacionamento?

Miley: Nada além de amizade.

Mark: Mas não é isso que vocês querem. É palpavel toda a tensão que ar entre vocês.

Miley: Não! E você sabe como Nick é.

Mark: Eu sei quem Nick era e posso ver como ele esta agora. Ele gosta de você, da de em seus olhos e no modo como se preocupou com você. Nick não é do tipo de cara que se relaciona, mas isso não significa que ele não queira isso com você. Ele só precisa se acostumar com a idéia. (Ele coloca uma garrafa de agua para mim)

Miley: Não quero namorar com ele.

Mark: Quer sim. Da pra perceber como voce olha para ele. Nossa sério, os sentimentos de vocês da de sentir de longe.

Miley: Você esta enganado.

Mark: Não estou. Vai por mim. Vocês vão acabar percebendo que se gostam. Vão ficar juntos. E ainda vão me chamar para o casamento. (Ele pisca para mim. Saindo logo dai me deixando em choque. CASAMENTO?)

 

(...)

 

Depois da discusão silenciosa com Kevin durante o nosso lanche, resolvermos conversar e saimos da mesa discretamente.

Kevin: O que houve entre você e o Nick hein?

Miley: A unica coisa que você precisa saber é que o odeio.

Kevin: Não. E você sabe disso. Vocês são é duas crianças teimosas e birrentas.

Miley: Ele é que é um idiota.

Kevin: E você também

Miley: Hey.

Kevin: Só estou dizendo a verdade. Vocês querem ficar juntos e ficam nesses joguinhos de vamos-nos-pegar-e-depois-fingir-que-nos-odiamos-mesmo-nos-sabendo-que-não. Vocês tem é quer crescer e encarar o fato que vocês nutrem sentimentos um pelo outro. ISSO É UM FATO, MILEY, FATO.

 

(...)

Olivia: Mesmo assim, é melhor prevenirmos. (A mulher era tão... encantadora que era impossível dizer não. Assenti começamos a andar. Mas ela logo parou de andar percebendo que Nick não nos acompanhava) Seu namorado não vai nos acompanhar?(Engasguei com suas palavras. Olhei para a Helena que estava séria esperando uma resposta)

Miley: Err... Quem? Nick?

Olivia: E tens outro? (Ela diz gracejando)

Miley: Na verdade, não tenho nenhum. Não somos namorados (Vi um sorriso se formar nos lábios de Helena. E fiquei a tentada a gritar pra ela ficar longe dele porque ele é meu, SOMENTE MEU).

Olivia: Sério? Vocês formam um belo casal. (Minhas bochechas esquentaram)

 

(...)

 

Miley: Você não é psicóloga.

Vanessa: Mas sou sua irmã. (Dei de ombro querendo acabar logo com isso) Miley, nunca me meti em sua vida, principalmente quando o assunto é garotos, mas dessa vez você esta sofrendo, e muito mais do que quando você teve que terminar com o Lucas porque ia se mudar. Você se lembra, que chegou triste lá em casa e disse que queria fugir de volta pro Teneesse por causa do Lucas, mas não deu um mês e você havia o esquecido, mas agora, eu sinto que não é tão fácil assim.

Miley: Não estou entendendo o porquê o assunto se voltou para garotos.

Vanessa: Você esta. Eu percebi a um tempo o porque de você esta assim, ou melhor por quem você esta assim.

Miley: Vo-vo-você esta enganada! (explodi me levantando) Não tem nada de “por quem”

Vanessa: Claro que tem, e você sabe muito bem. E ele também não esta bem, o que isso justifica seus comportamentos errados nesses dias.

Miley: Não sei por que você esta colocando Nick nessa história.

Vanessa: E eu toquei em nome Nick? (Ela perguntou com um sorriso divertido)

 

O jeito como ele sempre esta comigo quando eu preciso:

 

Nick: Fica tranquila. (Ele afundou seu rosto em meu cabelo e depois roçou sua boca em meu ouvido sussurrando) Não vou deixar nada te acontecer. (Seus lábios tocaram minhas bochechas e depois foram pra minhas testas, onde deslizaram até a ponta do meu nariz, que me fez da um sorrisinho. Encostou nossas testas e olhou bem nos fundos dos meus olhos, com aqueles olhos que parecia uma piscina me chamando pra mergulhar) Nunca. (Ele disse com sua boca muito perto da minha. Fazendo-me arrepiar toda. Não sei se pelas palavras proferida, se pelo a proximidade, o toque de sua mão na minha nuca, seu hálito, sua respiração tão ofegante quanto a minha, ou pelo seus olhos vidrados ao meu. Quer saber, é o conjunto disso tudo.) Eu sou um idiota. (Ele diz roçando sua boca na minha. Me fazendo delirar) Eu sou um completa idiota. (Ele diz e mordisca meu lábio inferior).

Miley: Eu não acho. (Sorrio colocando minhas mãos em seu perfeito cabelo cacheado).

Nick: Não?! (Ele sorri me puxando para mais perto, praticamente me colocando em seu colo. E eu faço que não com a cabeça). Você faz idéia do quanto eu desejo seus lábios?!

Miley: Se for o quanto eu desejo o seu, eu sei.

Eu disse sorrindo e ele também, enquanto passa o polegar pela maçã do meu rosto. Assim que a trilha que seu polegar faz, vai pra minha nuca ele me puxa para um beijo intenso, cheio de desejo, um beijo diferente do dia do jogo ou o do ano novo. Ele me puxava cada vez mais pra ele com sua mão esquerda, pressionando meu corpo contra o dele, como se eu fosse sua propriedade. Já a mão direita me fazia arrepios enquanto passeava por toda minha face, nuca, pescoço. Seus lábios já sabiam exatamente o que fazer, sabia cada parte do corpo a percorre, ele me beijava, mordiscava meus lábios, beijava minha nuca e pescoço, me deixando em estado de êxtase, não só eu, ele também. Ele mordiscou meus lábios e me beijou com menos intensidade, e então ficamos nos olhando sorrindo.

 

(...)

 

Meu nome havia sido chamado e o nervosismo chegou. Vi meus amigos me desejarem sorte, mas apenas um me fez sentir realmente bem.

Nick: Vai dar tudo certo. Confie em mim.

 

(...)

 

Nick: Pare e escute, não tem motivo pra você se sentir insegura, se alguém algum dia disse que você não tem talento, essa pessoa deveria estar internada em algum manicômio, essa é a sua hora, sua oportunidade e você têm que agarrá-la. E não fique com medo... eu estarei com você.

 

(...)

 

Fechei a porta e a primeira coisa que fui fazer foi lê a música, ela se chamava Make Some Noise. Era uma letra de encorojamento. Sorri a pensar que ele passou a madrugada trabalhando nessa música. Será que pra me dar coragem?!

 

(...)

 

Nick: Tinha perdido as esperanças de ver você lá em cima do palco fazendo o teste (Ele fez uma pequena pausa) E fiquei surpreso em ver você lá, e ainda cantando a música que te dei hoje. (Eu sorrio tímida)

Miley: Foi justamente ela que me deu forças. Espero que não tenha ficado chateado, por eu tela cantado

Nick: Chateado? Claro que não. Além do mais eu dei aquela música a você, ou seja, ela é sua, não minha. (Sorrimos um para outro e ficamos alguns segundos assim)

Miley: Obrigada... Você... tem me dado muita força, se não fosse você eu não teria ido lá.

Nick: Você também. Eu nem teria aparecido ontem pra tocar no De Nom se não fosse você. (Rimos)

Miley: Posso te abraçar? (“Posso te beijar?”. Quase essa frase sai. Ele apenas ri)

Nick: Ainda pergunta.

Ele abre os braços e eu dou os dois passos que me separa dele e rodeio meus braços pela sua cintura enquanto ele me envolve com seus braços que me passam uma espécie de segurança enorme. Era tão bom esta ali, podendo sentir seu calor, e seu cheiro. Não queria sair dali, era como um casulo de uma borboleta me aquecia e me protegia.

 

(...)

 

Abaixei meus olhos, e meus cabelos caíram sobre meus olhos, impossibilitando de Nick ver meu rosto. Nick ajeitou-se mais ao meu lado e tirou meu cabelo de meus olhos fazendo com que eu o encara-se e ele pudesse  vê meus olhas vermelhos e minhas bochecha molhadas com as lagrimas. Não falou nada apenas passou seus braços ao meu arredor trazendo-me mais pra perto enquanto eu me aninhava em seus braços. Acariciou minha cabeça e me apertei mais contra seu peito, era tão ficar ali. Minhas lagrimas foram cessando e minha respiração voltando ao normal. Depois de um tempo eu me afastei dele um pouco desconfortável, afinal eu havia contado o mair segredo que carrego e chorado em seus braços como se fossemos velhos amigo.

Miley:... Me desculpe

Nick: Por...?

Miley: Essa cena lamentável que você teve que presenciar, e por te fazer de diário contando meu maior segredo, que na verdade nem é meu. (Eu ri sem humor)

Nick: Não peça desculpas, afinal... Quem não gosta de saber um segredinho. (Disse gracejando e fazendo-me ri) Mas não chore (Disse sério, fazendo-me sentir ainda mais protegida em seus braços e sorri)

 

(...)

 

Nick: Eu não vou dizer pra ninguém Miley, fica tranqüila.

Miley: Não quero dizer que eu não confio em você é só que...

Nick: Eu sei Miley. Se você não confiasse o mínimo possível em mim, você não teria contado esse segredo.

 

(...)

 

Nick: Ai é que se engana. Nick esta aqui pra arrancar essa doença de você. (Olhei pra ele com uma cara assustada. Eu ia abrir a boca pra falar algo, mas ele mete o dedo na frente da minha boca) Primeiro passo você vai parar de falar. (Franzi o cenho pra ele) segundo, vai voltar pra cama. E terceiro... vou fazer uma receita de família. (O olhar que era de medo se transformou em espanto eu ia falar novamente mas ele novamente me impediu) Sem falar esqueceu.Agora sobe pro seu quarto e fica quietinha (Eu to ouvindo direito?! O garoto acha que manda em mim. Ele só pode estar zoando com minha cara. Bati o pé em sinal de protesto, querendo que ele entenda que eu não vou sair dali. Ele bufou e revirou os olhos) Você gosta de dificultar as coisa né. (Ele se aproximou de mim, e como se eu fosse uma pluma ele me coloca em seus ombros. Eu berraria se não fosse tão dolorida, por isso eu apenas comecei a da socos em suas costas e tentando chutar seu tórax (o que convenhamos estava sendo fracassado.

 

(...)

 

Miley: Até parece. Que atitude você vai tomar?! Você não manda em mim, eu fa...

Não a deixei terminar e a beijei. Coloquei minha mão em seu pescoço fazendo-a ficar mais próxima de mim, no primeiro instante ela hesitou, mas depois ela deixou se levar levar, colocando a mão em meu ombro, enquanto a outra agarra meu braço esquerdo, que estava em sua cintura. Era ótimo sentir seus lábios, era ótimo sentir seu sabor, saborear cada centímetro da boca, mordiscar cada pedacinho existente, sem me importar se iriam ou não vê o que havia acontecido com seus lábios. Meus dedos alcançaram os cabelos da sua nuca, enterrando minha mão em seu cabelo acariciando-o. Minha mão esquerda em sua cintura a puxou mais pra mim, e logo fiz com que minha mão percorresse toda a extremidade da sua costa. Estávamos ficando sem fôlego quando me afastei dela mordiscando seu lábio inferior lentamente aproveitando a ultima sensação dos seus lábios.

 

(...)

 

Nick: Isso não é pra cheirar, é pra tomar.

Miley: Mas...

Nick: TOMA ISSO DE UMA VEZ

Miley: Tudo bem. (Ela disse assustada e tampou o nariz, colocando a xícara na boca e finalmente bebendo) Isso é horrível. (Ela disse quando terminou de bebe tudo)

Nick: Você não vai dizer isso quando ficar boa... Agora você... Precisa descansa, melhor dormi.

 

Então eu percebi o que eu já sabia... EXISTE ISSO? Sei lá, mas apenas uma palavra piscava em minha mente.

DANE-SE!!

Dane-se esse medo de errar e me machucar.

Dane-se o fato de quem ele era, de tudo o que ele fez com as outras garotas.

Dane-se a Selena gostar dele.

Dane-se o passado. Dane-se o futuro.

Dane-se aquelas garotas babacas da escola que acham que ele é propriedade delas.

Dane-se o fato de ele ser irritante.

Dane-se o fato de eu ser idiota.

Eu o quero. Ele me quer. Ele não quer a Selena ou qualquer outra garota que apareça (Essa é pra você Helena) ELE ME QUER.

Eu não posso arriscar demorar a descidir, já sabendo o que eu quero. Eu não posso perder ele. Eu não quero perder ele. Eu o quero pra mim, com todos os defeito, pois são eles que o faz tão diferente.

 

*_*_*_*_*_*_*_*_

 

Não vou enrolar aqui, só vou dizer algumas coisas que me chamaram a atenção no comentarios de vocês:

1º Muita gente não sabe meu nome, e bem é Thayla

2ºTodo mundo chegou a mesma conclusão, a Miley é COMPLICADA! #janãobastaouvirissotododia

3º Achei super interessante como a opiniãos de vocês se dividiram, agumas ficaram com raiva da Miley e outras do Nick, achei super interessante isso, pq é exatamente o que eu tento transmitir, os dois lados da história, como eu sempre digo, um relacionamento não começa ou termina por culpa de uma pessoa e sim por culpa de duas.

 

AHHHH E EU FIZ UM TWITTER #MILAGRESACONTECEM

E assim vocês podem vê a como andam os capitulos, ou tirar qualquer duvida do capitulo, fic ou qualquer coisa, ou apenas conversar comigo, eu sou legal ta :D, ok Thayla não minta para as crianças haushuashuas'

Bom, quem quiser me seguir esta aiiii, vou deixar vocês informada e dar sinal de vida haushaushuas'

@Tmendre

Ahh e sigam meus outros blogs

http://mxedup.blogspot.com.br/

http://bigmess-nileyandjemi.blogspot.com.br/

 

juliana: Com certeza amore, essa viagem vai ser épica. Obrigada fico muito feliz, beijos

Ana Beatriz: Ahh tadinho do Nick L  haushuashuas’ obrigada amore, beijos

miley+nick=niley forever: Ahh meu nome é Thayla  Haushaushaus’ Eu também utiliza nomes completos, adoro dar enfase as coisas haushuahsuas’ Ela complicada sim, mas isso é culpa do Nick ser quem ele era, quem mandou ele bancar o galinha, dando em cima de um monte de garotas? Não acho que ela exagerou, sobre esse aspecto, ela ficou triste com as palavras dele, e depois raiva. Haushuahsu’ euu também, eu choreeeii litros no dia que escrevi o capitulo (que foi em Novembro do ano passado), principalmente porque eu tava num momento bem delicado sobre minha vida amorosa, faziam dois anos que havia terminado com meu ex-atual-namorado (?). Então né, me lebrar de cada palavrar proferidas e escreve me fez chorar que nem bebe. Aham foi exagero nessa parte mesmo, mas ela só estava com raiva nem sabia o que estava falando.  Haushauhsuas’ engraçado tu falar sobre a “casa de cera” pq foi justamente aquela cidade que eu me baseei.  E TODOS QUEREM MATAR A HELENA. EU DEIXO VOCÊS MATAREM ELA. Haushuahsuas’ Mas Nick não quer ela, nem esquenta. Hauhsuahsuas’ Engano seeuu baby. Quando as pessoas vão perceber que minha história não é comum?! Raramente vocês vão acertar o que acontece, já que não é uma história de “holliwood” e sim real. Cara e nem liga em falar palavrões comigo, não tenho nenhum problemas com eles haushuahsus’ É,  sabe como é né, homens são incosequente, por isso nós mulheres que estragamos as coisas haushuahsuas’ Ahhh obrigada amore :D 5 vezes do começo ao fim? UALLLLLLLL eu li acho que 3 vezes toda a história, incluinda a temporada 2 qu eu já escrevi tudo. Hauhsuahsuas’ Pq? Pq ela é louca haushuahsuas’ ahh tens que comer mais omega 3 amore, assim melhora a memória haushuas. E não amore, eu não queria te matar, JAMAIS FARIA ISSO. Ahhh gosta dos detalhes sordidos é haushuahsuas’ e siiiimm detalhes simples fazem a diferença nessa história ;) não o Nick não ficara com a biscate da Helena, haushuahsu’ ok amore, se lembrar o que é, é só perguntar Obrigada e beijos. :D

kelly lino: Hauhsuahsu’ Nãããooo seeeeiii…. Quem sabeee…. Haushuashuas’ obrigda amore, beijos.

Leeh: OIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII HAUSHUAS’ Minha filhas nem peguei BR ainda haushuas’ Seeeiii vc quer é acabar comigo, opps a Miley haushuahsuas’ Tipoooo, ela AINDA não pagouu. Até parece que vc não conhece o Leandro oppss o Nick haushuahsu’ Ahaaamm mas talvez agora eles pogridem né?... ou não. Haushuahsuas’ Round and Round já até teve na fic haushuahsuas’ E Full Circle hmmm talvez.... Amore, agente ta ou tava nessa enrolação desde quando agente ta na barrigada na nossa mãe... pq agente se conhece desde lá, já que nossas mães foram no cha de bebe uma da outra e blablabla então fique feliz que eu to colocando só os tópicos da história haushuasuas’  Ahhh amore.... EU DEIIIXO SIIIMM HAUSHUAHSU’ Na mente dele ta IN LOVE, mas é carencia, ou como diz o Leandro tesão reprimido haushuahsuas’  Não amore, ele não vai ficar com a Helena, ele mudou.  Hauhsuahsu’ Ahh com certeza que ele ia gostar de fabricar disso eu não tenho duvida, mas a torcida vai para que não apareça nenhum “briquedo” depois da fabricação né haushuahsu’ não esqueça que a minha bisavo me ensinou a me previnir né haushuahsu’ Boom, a Fran, já te falei né? Vou tentar amore, viuu que agora até que eu to entrando né :D Acontece, que o Leandro me da uma sequencia para fazer sem errar, e se eu não erro aiii sim eu sou reconpensada... e se eu erro, bom... da no mesmo, mas não vem ao caso haushuahsuas’ agente tem aula mesmo.  E claro amor, esta tudo esquematizado para aquela temporada, uhhh, haushuahsuas’ também e bem hipérbole é quando se dá enfase em frases, haushuahsuas’ fazer o que se o o Luk é tão seeeeexyyyyy, GAMO NELE, mas ele diz que eu não fasso o tipo dele.... porque será? Hauhuahsuas’ Obrigada amore, beijos.

Rhafaella: Aham são um casal complicado.  FICO MUITO FELIZ QUE ESTAJA ADORANDO, e isso que esta só no 5º capitulo, tem muita coisa pra acontecer, não vejo a hora de postar. Caaalma amore, a ultima vez que ela envestio foi no hotel quando ela levou o café para ele e de acordo com o tempo da fic, faz um pouco mais de 24 horas, mas parece que foi mais né, mas não.  Hauhsuahsu’ poisé, maaass não sei quando eles vão.... ou se vão chegar né haushuahsu’  ahh já amis vou parar de escrever, posso demorar, mas eu sempre dou uma de fenix haushauhsuas’ e Obrigada amore beijoooos.

Lívia Vasconcellos: Aham, mas ele também não fica para  trasz não. E booom, não seeeii, o tempo dira. E quanto a Selena, ela nao é falsa, ela nem sabe sobre os dois. Oww sério que esta no seus favoritos e você visita diariamente?! Isso é incriveeell. Muito abigada amore, beijooos.

Jeel: Heeyyy amore, eu não posso fazer um especial, pq a fic já esta toda escrita. Então né, mas teeeemm muito Niley por vim J Obrigada e beijos.

Lúh Smile: Ownnn amore obrigada, e isso que eu escrevo os capitulos mais grandes possiveis, as veze eu acho que são grandes de mais haushuasuas’  E por favor não tenha um ataque não hausuasu’ beijoooos. J

Mihopecyrus1: OIIII,  bom, meu nome é Thayla J Aiiinn que fofa, super amei o gostei de ti, isso me faz muito feliz :D Noooossa impressionante como tem gente lendo essa fic toda mais de uma vez, nossa eu ficor super feliz, que não cansaram. Ahh obrigada amore, e também concordo que eles devessem ficar trancados em algum lugar, talvez em um VARANDA, num FRIO, e você com uma roupa que não te ESQUENTA, ok, acabei com o momento lembrando-me dos acontecimentos de my life huahsuahsu’. Né, o Nick ta mudandoooo, o amor faz agente mudaaaarr... Né, foi o que minha mãe sempre dizia “Se ele tem sentimentos para colocar em músicas, quer dizer que ele tem sentimentos dentro dele. Foi, foi, eu me lembro perfeitamente. Antes eu nem sabia que se dava nome de fanfic, na verdade eu nem sabia de nada, eu cair como de paraquedas nesse mundo, haushuahsu’ e sobre o Twitter, bom ru já viste que criei né ;) haushuahsuas’ neeem me fala amore, eu também não me dou com touch, mas são melhores para quando meus dedos estão calejados (do violão ou guitarra) hauhsuasu’ e eu fico MUUUUUUUUIIITOOOO FELIZ COM COMENTARIOS GRANDES, EU OS AMOS DE MAIS LÊ. E não eu não leio somente quando vou postar, eu sempre entro para vê os comentarios, pois sou muita curiosaaaaaa haushaush’ OBRIGADAAAA E BEIJOSSS.

Bruna: Haushaus fiquei, fiquei, mas agora eu voltei. Mas, fica tranquila eu posso levar o tempo que for, eu sempre volto, nunca vou desisti, eu já escrevi a segunda temporada mesmo, o problema é passar pro pc (: hauhsuahsu’ macumbaaaa da booooaa hein haushaushuas’ né, tem que fazer um reza brava pro carro, ta possuido o possante haushuasu’ Poisé sem beijoooo.... mas não direi nada sobre as confusões.... haushahsuas’.... Bom, obrigada amore, digamos que eu tenho uma boa fonte de inspiração haushaushu’’ beeeijoos e obrigadaaa.

Just A Love (Ever Niley): OMG, não queira me matar não, sou muito nova para morrer. Bom, e quanto ao meu notebook, se ele se suicidar eu mato ele (?) isso faz senti? Não, mas tudo beeem , ahhh fico feliz que não me abandoria, e que vc gasta alguns dos seus minutinhos para vim aqui J obrigada, obrigada mesmo, beijoooos.

Julia: Ahh obrigada amoreee, e aham, é horriveeel mesmo :S Beijos.

 

 PS: DESCULPE OS ERROS DE PORTUGUES, MAS EU ESTOU COM MUITA DOR DE CABEÇA E SEM PACIENCIA PARA ARRUMA-LOS, ERA ISSO OU SEMANA QUE VEM :(

publicado por tmendre às 22:57
Quarta-feira, 11 / 07 / 12

MOTIVO...

EU ODEIO REALMENTE QUE ESSA MINHA FALTA DE DESCENCIA COM VOCÊS ESTEJA ACONTECENDO COM UMA FREQUENCIA ABSURDA, MAS ALÉM DE TODAS ESSAS COISAS QUE POSTEI NO ULTIMO POST, NESSA ULTIMA SEMANA MEU NOTEBOOK MORREU, E EU CONSEGUIR RESSUSCITAR, MAS ELE SOFREU UMA GRANDE SEQUELA, PERDA DE MEMÓRIA.

OK, EU ADORO UMA HIPÉBOLE (OLHA EU ESTUDANDO PORTUGUES GENTE, MINHA PROF FICARIA ORGULHOSA DE MIM)

PRA QUEM NÃO ENTENDEU, ISSO QUER DIZER QUE EU PERDI TUDO O QUE EU TINHA NO PC, E É ESSA A HORA QUE TODOS LEVATAM AS MÃOS PRO CÉU E AGRADESCEM A DEUS POR QUE SER UMA LOUCA QUE ESCREVE TUDO A MÃO, E POR ISSO NÃO PERDI NENHUMA HISTÓRIA QUE EU ESCREVO.

MAS... EU COM A AJUDA DO MEU BEST-GOSTOSO-LINDO-QUE-EU-AMO-E-QUE-VAI-CASAR-COMIGO (DESCULPA AMOR, MAS SE O LUK ME ACEITAR EU TE LARGO E CASO COM ELE HAUSHAHSUAS') LUK (LUK, OLHA EU NA GLOBO... OPS, SBT... NÃO, NÃO, RECORD... AH NÃO É SÓ O CANAL 19 HAUSHAUSHUAS') EU PASSEI 4 CAPITULOS PARA O PC, EM QUE EU IA POSTAR EM UMA ESPECIE DE MARATONA, MAS AGORA MORREU, E DE VEZ, NÃO VOU TER TEMPO DE PASSAR OS 4 CAPITULOS, SE NÃO VAI DEMORAR DE MAIS, ENTÃO EU VOU TENTAR PASSAR O MAIS RAPIDO POSSIVEL O CAPITULO 5 MAS NÃO SEI QUANDO, POIS ATÉ TERÇA EU TENHO AULA DEPOIS É FÉRIAS, E É ÉPOCA DE MUITA PROVA E TRABALHO. ENTÃO TO REALMENTE FODIDA.

E DEPOIS EU NÃO SEI SE VOU CONSEGUIR PASSAR NESSA PRIMEIRA SEMANA DE PROVA PORQUE TALVEZ EU VÁ VIAJAM, MAS NÃO SEI SE VAI SER SÓ FINAL DE SEMANA, ENTÃO NÉ... MAS EU JURO QUE VOU TENTAR POSTAR O QUANTO ANTES.

WELL...

ESPERO QUE ME PERDOEM, E QUE NÃO QUEREM ME MATAR E QUE NÃO ME ABANDONEM :(

BEIJOS

FIQUEM COM DEUS.

E NÃO TENHAM MEDO, FAÇAM A VIDA VALER A PENA.

PEACE&LOVE

publicado por tmendre às 23:09
Segunda-feira, 28 / 05 / 12

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 4

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 4

É mais fácil odiar uma pessoa do que ama-la.

 

DEMI ON

 

A noite fria, o vento soprando e sacudindo as árvores, a lua quase sendo coberta pelas nuvens negras, tudo isso só dava um ar típico de filme de terror, daqueles que os amigos ficam preso em uma cidade pequena e onde mora um serial killer pronto pra atacar.

Uhh só em pensar nisso me da um arrepio.

E pra piorar esse silencio era agonizante. E eu tenho a leve impressão que minha irmã esta me ignorando.

O porquê penso isso?

Porque ela não dirigiu a palavra pra mim desda hora que paramos o carro. E quando questionei a ela sobre se ela havia visto minha mala de mão vermelha, ela simplesmente me respondeu com rispidez que a mala era minha, então quem deveria saber onde estava era eu e não ela.

O clima por aqui esta tenso. Vamos combinar, o clima por aqui nunca esta normal. Normal é uma palavra que acho que esta em extinção por aqui.

Estávamos todos arredor de uma fogueira que fizemos com o quite de escoteiro que o David tem.

Sim, sorte nossa temos o David nessa viagem, porque por aqui ninguém tem um isqueiro e muito menos alguém sabe montar uma barraca.

Podem imaginar a confusão pra montarem a barraca né?

Isso que eram apenas DUAS!

Garotas de um lado e garotos de outro.

Merda! Quando vou poder ir dormir com meu Thuthuco?!       

Eu estava sentada abraçada a Joe e olhando fixamente pra Selena que estava sozinha em um tronco sem querer falar com ninguém. David conversava com Kevin e Miley, mas essa parecia alheia tudo. Nick estava longe de todos, encostado no carro e olhando fixamente pra fogueira. Estava tudo muito estranho por aqui.

Demi: Joe?

Joe: Hm?

Demi: Porque você acha que Selena esta assim? – perguntei fitando Selena com fone de ouvido e fazendo desenhos na areia.

Joe: Você não sabe? – Eu me desencosto dele pra fitá-lo.

Demi: Não. Por quê? Você tem alguma ideia do que seja?

Joe: É meio óbvio que foi pelo que você falou hoje no carro.

Demi: Que eu falei? (Disse pensativa e olhei pra ele) E o que eu falei?

Joe: Sobre sexo. Disse isso com tanta naturalidade e disse ainda que ela não fazia e tudo mais, e bem na frente do cara que ela gosta. (Ele apontou com a cabeça para Nick)

Demi: Dei mancada não é? (Falei triste)

Joe: Sim.

Demi: Droga! Tenho que manter a boca fechada.

Joe: Só abre elas então quando for me beijar. (Eu ri e lhe beijei)

Demi: Vou ir falar com ela.

Joe: Ok. Mas antes só  mais um beijinho. (Eu ri e encostei meus lábios de leve em seus e me afastei) Só isso? (Ele perguntou fazendo bico, e eu concordei com a cabeça)

Demi: Você disse que queria um beijinho. (Ele revirou os olhos)

Joe: Tudo bem, eu vou ser mais especifico. Quero um beijo daquele estilo desentupidor de pia. (Eu ri e o beijei do jeito que ele queria, sentindo todo meu corpo se arrepiar, era incrível que ele me fizesse sentir as mesma coisa de quando nos conhecemos. Me separei e sorri)

Demi: Melhorou?

Joe: Sim. Mas poderia melhorar mais ainda... mas, você tem que falar com sua irmã, então vá logo antes que eu lhe agarre e não solte mais.

Demi: Uhh tentador. (Rimos) Vou lá (Selei nossos lábios)

Caminhei até Selena esperançosa que ela me perdoasse e nos entendêssemos, mas quando ele me viu se aproximando simplesmente me olhou furiosa e triste e se levantou saindo dali e entrando na barraca.

Bufei frustrada e voltei pra perto de Joe.

Demi: Você viu? (Perguntei indignada) Fugiu de mim como se eu fosse um zumbi pronto a ataca-la.

Joe: E você também né. (Olhei pra ele sem entender)

Demi: Que?

Joe: Vai atrás dela, Demi. Ou você achou que seria fácil assim? (Pensei. É se bem eu conheço a Selena sei que ela tem a cabeça dura)

Demi: Certo. Vou lá então. Me deseje sorte.

Joe: Não precisa, vocês são irmãs, claro que se entenderam. (Sorri)

Demi: Eu te amo. (Beijei-o)

Joe: Também te amo. (Falou com os lábios colados ao meu) Agora vai falar com ela. (Ele se afastou de mim. Assenti com a cabeça e levantei-me).

 

DEMI OFF

 

SELENA ON

 

Demi não tinha o direito de falar aquelas coisas pro Nick, ela é minha irmã e sabe dos meus sentimentos por ele (Por mais que eu nunca tenha contado a ela).

Vi ela se aproximando de mim e sai do local me trancando na barraca que iriamos dormir, tudo bem esse não é o melhor lugar pra me distanciar dela, mas se eu fingir esta dormindo, ela não me atrapalhe.

Ouvi o som do zíper da barraca sendo aberta e me deitei rapidamente me tampando até a cabeça. A pessoa entra na barraca e respira fundo, fechando a barraca.

Xx: Sei que você esta acordada. Nem o soneca dos 7 anões dorme tão rápido. (Era Demi.)

Eu não me mexi continuei na mesma posição como se estivesse dormindo. E ela respirou fundo mais uma vez.

Demi: Tudo bem, se não quer falar eu falo. (Ela se senta ao meu lado) Sei que o que eu fiz hoje não foi nada certo. Desculpe, eu não tive a intenção de ferir você. Eu me empolguei na brincadeira, nem me toquei que estava falando com o garoto que minha irmã é afim e não adianta negar, eu sei disso desde... sempre. Me desculpe, sei que não deveria falar algo tão intimo. Por favor , você sabe que não falei com a intenção de te magoa. (Ela encostou a mão em meu ombro)

Selena: Mas magoo.

Demi: Por isso eu estou aqui pedindo desculpas.

Selena: Eu estou magoada Demi, não sei se posso lhe desculpar.

Demi: Claro que pode, somos irmãs, e irmãs se amam incondicionalmente, até mesmo quando uma faz burrada, assim como eu fiz. (Segurei um riso) Vamos lá Selena, você sabe que não consegue viver sem mim.

Selena: Talvez você tenha razão.

Demi: Sempre tenho.

Selena: Você tem que achar é sua modéstia. (Rimos)

Demi: Talvez você possa me ajudar a procurar. Mas pra isso precisa me perdoar.

Selena: Estais é querendo me explorar. (Rimos mais)

Demi: Só um pouquinho. É pra isso que servem as irmãs não é.

Selena: Acho que sim. (Me sento ficando de frente pra ela)

Demi: Me desculpe, Selena.

Selena: Tudo bem, eu acho que exagerei.

Demi: Quem exagerou foi eu não você. (Sorri)

Selena: Você é a melhor irmã do mundo.

Demi: Vou levar isso como um elogio mesmo tendo só eu como irmã. (Rimos) Perdoada.

Selena: Só se me abraçar. (Nos abraçamos) Te amo.

Demi: Também te amo, jamais faria algo com a intenção de lhe machucar.

Selena: Eu sei. (Nos separamos)

Demi: Vamos lá pra fora?

Selena: Vamos.

Saímos da barraca e as coisas estava igual de que quando eu entrei na barraca, a única diferença é que Joe havia sentado ao lado de Kevin. Demi sentou-se ao lado de Joe, e eu ao seu lado.

Conversamos sobre coisas aleatórias, rimos muito com a imitação falha de Joe de Beyonce.

De relance eu vi Nick se aproximar. Ele parou na nossa frente fitando David.

Nick: Posso falar com você, David?

Sabe aquele momento que todo mundo para, até mesmo de respirar, então, era esse momento que vivíamos.

David: Tudo bem. (Ele se levantou eles se distanciaram ficando perto dos carros)

Kevin: Será que isso vai ser uma boa ideia?

Demi: Espero que sim.

Se Nick bater nele de novo eu estou nem um pouco preocupada.

 

SELENA OFF

NICK ON

Eu e David estávamos a um minuto em um silencio nada confortante. Por onde começa? Sei que devia um pedido de desculpas, mas não poderia dizer o motivo correto pelo que causou a minha atitude, não seria nada legal e acabaria com minha reputação.

Quando foi que entrei em uma briga por mulher?

Só quando eu peguei uma que tinha namorado, mas isso não vem ao caso, porque a culpa era dela de não dizer que tinha um.

Mulher comprometida deveria vim com aqueles sininhos pendurados no pescoço. Eu por exemplo ficaria feliz em saber que minha mulher usaria, assim evitava gaviões... mas pensando bem, esses sininhos podem chamar os bois então...

Sacudi a cabeça pra me livrar desse devaneio e David me olhou estranho.

Tudo bem Nick, você foi homem suficiente para bater nele, agora você tem que ser homem pra pedir desculpa.

Algumas pessoas veem essa ação como de fraqueza eu vejo como um ato corajoso, poucas pessoas tem a decência de pedir desculpas.

Nick: Olha, eu não faço a mínima ideia por onde começar e nem se você vai entender, mais ai vai. Eu fiquei cego ontem, eu estava irritado, insano, não queria ter vindo a essa viagem... não dessa forma. Mas também não queria ficar em casa e dizer adeus de vez. (David estava com uma cara de quem não entendia nada, mas continuei) Eu não podia, talvez eu tenha deixado meu orgulho de lado, mas eu precisava vim. Você não deve estar entendendo nada, mas eu precisava dizer. Desculpe David pelo soco de ontem, eu estava irritado e descontei tudo em você. (Em parte isso era verdade) Tive meus motivos, só não me pergunte quais. (Fiquei esperando uma resposta, que demorou pra vim)

David: Cara, você deveria ter só pedido desculpas porque não entendi nada do que você disse. (Ele diz rindo me fazendo sorri amarelo). Você deve ter seus motivos, eu lhe conheço, Nick, você deve ter um bom motivo. Não irei perguntar qual. E quer saber  eu lhe perdoo porque você é meu brother. O irmão que eu não tenho.

Nick: Valeu cara.

David: E sabe cara, teve um lado positivo nisso tudo.

Nick: Teve?

David: Sim. Eu conheci uma enfermeira gostosa. (Rimos e eu dei um tapinha em suas cotas votando pra fogueira)

Todo mundo parou estranhando quando viram nos rindo enquanto David contava como foi que ele pegou a enfermeira gostosa com todo cuidado pra não acordar os outros pacientes.

Me sentei ao lado de Miley, que me olhou e sorriu. Não vou mentir, eu fiz isso por ela também, sei o quanto ela odeia brigas.

Joe: Hoje é o dia do entendimento pelo visto. Selena e Demi se entenderam, agora esses dois.

Kevin: É algumas pessoas deveriam aproveitar o clima de entendimentos e finalmente se entenderem.

Eu vi a cara de interrogação de todos, e a olhada disfarçada que Kevin, que estava ao outro lado de Miley, lançou pra mim e pra ela.

Miley abaixou os olhos mordendo os lábios, enquanto brincava com um pedaço de madeira fazendo desenhos abstratos no chão. Eu apenas a observava.

O tempo passou e logo todos foram pras barracas, inclusive eu, mas não estava dando certo, Joe jogava seus braços pra cima de mim, fiquei com medo dele pensar que era a Demi ao seu lado e resolver me atacar. David, me dava chutes, eu estava com a leve impressão que ele fazia de proposito por causa do soco que eu lhe dei. A barraca era grande, mas esses dois estavam me fazendo de sanduiche e isso não é nada legal quando se trata de dois homens.

Levantei-me sem me importar se ia acordar alguém e com muita dificuldade, e quase pisar em cima da cabeça de Frankie eu consegui sai, fui até o carro e peguei meu violão. Sentei-me em um tronco e fiquei brincando com as notas, sem nada na cabeça.

Ouvi um barulho vindo da barraca das garotas e logo vejo Miley saindo da barraca de baby doll, era a primeira vez que via dessa forma e esperava que não fosse a ultima. Ela parou ainda com uma perna dentro da barraca e me olhou.

Miley: Não sabia que estava ai?(Ela desvia seus olhos de mim sorrindo com sigo mesmo e sacudindo a cabeça)

Nick: Se soubesse você não sairia. (Levantei as sobrancelhas e ela me olhou)

Miley: Talvez. (Ela saiu fechando a barraca sentando-se no tronco do lado oposto de mim, ficando de frente pra mim). Fazendo o que?

Nick: Nada de mais, só dedilhando coisas aleatórias.

Miley: Não consegue dormir?

Nick: Não é muito interessante ficar em uma barraca cheia de testosterona, principalmente quando um joga os braços pra cima de você e outro fica lhe dando chutes. (Ela ri) E você? A insônia bateu de novo.

Miley: É. Eu tenho isso de vez enquanto.

Nick: Eu percebi. (Ela me olha estranhando e curiosa ao mesmo tempo) Me lembro daquele dia em que dormisse lá em casa e no dia em que... (A frase morreu porque ambos lembrávamos de que dia era, e pela forma que ela mordeu os lábios e olhou pra baixo eu não era o único que não queria me lembrar daquele dia).

Miley: Fiquei feliz que você e o David se entenderam. (Ela muda de assunto)

Nick: Eu também. (Olhávamos diretamente nos olhos, e por mais que tivesse uma distancia considerável entre nos, eu sentia como se estivéssemos perto)

Miley: É ruim ficarmos brigados com alguém que gostamos.

Nick: Muito. (Eu via claramente seu peito subir e descer em uma respiração não muito normal) Por isso é mais fácil odiar uma pessoa. O ódio é mais simples do que o amor. Odiar é só isso e pronto, você pode odiar alguém sem ter nenhum motivo aparente. Agora o amor complica tudo, sentimentos desconhecidos, ações que você faz sem nem ao menos perceber, são tantas duvidas que ficam impregnadas em você que a única coisa que você quer é se distanciar desse sentimento e voltar a quando tudo era normal... ou você julgava normal. É tão mais fácil dizer “Eu odeio você” do que “Eu amo você” e não deveria ser assim, deveríamos ter coragem de dizer “Eu amo você” e vergonha de dizer “Eu odeio você”, mas somos seres humanos, o animal que se julga tão racional e esquece o sentimental. (Ela ouvia cada palavra que eu dizia sem piscar, talvez ela esteja pensando a mesma coisa que eu “Não acredito que estou falando isso”) Talvez nunca mudemos, ou talvez sim. Quem sabe quando as pessoas perceberem que o ódio não trás nada além do distanciamento das pessoas, elas percebem que o amor, por mais complicado que seja, vale a pena.

Ficamos um bom tempo só nos olhando, não sei se ela esteja esperando que eu fale mais uma coisa, ou esteja atônita por me ouvir dizer essas coisas.

Miley: Nossa, isso foi...

Nick: Estranho me ouvir dizer?

Miley: Também (Ela ri suave) Mas eu ia dizer incrível, foi à coisa mais sensata e incrível que eu já ouvi alguém dizer sobre o amor e o ódio. Por isso as pessoas dizem que o amor e o ódio vivem juntos. Porque as pessoas com medo de amar, querem se distanciar da outra pessoa, criando até um ódio por ela. (Eu sorri)

Tudo estava tão suave, tão incrível e com tanto sentimento, com todas essas verdades de pensamentos ditas. Que era uma sensação que eu nunca senti antes. Era ótimo expressar meus pensamentos pra ela, pensamentos que levei meses pra entender.

Vi ela se encolhe. Ventava, e estava meio frio, mas eu sinceramente não sentia nada.

Nick: Frio?

Miley: É. (Ela olha pra baixo) Talvez esse seja o sinal pra mim voltar pra barraca. (Ela falou mais baixo, mas eu ouvi)

Nick: Não! (Ela me olha estranhando enquanto eu me levanto e vou até ela sentando ao seu lado e puxando seu corpo)

Miley: O que você... (Ela tenta se distanciar, mas eu a puxo de volta).

Nick: Calor humano, é melhor do que qualquer casaco. (Ela até tentou sair dos meus braços, mas como não fazia nenhuma diferença e eu não a largava ela parou).

Miley: Porque você esta quente? (Ela diz com cara desapontada tocando levemente meu braço. Eu estava sem camisa).

Nick: Eu sou quente. (Digo com um sorriso sacana e ela olha pra mim franzindo o cenho) Sem malicia mente poluída.

Miley: Seeei.

Nick: Você que esta falando.

Miley: Não disse nada.

Nick: Então tá... Você que esta pensando.

Miley: Não estou pensando em nada.

Miley: Seeei. (Disse imitando-a e ela faz uma careta, me fazendo ri. Depois passamos um bom tempo em silencio enquanto ela olhava pro céu) Preferes o sol ou a lua?

Nick: O sol... ele é quente como eu. (Digo com voz de malicia brincando e ela me olha levantando a sobrancelha e ri) Que foi?

Miley: Você não presta.

Nick: É a segunda vez que você diz isso pra mim, só hoje. Quer dizer, acho que já é mais de meia noite, mesmo assim, você entendeu. (Ela ri)

Miley: Pode crê que sim.

Nick: E já vou logo avisando não se brinca com coisas quentes.

Miley: Então se desencosta de mim.

Nick: Eu disse brincar, e não fazer as coisas certas. (Ela morde os lábios)

Miley: E isso é certo?

Nick: Você acha certo?

Miley: Eu perguntei primeiro.

Nick: E eu segundo e agora?

Miley: Você é chato.

Nick: Você não me acha chato.

Miley: Quer aposta quantos.

Nick: Um beijo. (Miley parou na hora de fazer qualquer tipo de movimento e até mesmo de respirar e sorriu sacana, juro que deu até medo).

Miley: Tudo bem.

Nick: Tudo bem? (Perguntei surpreso)

Miley: Sim, porque desistiu?

Nick: Nem pensar. Agora me responda quando eu fui chato?

Miley: Hmm, foram tantas vezes que eu vou ter que pensar. (Revirei os olhos) Quando eu ouvi você cantando minha musica entrei na sala de música e você não queria entregar meu caderno, tive que apresentar minha identidade pra você.

Nick: Hey você deveria esta me agradecendo por essa atitude, já pensou outra pessoa entra, diz que o caderno é dele e rouba todas as sua musicas.

Miley: Assim como você?

Nick: Eu não roubei.

Miley: Pegou emprestado?

Nick: Tecnicamente. (Ela revirou os olhos) Diz outra essa não valeu, eu estava lhe ajudando.

Miley: Ok chato (Ela pensa). Quando fui ao ensaio da banda e vocês me convidaram pra deixarem vocês usarem minhas musicas você foi um chato de primeira, me tratando como se fosse eu quem tivesse pedindo pra vocês usarem minhas musicas.

Nick: Você quer o que uma garota chega cheia de marra, já com péssimas opiniões sobre mim.

Miley: Eu não sou cheia de marra. E sim, tinha péssimas opiniões sobre você. (Ela ri tímida)

Nick: Tinha?

Miley: É porque agora não é mais opiniões sabe, é a certeza mesmo. (Ela ri)

Nick: Engraçadinha você não é. Essa não valeu, diga outra.

Miley: Você é muito chato. No dia do aniversario da Vanessa, você foi até a varanda me perturba.

Nick: Fui lá saber sua resposta sobre a banda. Não tem nada de chato nisso, diga outra.

Miley: No dia em que eu ia dar a resposta sobre a banda você me perturbou me mandando ir mais rápido.

Nick: Isso não é ser chato é ser apressado. Vamos pula essa e diga outra.

Miley: No dia da formatura do Kevin...

Nick: Nem termina porque quer estava sendo chata era você eu só queria lhe ajudar.

Miley: Você não entenderia.

Nick: Eu entendi não foi.

Miley: Depois que eu contei toda a história sim.

Nick: Ok, mas pula essa, diga outra.

Miley: No dia depois da formatura você foi um tremendo chato.

Nick: Claro você disse pro suposto sequestrador, que ele poderia me levar.

Miley: Mas...

Nick: Nem tenta me convencer diga outra.

Miley: No dia do jogo dos New Jersey Nets...

Nick: Nem vou comentar o que aconteceu nesse dia. (Ela mordeu os lábios e abaixou a cabeça) Mas vai continua.

Miley: Não acredito que vou dizer isso. Mas na virada do ano, depois do... (Ela parou)

Nick: Beijo

Miley: É.

Nick: Olha nem vem falar nenhuma cena que envolva beijo depois.

Miley: Porque não? Você é um chato sempre.

Nick: Mas, depois eu compenso com o beijo, então não reclama. (Ela revirou os olhos e ficou pensando) Esta difícil achar um que não envolva beijo não é? (Eu sorri presunçoso e ela me olhou com o cenho franzido)

Miley: Nem vou comentar esse absurdo.

Nick: Você sabe que não é absurdo.

Miley: Me lembrei de uma!

Nick: Finalmente.

Miley: Não enche! Quer saber ou não?

Nick: Vai lá diga.

Miley: Se lembra do dia em que foi expulsa da aula de história (Assenti confirmando) então você estava insuportável nesse dia.

Nick: Eu? Claro que não! Você ainda fez com que eu tivesse que sair da sala pra ir atrás de você.

Miley: Justamente por isso, eu queria ficar sozinha e você não me deixou.

Nick: Eu estava tentando proteger você, para que não cometesse nenhuma loucura.

Miley: Eu nunca faria isso.

Nick: Assim como você nunca me beijaria. (Sorri de canto e ela abaixou o olhar encarando seus dedos)

Miley: Tudo bem, vamos para a próxima. (Eu ri por vê-la tão envergonhada) Não ri idiota (Ela bate em meu peito)

Nick: Seus tapas doem sabia? Sua mão é pesada.

Miley: Que bom, agora imagina elas na tua cara. (Eu as imaginava em varias lugares, mas não diria isso a ela, não depois de já ter feito ficar envergonhada).

Nick: Pulando a parte da agressão, vamos a outro dia em que eu supostamente fui chato.

Miley: No dia em que vocês me viram cantando pela primeira vez, depois de eu cantar eu sair correndo e você foi atrás de mim.

Nick: Porra! Pensando bem eu sempre saio correndo atrás de você.

Miley: A culpa não é minha.

Nick: É sim e você sabe que sim. (Ela corou, mas não desviou os olhos) E pode esquecer esse dia porque eu fui bem legal te dando força então tire fora dessa sua listinha.

Miley: Já sei! No dia em que você inventou aquele apelido tosco de Pluma.

Nick: Nem me lembra desse dia, você me chamou de purpurina. (Ela riu) E esse dia nem vale, nos beijamos.

Miley: Merda!  E me lembro de que nem foi só uma vez. (Ela ri envergonhada). Mas ocultando esse fato. (Ela pensou) Eu ia dizer no meu encontro com o Willie, mas agente também se beijou.

Nick: Tinha que falar nesse almofadinha. (Digo com um tom frustrado e irritado)

Miley: Nem vou comentar nada.

Nick: Tá, então pula a parte do Willie (Usei desprezo ao dizer o nome) e diga o que mais tens em mente.

Miley: No dia em que disse que David ia pra viajem você estava um porre, na verdade você passou 4 meses sendo um puro porre de vinho, que você sabe que é o pior porre que existe.

Nick: Eu acho que eu tive meus motivos de lhe tratar assim. (Disse ríspido, me lembrando da noite em que ela me expulsou de seu quarto).

Ela abaixou a cabeça e respirou fundo.

Miley: Vou... voltar pra barraca.

Ela se levanta e eu não reluto em deixa-la ir.

Tocar nesse assunto, me deu uma raiva. Esse com certeza era um dia em que eu não queria lembrar.

Com a Miley as coisas são tão estranhas, eu nunca sei como ela vai reagir, se vai se entregar, se vai relutar, se vai me xingar, ou conversar comigo normalmente, as vezes até parecendo melhores amigos, contando segredos e os sentimentos que não diríamos a mais ninguém. Ela é a pessoa mais instável que eu já conheci. Mentiria se dissesse que as vezes não cansa de correr atrás dela, porque eu corro, como eu percebi isso hoje conversando com ela, eu sempre estou lá, eu sempre vou atrás dela, mesmo quando nem éramos tão íntimos, lá estava eu a ajudando.

Não entendo realmente quais motivos me levam sempre a ela, talvez eu goste desse joguinho todo que nos envolve... mas se fosse isso eu não estaria cansado de esperar que ela se entenda. Porque só conseguiremos evoluir qualquer coisa entre nos quando ela finalmente se entender e não ter medo.

Miley: Nick?

Nick: Hm? (Eu a olho sério e ela respira fundo mordendo profundamente seus lábios)

Miley: Esquece. (Ela se volta pra barraca abrindo o zíper e entrando dentro dela)

Enterrei minhas mãos em meus cabelos, parecendo desesperado. Na verdade eu estava desesperado. Eu estava irritado com todos aquelas lembranças daquela noite. Mas também estava irritado, em saber que até a pouco tempo atrás eu estava com ela em meus braços, podendo sentir seu cheiro e a textura de sua pele, mas agora não resta mais nada além da sensação de seu corpo em meu.

 

NICK OFF

 

JOE ON

 

Estávamos todos dormindo, mas fomos acordados  com um barulho de buzinas.

David: Deixa-me dormir mãe. (Ele se vira pro outro lado e a buzinação continua)

Kevin: Alguém desliga o despertador. (Ele enterra a cara no travesseiro)

Xx: Dá para vocês saírem logo dai! (A voz da Selena aparece do lado de fora da barraca fazendo com que eu saísse)

Joe: O que é que esta acontecendo? (Selena aponta pra estrada onde avisto Agenor e um homem desconhecido perto de um guincho)

Agenor: Bom dia pessoal! (Agenor diz se aproximando de nos)

Demi: E isso é hora de aparecer por aqui?! (Demi aparece agarrada a seu travesseiro)

Agenor: Foi dito que hoje de manhã cedo o guincho da outra cidade viria.

Vanessa: Mas não achamos que fosse tão cedo. (Agenor sorriu ao vê Vanessa, estou dizendo ele gamou nela).

Joe: Mas então como vamos fazer para irmos até a cidade?

Agenor: Vamos levar os dois carros primeiro, depois o guincho. E tem dois lugares ora irem com o guincho, já que eu vou ficar aqui.

Joe: Ok

Kevin: O que esta pegando pessoal? (Kevin aparece com Frankie)

Demi: O guincho já chegou.

Vanessa: Tudo bem, e quem vai com o guincho?

David: Que guincho? (David aparece ainda dormindo)

Noah: O que vai salvar nossa vida pateta! (Todos riem)

David: Não me chame de pateta, respeite os mais velhos. (David diz grogue, acho que daqui a pouco ele cai ai de sono).

Vanessa: Tudo bem, tudo bem, alguém pode me dizer, quem vai?

Noah: Eu vou, eu vou. Sempre quis anda em um guincho. Acho que vai ser divertido! (Diz animada e com os olhos brilhando)

David: Eu também quero ir.

Kevin: David, tu por acaso sabe pra onde é? (Perguntei por que ele estava dormindo, nem deve ter prestado atenção na conversa).

David: Não, mas eu ouvi a palavra divertido. (Reviramos os olhos)

Vanessa: E quem vai comigo? Porque não cabem todos, 3 pessoas tem que ficar com o Agenor.

Joe: Eu fico.

Demi: Se o Thuhuco fica eu também fico.

Frank: Eu não vou com o guincho mesmo. (Disse dando de ombros)

Demi: Gente, a Miley e o Nick ainda estão dormindo. (Revirei os olhos)

Joe: Vamos acordar esses dois preguiçosos

Caminhei até a barraca e Nick estava dormindo. Então dei um chute em sua canela.

Nick: Ai, que agressividade de manhã cedo.

Joe: Anda de uma vez, o guincho já chegou e precisamos desmontar as barracas.

Nick: Já?

Joe: É. Agora levanta e começa a fazer algo de útil e arruma essas coisas.

Nick se levantou grogue colocando uma camiseta começando a arrumar as coisas da barraca e eu o ajudo arrumar.

Saímos da barraca com todas as coisas arrumadas, e podemos vê que eles estavam ajeitando o segundo carro no guincho. Já as garotas estavam enroladas tentando desmontar a barraca.

Miley: Estou dizendo, daqui a pouco eu vou pular em cima dessa barraca e ela vai desmontar de verdade. (Miley esbraveja, fazendo com que eu e Nick rimos alto tendo a atenção das garotas).

Selena: Vê se parem de ri e nos ajudem aqui.

Joe: Eu não, está muito engraçado vê vocês sofrerem

Demi: Joseph! (Ela não me chamou de Thuthuco e nem de Joe, significa que estou ferrado).

Nick: Mas é verdade. É até pecado acabar com nossa diversão vendo 4 garotas tentando desmontar suas barracas. (Eu e ele rimos, deixando-as com mais raiva).

Vanessa: Isso é o cumulo. Onde esta o cavalheirismo?

Miley: Desse dai (Ela aponta com a cabeça pro Nick) você só vai encontrar patadas de cavalo.

Nick: Eu? Tem certeza que sou eu quem dou patada. Porque eu acho que é ao contrario. (Nick se aproxima dela)

Miley: Você da patada sim. Você não entende as coisas e da patada.

Nick: Eu não entendo as coisas? Eu acho que o correto é dizer que eu não te entendo. Você é complicada, e complica tudo. Tenho certeza que nem você mesma se entende.

Miley: O que eu tenho de complicada, você tem de implicante.

Nick: Implicante por quê? (Ele a segura fortemente pelos braços) Por querer entender? Ou melhor, lhe entender? E querer que você entenda?  Porque eu não posso fazer nada, não enquanto você agir dessa maneira. (Nick a sacudia levemente)

Vanessa: Já chega Nick! Larga a Miley.

Vanessa coloca as mãos nos braços de Nick o tirando de Miley, e pelo que eu vi não relutou.

Miley olhava pra ele sem respirar parecia atordoada, me lembrando do dia em que ela petrificou lá em casa. E nos assentimos, sem entender nada daquilo. Mas eles pareciam se entendendo falando de uma forma que parecia código.

Nick saiu dali raivoso indo até David e Kevin que não haviam presenciado a briga. E Miley seguiu sozinha pro outro lado.

 

JOE OFF

 

MILEY ON

 

IDIOTA! MIL VEZES IDIOTA! COMO EU O... EU O... ARGH DROGA!

EU NÃO O ODEIO, EU SEI DISSO, MAS EU QUERIA ODIA-LO, NA VERDADE EU ODEIO NÃO CONSEGUIR ODIA-LO.

IMPLICANTE! IMPLICANTE! IMPLICANTE! IMPLICANTE! IMPLICANTE!

 Eu passei a noite em claro pensando em tudo, pensando nesses 4 meses que se passaram desde aquele dia lá em casa, pensando no que ele me disse ontem e cheguei a conclusão que o ÚNICO fato dele ter ficado todo estressado e frustrado, é porque simplesmente não conseguiu me levar pra cama, como faz com todas as outras garotas.

E eu não acredito que eu QUASE cedi. E SE não fosse pela ligação da Selena, só Deus saberia o que exatamente teria acontecida, não naquela noite, porque era óbvio o que aconteceria, e sim, depois. O que iria acontecer? Iriamos namorar e viver felizes para sempre? Qual é? Estamos falando de Nick Jonas! O garoto que nunca namora, não tem nenhum tipo de relacionamento que passe de sexo.

Demi: O que foi aquilo? (Demi e Selena dizem chegando perto de mim. Depois que Nick saiu eu comecei a andar sem rumo, não me pergunte por que, mas andar sem saber pra onde estou indo, me acalma).

Miley: Nada!

Selena: Como nada? Você dois falavam coisas que só vocês entendiam.

Miley: Não era nada, Selena. Nada. Nick que é um babaca idiota.

Demi: Tudo bem, mas...

Miley: Eu não quero mais falar sobre isso. E me deixem sozinha, por favor.

Demi: Nos não...

Miley: EU. QUERO. FICAR. SOZINHA.

Eu esbravejei. Eu sei exagerei em usar esse tom, mas eu precisava chorar, e isso não iria acontecer na frente delas.

Que foi? Eu sou orgulhas. Isso já é perspectivo...

Selena: Tudo bem, Miley. Nos... vamos... estar lá.

Ouvi passos se afastarem e logo meus joelhos fraquejaram, me fazendo cair. Não me importei com a dor que sentia neles, eu só soluçava e chorava.

Não me pergunte o porquê exatamente era o choro. Porque eram vários sentimentos misturados.

EU ESTOU ME SENTINDO TÃO CONFUSA...

Não sei em que acreditar, não sei mais o que é real ou faz parte da minha cabeça, é tudo tão estranho. Não sei se vou aguentar mais ficar perto dele. Sinto-me sufocada. Pois todo meu corpo e meu coração querem ir até ele e abraça-lo, beija-lo e me aconchegar para sempre em seus braços... mas... a razão não deixa, ela não deixa nem eu acreditar em suas palavras. É tudo um jogo pra ele. E o premio é me levar pra cama, depois disso, pode dizer adeus a todas suas palavras de conforto, seus abraços involuntários, os beijos quentes, não sobrara nada, e nesse nada era se encontra meu coração, que ficara vazio . Nunca me senti tão fraca e confusa.

 “Agora o amor complica tudo, sentimentos desconhecidos, ações que você faz sem nem ao menos perceber, são tantas duvidas que ficam impregnadas em você que a única coisa que você quer é se distanciar desse sentimento e voltar a quando tudo era normal... ou você julgava normal.”

Ele tem razão, em tudo em que ele disse noite passada. É mais fácil odiar uma pessoa do que ama-la.

 

MILEY OFF

 

SELENA ON

 

O clima dentro do carro não era dos melhores. Nick encarava a janela a seu lado. E Miley fazia o mesmo sentada no banco da frente. Vanessa dirigia sem falar nada, mas eu via seus olhares de soslaio pra Miley. Ela parecia preocupada com a irmã. Já Kevin que estava sentado do meu outro lado, parecia confuso, olhava pra todos e tentava entender o que estava acontecendo. E eu bem... eu não estou entendendo nada desse comportamento de Nick e Miley. Que eles nunca foram um com a cara do outro é perspectivo, mas agora o clima esta mais tenso do que nunca.

Assim que chegamos, eu, Kevin e Nick descemos do carro, enquanto, Miley decidiu voltar com a irmã para buscar o resto do pessoal.

Adentramos na oficina e avistamos Agenor e um homem que aparentava ter uns 40 anos olhando o motor do carro.

O homem mais velho nos viu e acenou pra nos aproximarmos.

Kevin: Bom dia Toby. (Então era esse o nome)

Toby: Bom dia a todos, e quem é essa garota bonita. (Sorri)

Kevin: Essa é Selena, uma de nossas amigas que estão nos acompanhados nessa viagem.

Toby: Prazer em conhecê-la.

Selena: Prazer. (Sorri cordial)

Kevin: E onde estão David e Noah?

Toby: Estão ali em casa, a garotinha não parava de dizer e pular inquieta dizendo que estava com fome. (Rimos) Podem ir até lá, acho que vamos demorar um tempo considerável aqui. (Toby indicou uma porta que estava nos fundos da oficina)

Kevin: Não queremos incomodar.

Toby: Incomodo algum, vão lá e se divirtam com a comilança. (Ele diz rindo e nos assentimos caminhando até a porta)

Kevin bateu na porta e Toby berrou atrás de nos que era pra nos entrarmos e assim fizemos, Kevin e Nick, já conheciam a casa, por conta de ontem.

Assim que chegamos à cozinha, avistamos David e Noah comendo, e duas figuras loiras e bonitas, uma parecia ter minha idade e a outra a versão mais velha da mesma.

Xx: Bom dia queridos. (A mais velha abraçou Kevin e Nick) E quem é a moça?

Kevin: Selena, nossa amiga. (Ela voltou o olhar pra mim)

Xx: Sou Olivia e aquela é minha filha Helena. (Ela diz apontando pra versão mais nova dela)

Selena: Prazer.

Helena: Estão com fome? Mamãe acabou de tirar um bolo de cenoura do forno.

Noah: Oba, mais bolo. (Ela berra de boca cheia)

Kevin: Quantos pedaços você já comeu?

Noah: Parei de contar depois do decimo.

Kevin: Tudo isso.

Noah: Hey, o David comeu mais.

David: Estou quieto no meu canto, não falem meu nome em vão.

Nick: Claro, esta com a boca cheia. (Nick fez todos rirem, fazia um bom tempo que não ouvia sua voz).

Olivia: Sentem queridos, vou colocar mais pratos e xicaras pra vocês.

Sentamo-nos e logo Olivia e Helena colocaram, senti os olhares de Helena em cima de Nick, quando ela pôs a xicara e sua frente. E não gostei nada disso.

Olivia: E onde estão aquelas duas garotas que estavam aqui ontem?

Kevin: Voltaram pra buscar o resto do pessoal?

Helena: Estão em quantos?

Selena: Em 10.

Olivia: Nossa, e são todos amigos.

Kevin: Sim. Quer dizer, eu, Nick (Ele aponta pra Nick), Joe e Frankie, que estão vindo ainda, somos irmãos.

Selena: Eu e Demi, que também esta vindo, somos irmãs.

Noah: E eu sou irmã das duas garotas que estavam aqui ontem.

David: Poxa me sentir excluído agora. (Todos rimos)

A conversa fluiu normal, Olivia é um amor, muito dedicada e fofa, nos tratava como se nos conhecia a anos. Já Helena, ela até parecia ser uma garota legal, mas seus olhares em Nick só me fazia sentir mais raiva dela.

Um tempo depois estávamos todos na pequena sala conversando sobre assuntos aleatórios, David nos contava sobre uma de suas aventuras enquanto escoteiro quando a porta da sala foi aberta e uma Vanessa apareceu sendo logo acompanhada por Frank, Joe, Demi, e uma Miley com cara de enterro.

Depois das devidas apresentações, ambos foram tomar café, menos Miley, que disse que ia dar uma volta. Vanessa perguntou se ela queria companhia, mas ela negou, e logo saiu.

Algum tempo depois, Agenor nos chamou, porque Toby queria conversar conosco e lá fomos até a oficina.

Nick: E ai Toby, já sabe o que aconteceu com o nosso carro?

Toby: Sim, ele aqueceu e fez com que a agua fervesse.

Joe: Ahh, então isso não é nada de mais.

Toby: Não seria, se essa agua fervida não tivesse danificado uma peça importante do carro.

Eu sinceramente, não entendia nada da conversa.

Joe: Ruim isso. Mas é só trocar não é?

Toby: É. Mas não temos essa peça na oficina.

E o que é que tem nessa oficina?

Demi: E agora?

Toby: E agora que eu vou ligar para as oficinas vizinhas.

Selena: E isso vai demorar?

Toby: Não sei ao certo.

Olivia: E ai pessoal, porque dessas caras murchas? (Olivia diz chegando perto de nos)

Toby: Não tenho a peça que precisa ser trocada no carro, então tenho que ligar pras oficinas vizinhas.

Olivia: Hawn. (Ela faz cara triste) Mas agora ninguém vai ligar pra oficina alguma, pois vamos almoçar.

Kevin: Hmm, isso nos fez lembrar que precisamos encontrar uma lanchonete ou restaurante.

Olivia: O que? Era só o que me faltava. Vocês vão almoçar aqui.

Vanessa: Isso é incomodo demais, já tomamos café aqui.

Olivia: Isso não é incomodo, além do mais eu fiz comida a mais, então vocês vão ter que comer tudo. (Ela diz risonha, fazendo-nos ri)

Noah: Com o David aqui com certeza não vai sobrar nada. (Rimos)

David: A comilona aqui é você baixinha. (Noah abre a boca indignada e olha para Frank)

Noah: Frank, me defende. (Ela diz colocando o garoto na frente de David nos fazendo ri mais ainda)

 

SELENA OFF

 

DEMI ON

 

Almoçamos finalmente, após Vanessa e Selena saírem atrás de Miley para ela ir almoçar também.

Depois ficamos todos do lado de fora da oficina jogando conversa fora.

Toby: Pessoal! (Toby diz chegando perto de nos) Tenho boas e, mas noticias. Qual querem primeiro?

Todas-Toby: Boas!

Toby: Consegui a peça. (Houve murmúrios de felicidades)

Vanessa: E a má qual é?

Toby: Chega só amanhã atarde.

David: Merda! E agora?

Kevin: Vamos ter que ficar aqui, pelo menos algumas pessoas, se o resto quiserem já in...

Demi: Não! (Eu o interrompi) Se alguém vai ficar, todos nos vamos. Todos concordam certo? (Todos assentiram)

Joe: Precisamos então encontrar um lugar pra ficar.

Helena: Fiquem aqui! (Ela diz sorrindo para Nick) Tenho certeza que mamãe e papai não se importam não é? (Ela diz olhando para Toby)

Toby: Claro que não! Eu já havia convidado vocês para dormirem aqui noite passada.

Kevin: Não podemos aceitar.

Toby: Claro que podem aceitar.

Selena: Já abusamos de mais da bondade de vocês.

Toby: Não abusaram nada

Depois de tanto discutirmos sobre onde iriamos ficar, conseguimos fazer com que nos deixássemos ir para um hotel, mas ali na cidadezinha não tinha, o que nos levou a decidirmos ir para a cidade vizinha, já que Agenor assegurou que lá havia um hotel.

O carro de David já havia sido concertado, já que era apenas o pneu, como era uma caminhonete pequena, havias apenas 3 lugares, onde as duas pessoas que faltavam iriam.

Já estávamos nos preparando pra sair quando uma Helena ofegante e feliz chega.

Helena: Eu e alguns amigos vamos ao um pub que tem ali perto do hotel que vocês vão ficar. Se vocês quiserem aparecer lá, seria legal (Ela olha pra Nick), muito legal mesmo. É um lugar bacana, nada muito sofisticado como na cidade grande, mas é bacana, tem até karaokê.

Nick: Legal, talvez agente passe por lá mesmo. (Nick disse devolvendo o olhar e o sorriso pra ela)

Helena: Fico esperando.

Demi: Tudo bem, nos vemos lá então.

Disse seguindo pra caminhonete de David e entrando.

 

*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

 

Oi gente, vergonha de vim aqui, mas como fui ensinada que não devemos ter vergonha e muito menos medo de fazer as coisas certas, aqui estou eu de coração apertado e implorando que vocês me perdoem pela minha demora, bom vou dar 10 motivos por eu ter demorado:

1 – Estou no ultimo ano do ensino médio, e bem, digamos que esta sendo louco, estou cheia de provas e trabalhos, tudo muito louco mesmo. Não ando tendo nem tempo de respirar.

2 – Tenho uma amiga que esta precisando de pessoas ao seu lado, apoiando, e eu como a amo muito, tenho que esta ao seu lado dando força sempre, porque amizade é assim, momentos bons e ruins.

3 – Estou feito louco fazendo o TCC pra apresentar final do ano, é sério quem inventou isso, queria acabar com a vida dos estudantes.

4 – Tenho uma ONG, que ajuda, principalmente, crianças carente e claro seus familiares, montei ela com ajuda de algumas pessoas, mas como já fazem 3 anos isso, ela anda crescendo e não posso só contar com ajuda dessas pessoas, e por isso ando indo atrás de pessoas solidarias que podem apoiar.

5 – Ando ajudando minha mãe com a nova coleção dela, tudo bem isso não é uma obrigação, mas eu quero ajudar, além do mais minha mãe esta cheia de compromissos.

6-Esse ano é o ano da formatura, e adivinha quem esta na comissão organizadora? SIM, EU. Porque eu me meto nessas coisas né 0.o

7 – Bom, tenho uma vida um pouco ... diferente de algumas pessoas, tem sempre eventos e esses blábláblá de compromissos e eu vou a eles, claro que não sou o tipo de garota cheia de fluflu, vou mesmo por conta da ONG, e preciso de ajuda com eles. Meus pais também não gostam desses tipos de coisas, o que realmente é ótimo então não tenho que ir a muitos, mas... alguns não escapam.

8 – Eu tenho uma vida também, tenho família, amigos e namorado. Então também sou filha de Deus e preciso me divertir.

9 – Não posso ficar muito tempo no computador, prejudica a saúde, não só a minha mas de todo mundo também.

10 – Tirando tudo isso, também tenho outras atividades, como teatro, aula de bateria. francês e yoga (que é a melhor coisa do mundo).

 

Lívia Vasconcellos: Haushaushaus, pois é, e demorei de novo  foi mal .Sim, sim, eles tem medo, na verdade agora é só a Miley, mas o Nick... bem... por mais que ele esteja entendendo seus sentimentos, ainda vai ser complicado para ele, não que a Miley não sabe o que ela sinta, ela só não quer acreditar. Beijos

kelly lino: Haushaushaus’ que boom, que gostaste. Ain amore, muito obrigada mesmo beijos (:

Ana Beatriz: Ahh eu não quero que você tenha um  treco não amore. Longe disso.

Leeh: Oi amore, progrediu? Não sei bem né, já que eles são como uma montanha russa. Haushauhsuas, não seiiiii, pergunta pra jenifer ou jessica, sei lá era alguma coisa com J o nome dela haushuahsuas’. Que é? Eu não posso me sentir enjoada não? Haushuahsuahsuas’. Ahh que legal, vc tem só dois filhos né, e eu tenho que ter 10, eu não sou meu pai não que quer ter 12 filhos, na na. Haushuahsuas’ Beijos Ps: SAUDADES

miley+nick=niley forever: OMG, SE ACALME GAROTA, RESPIRE FUNDO E NÃO DÁ A LOUCA. HAUSHAUSHAUHSUAS   ‘ OMG, coitada da Helena, haushauhsuas. E quem disse que Nick não é imoral? Ele apenas não transparece isso pra Miley,e a Miley, bem... quem em sã consciência não ia gostar haushaushaus’. Por favor não quero que fique traumatizada não hein, e olha aquele papinho da Demi esta longe de ser algo realmenta traumatizante haushauhsuahsuas’ Tenho uma amiga que ela é assim, agente fala algo sobre sexo e ele se faz de desentendida e eu fico tipo, “Ahh tá, e eu sou o papa pra acreditar que vc não entendeu” haushauhsuahsuas’ hmm a cena do benheiro, acho que muita gente gostou haushaushuas’ eu também sou assim, eu leio e assisto mil vezes a mesma coisa, eu tenho até pena do meu namorado, eu acho que já fiz ele assistir “Como se fosse a primeira vez”, mais de 50 vezes,  é sério sem brincadeira. Ahh vc não enche o saco não amore (: e sabe você não é única vim aqui duas vezes pedir pra mim postar não haushauhsuahsaus’ Nossa amore, obrigada mesmo por reconhecer o trabalho que da achar as musicas certas, sim, sim dá muito trabalho, mas eu gosto já que eu amo música, e bom digamos que eu tenho uma infinidade de músicas espalhadas por meus aparelhos eletrônicos e USBs, porque digamos que eu meus amigos e principalmente meu namorado, somos movidos a música haushuashuahsuas’ “WE BELONG TO THE MUSIC” faz sentido isso ;) Bom, sobre escrever, estou tentando melhorar né, mas escrever as partes da Miley é muito mais fácil pra mim, sabe, é como me sinto, ou melhor me senti, então, todos os sentimentos verdadeiros são expressados, mas com mudanças é claro porque se não a história ficaria mais infantil, já que não se compara os sentimentos de uma garota de 12 anos com uma de 16 anos que é a idade da Miley nessa fic. Sabe eu adoro quando as pessoas ficam ligadas nos mínimos detalhes, porque eu amo eles, e coloco de proposito, e bem digamos que já esta tudo encaminhado então você logo saberá. MUUUUUUUIIITOOO OBRIGADA AMORE, beijos.

Rhafaella: haushauhsuas’ Pois é, esse momento Niley foi realmente marcante. Bom, isso dá Miley não negar mais o que sente, seria se ela fosse uma pessoa normal e não pensasse de mais, mais qual é? A mente dela é complexa de mais, como Nick disse, nem ela mesma se entende. Ainn amore muuuuuiiito obrigada beijos, também lhe adoro (: e postei só pra saciar seu vicio haushauhsuahsuas’ Beijos amore.

Bruna: Haushaushaus’  Nossa fico muito feliz de verdade que minha história mude seu humor para melhor, isso é muito significativo para mim. Haushauhsuas’ Nééé... Mas são esses obstaculos que nos fazem enchergar o que realmente importa em nossa vida. Muito obrigada amore, beijos.

Jus A Sign (Ever Niley): Haushaushaus Nééé. Kii boom amore. Espero mesmo que você “Volte” a escrever, estou com saudades já ;) Ahh cara sei como é, você, pensa, pensa... e não  sai como você planejou. Isso me deiza desanimada L, mas tenho certeza que você acerta ;). Beijos amore, beijos.

Mihopecyrus : Quero mesmo, muito, que você sempre esteja aqui, seus comentários me deixam SUPER FELIZ.  Hmm, sabia que seu canal no youtube, foi um dos que me fizeram entrar e conhecer o mundo das fics?! É sério, sem ele eu não estaria aqui.  Hmmm, eu não tenho twitter, não sou fã de meio de comunicação, mas estou pensando em fazer um, pra deixar vocês informados sobre o andamento da história, pra vcs não ficarem agoniadas achando que eu desisti. Haushaushuahsua’ Espero mesmo que você comente ;) haushaushuahuas’ Foi o beijo mais ousado, o mais ousado que eles tiverem até esse capitulo, e o estranho foi ser dentro de um banheiro, nada romântico hashuahsuas’, mas como um dia me disseram, “Pra fazer isso especial, não importa o local, o que importa mesmo é a pessoa que esta ao seu lado”. Haushaushuas’ Muiiiiitoo obrigada amore (: beijos.

Bella Trindade: Sim, essa viajem vai ser épica.  A culpa não é minha amore, se o mundo esta cheio de vadias a procura de uma presa suculenta (LUK SEU PURPURINADO, ME DEIXOU COM ESSAS PALAVRAS NA MINHA CABEÇA, /MOMENTOEUVOUMATARMEUMELHORAMIGO), ta prey, e também não posso fazer nada se os “amiguinhos” tem tendência a se apaixonar por ela. Haushaushaus’ O que as pessoas tem contra demonstração de nojo através do vomito e não em palavras,? Haushahsuas’ é algo que ela não precisa falar e demonstrar o que sente e ao mesmo tempo fazer. Haushaushuas’ né, eu também tenho pena dele, mas pelo mesmo ele pegou a enfermeira haushauhsuas’ ta parey.  Ahaushaushaus’ gostei da sua história, vai ve quem sabe né, não se realiza. NOSSA SÉRIO? Vocês querem me matar do coração dizendo essas coisas, eu com fãns haushuahsuas’ nossa me achei agora, to espererando o momento em que vou dar autografo, aham OK THAYLA, NÂO VAJA MUIÉ. Haushauhsuahsuahsuas’

Hannah Montana: Nééé, pelo menos isso. (: muito obrigada amore beijos.

juliana: Ahh amore, que bom que gostaste, fico muito feliz e muuuuiiiitoo obrigada amore (: beijos.

publicado por tmendre às 22:46
Terça-feira, 17 / 04 / 12

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 3

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 3

Um dia a tua bipolaridade acaba comigo.

 

SELENA ON

 

Estava sentada na cama em que havia dormido esperando Demi e Miley terminarem de se arrumar. Vanessa e Noah já haviam saído pra tomar o café da manhã.

Demi: Ok, eu não vou aguentar!! (Minha irmã falou e eu e Miley olhamos pra ela tentando entender sobre o que exatamente ela queria dizer)

Selena: Do que exatamente você esta falando? (Ela olhou sugestivamente pra Miley – que ficou sem entender mais ainda – e eu finalmente entendi sobre o que era) Ahhhh. (Disse sorrindo e demonstrando que havia entendido o que ela queria dizer)

Miley: Se antes me sentia boiando, agora me sinto afundando completamente.

Semi: Precisamos lhe pergunta uma coisa. (Falamos juntas)

Miley: Tudo bem... Estou me sentindo em uma dessas séries de investigações.

Demi: Miley querida, queremos que você fale a verdade.

Selena: Nada mais além da verdade.

Demi: Somente ela será dita nesse quarto de hotel

Miley: Ok, momento medinho de vocês.

Selena: Você jura dizer a verdade?

Miley: EU JURO QUE NÃO QUERIA MATAR ELA!! (Miley diz desesperada)

Semi: O QUE?

Miley: Eu não queria mata-la, mas era preciso. Era questão de vida ou morte. E antes ela do que eu.

Selena: Miley, quem você matou?

Miley: A ARANHA!! (O que estava em seus olhos eram lágrimas?) Eu... eu não queria, eu lutei, mas... EU TENHO MEDO DE ARANHA!! (Ela dizia com dificuldade por causa do choro, ela até soluçava, era uma cena muito doida)

Demi: Miley... era uma aranha. (Demi disse tranquilamente)

Miley: EU SEEIII!! Um ser vivo e eu a matei. (Miley se sentou na cama e colocou a mão em seu rosto, chorando e soluçando compulsivamente).

Selena: O que é isso? (Sussurrei pra Demi)

Demi: Isso se chama hormônios. Ela só pode estar de TPM
Miley: EU NÃO ESTOU DE TPM. (Mesmo sussurrando ela nos ouviu e mudou completamente de humor, ficando raivosa e parando de chorar).

Demi: Troca de humor de repente... isso é sintoma de TPM.

Miley: Ou bipolaridade (Miley ri feliz. Isso estava ficando tão bizarro).

Selena: O que a TPM não faz com uma mulher né.

Miley: JÁ DISSE QUE NÃO ESTOU DE TPM. (Miley berra toda brava. Mas logo vejo seus olhos ficarem marejados).

Selena: Miley, você esta bem? (Eu tento me aproximar dela, mas ela se afasta).

Miley: Eu... eu... quero ficar sozinha. (Ela diz encarando o chão e eu e Demi ficamos realmente sem entender o que estava acontecendo com ela)

Demi: Tudo bem. Vamos lá pra baixo, qualquer coisa chama.

Saímos do quarto ao mesmo tempo em que Joe, Kevin e David saiam do deles. Demos bom dia, e tivemos que assistir a cessão melosa de Demi e Joe.

Selena: Frankie?

Kevin: Esta lá em baixo. Noah mandou uma mensagem que estava indo tomar café e ele correu pra lá.

Entramos no elevador e logo em seguida chegamos ao restaurante onde era servido o café da manhã. Demos bom dia para Noah, Frankie e Vanessa  e fomos nos servi. Voltamos pra mesa e nos sentamos

Vanessa: Onde esta Miley?

David: Pois é, quando não a vi com vocês pensei que estaria aqui.

Selena: Ela esta muito estranha hoje.

Noah: Hoje? (Ela perguntou divertida e nos rimos)

Demi: Acredite hoje ela esta pior.

Joe: Por quê?

Selena: Hoje ela chorou porque havia matado uma aranha.

Demi: Mas era o choro desesperado

Selena: E depois ficou brava quando dissemos que era TPM, e depois soltou uma piadinha dizendo que podia ser a bipolaridade e depois voltou a ficar irritada e depois voltou a chorar e triste disse que queria ficar sozinha.

Demi: Tudo isso em menos de 5 minutos.

Frank: O que ela tem?

Selena: Não sei.

Vanessa: Vou ir falar com ela. (Vanessa se levanta saindo do nosso campo de visão)

Voltamos a comer e a conversar novamente. Fiquei prestando atenção até minha mente parar em outro lugar:Nick.                                                                                                                                                                                                                  Será que já acordou? Já tomou café?

Selena: Alguém aqui falou com Nick hoje?

Joe: Não (Revirei os olhos)

Selena: Vou lá levar algo pra ele comer.

Peguei um pastel assado de presunto e queijo, com um suco de limão e levei pra ele. Quando cheguei lá, Nick estava em cima do capo do carro dedilhando algo em seu violão e ao lado dele estava um caderno.

Selena: Bom dia! (Disse pra anunciar minha chegada já que ele continuava entretido com o violão)

Nick: Nem tanto. (Me olhou rapidamente e voltou pra seu violão)

Selena: Trouxe algo pra você comer.

Nick: Obrigado, mas estou sem fome.

Selena: Cala boca Nick. A última vez que você comeu foi a mais de 12 horas atrás. (Ele deu de ombro) Não quero saber, eu me dei o trabalho de vim até aqui trazer comida, agora você vai comer tudo, nem que depois você vomite tudo. (Ele da uma risadinha o que me faz ri)

Nick: Você não vai desistir não é? (Ele perguntou com um sorriso de canto)

Selena: É bom saber que você me conhece mesmo, após quase 10 anos convivendo juntos.

Ele desce do capo do carro e pega a comida de minha mão e me olha com aqueles olhos que tanto me hipnotizam.

Nick: Você é uma ótima amiga, Selena.

Fiz de tudo pra não desmanchar o sorriso, mas aquilo foi uma facada no meu coração.

Selena: É, você também Nick. (Disse tocando levemente seu braço enquanto ele dava uma mordida em seu pastel)

Nick: Hmm, isso é bom.

 

SELENA OFF

 

MILEY ON

 

Vanessa estava sentada na poltrona a minha frente a mais de 10 minutos, me olhando atentamente, e a cada volta do ponteiro me perguntava o que eu tenho de errado e eu me limitava a dizer, apenas que não há nada.

Vanessa: Vai continuar com essa história de que não é nada?

Miley: Sim, porque não é.

Vanessa: Eu lhe conheço My. Sei quando há algo de errado com você. E não é de hoje  que venho notado que você anda estranha

Miley: Você não é psicóloga.

Vanessa: Mas sou sua irmã. (Dei de ombro querendo acabar logo com isso) Miley, nunca me meti em sua vida, principalmente quando o assunto é garotos, mas dessa vez você esta sofrendo, e muito mais do que quando você teve que terminar com o Lucas porque ia se mudar. Você se lembra, que chegou triste lá em casa e disse que queria fugir de volta pro Teneesse por causa do Lucas, mas não deu um mês e você havia o esquecido, mas agora, eu sinto que não é tão fácil assim.

Miley: Não estou entendendo o porquê o assunto se voltou para garotos.

Vanessa: Você esta. Eu percebi a um tempo o porque de você esta assim, ou melhor por quem você esta assim.

Miley: Vo-vo-você esta enganada! (explodi me levantando) Não tem nada de “por quem”

Vanessa: Claro que tem, e você sabe muito bem. E ele também não esta bem, o que isso justifica seus comportamentos errados nesses dias.

Miley: Não sei por que você esta colocando Nick nessa história.

Vanessa: E eu toquei em nome Nick? (Ela perguntou com um sorriso divertido)

Miley: Você falou comportamentos errados, só pode ser ele.

Vanessa: Miley... (Vanessa foi interrompida pela porta que se abre, era Demi)

Demi: Desculpa interromper, mas já são 10 horas é melhor irmos andando.

Assentimos e começamos a arrumar nossas coisas.

 

MILEY OFF

 

DEMI ON

 

A viagem seguiu por 1 hora e meia, depois resolvemos parar para almoçar. O almoço foi tenso, olhares de acusações trocados, olhares curiosos e as únicas pessoas que falavam eram eu, Selena, Joe e as crianças. O resto ficavam se encarando de uma forma estranha. Eu, Selena e Nick fomos os primeiros a terminar de almoçar. Nick saiu rapidamente para fora do restaurante e logo depois Miley terminou de almoçar e eu a chamei junto com Selena pra irmos ao banheiro, pra terminarmos nosso papo de hoje de manhã.

Demi: Estais melhor Miley? (Ela olha rapidamente pra mim pelo espelho enquanto escovava os dentes.)

Miley: Eu não estava ruim. (A voz saiu quase inelegível por causa da espuma)

Selena: Os teus surtos naquele quarto do hotel dizem ao contrario. (Miley encara Selena com a testa franzida)

Demi: Aquilo... tinha haver com algum... garoto? (Miley arregala os olhos ainda e para de escovar os dentes)

Selena: É Miley agente anda percebendo. (Ela faz uma cara de estupefata. E ficamos em silencio por algum tempo até que Miley parece ter voltado ao seu estado normal e cuspiu todo o resido ainda restante em sua boca).

Miley: O que?

Demi: Agente anda percebendo as trocas de olhares.

Selena: A forma como estão tão pertos.

Miley: Mas agente nem anda próximo.

Demi: Como não?! Ontem mesmo você estava preocupadíssima com ele.

Miley: Todos estavam. E como vocês perceberam?

Demi: Estava visível em seus olhos.

Selena: E nem todos estavam preocupados.

Miley: Você estava.

Selena: Eu? Eu não! Foi bem feito pra ele.

Miley: Como você pode dizer assim de seu amigo?!

Selena: Amigo?! Desde quando?

Miley: Desde sempre? (Miley diz como se fosse óbvio)

Selena: Pirou Miley? Nunca fomos amigos e jamais vamos ser.

Miley: Como... Espera aí. De quem vocês estão falando?

Selena: Do David? Porque, você esta falando de quem? (Miley começou a ri sem parar. É, acho que a bipolaridade dela ainda não passou)

Demi: Você achou que estávamos falando de quem?

Miley: Hmm ninguém. (Ela tentou disfarçar). Eu estava zoando com vocês. (Não sei se Selena acreditou, mas eu não acreditei).

Demi: Mas então?

Miley: Então o que?

Demi: Você e David?          

Miley: Ele é só meu amigo. (Ela diz se virando novamente para o espelho parecendo mais tranquila com o assunto ser sobre David e não sobre a pessoal que ela pensou que estávamos falando)

Demi: Só? Tens certeza?

Selena: Porque não parece. Vocês estão tão próximos e trocam olhares sugestivos.

Miley: Vocês estão vendo coisas aonde não existe.

Demi: Claro que não, pode perguntar pra qualquer um que vê vocês. (Miley abaixou os olhos pra pia parecendo se lembrar de algo. Abriu a torneira e lavou rapidamente o rosto)

Miley: Ele é só meu amigo já disse. Vamos acabar com esse papo.

Selena: Tudo bem. Mas eu continuo não acreditando nisso. (Miley se vira pra nós)

Miley: O que vocês querem que eu diga pra vocês pararem com isso. Que gosto dele? Que quero ficar com ele? Tudo bem. EU GOSTO DO DAVID, E QUERO FICAR COM ELE. (Alguém na porta pigarreia e olhamos imediatamente pra porta pra vê Nick parado recostado na soleira da porta com os braços cruzados ).

Nick: O pessoal estão chamando vocês.

Selena: Já estamos indo.

Começamos a caminhar, e percebi que Miley não se mexeu na verdade ela estava virada para o espelho, apoiando os cotovelos na pia e com as mãos enterradas em seu cabelo.

Demi: Você não vem Miley?

Miley: Daqui a pouco.

Caminhei até fora do banheiro e encontrei Nick encostado na parede, e Selena com uma expressão que estava tentando entender o que Nick pensava. Mas isso era impossível. Nick é um incógnita, difícil de entender, diria impossível.

Demi: Vamos?

Nick: Vão indo. Eu vou... ao banheiro. (E saiu dali indo até o banheiro masculino. Olhei pra Selena que apenas deu de ombro).

 

DEMI OFF

 

NICK ON

 

Fechei a porta daquele banheiro feminino com força, fazendo com que a garota que continuava na mesma posição de quando eu sai dali me olhasse assustada através do espelho a sua frente.

Nick: Porque você mentiu pra mim?

Miley: Do que você esta falando? (Ela disse apenas me encarando pelo espelho)

Nick: Ontem veio me dizer que a única coisa que queria com o David era amizade e agora eu escuto isso.

Miley: O que você escutou?

Nick: “Eu gosto do David e quero ficar com ele.” (Eu disse numa tentativa muito falha de imitar sua voz).

Miley: Você escutou a conversa inteira Nick?

Nick: Eu escutei o suficiente.

Miley: É, o suficiente pra falar besteira.

Nick: Pare de dizer que eu só falo besteira. (Eu disse a virando pra ficar de frente pra mim)

Miley: Mas é o que você fala. (Ela diz firme. E eu apenas observo seus lábios se mexerem. Como eu queria beija-la agora. Sinto saudades deles ao encontro dos meus. EU ESTOU PERDIDO. EU DESCUTINDO COM ELA E AO MESMO TEMPO QUERO BEIJA-LA. EU MEREÇO MORRER) Quer saber Nick, se eu quero ou não ficar com o David não lhe interessa, porque eu não lhe devo explicação. Eu não fico lhe perseguindo pra tirar satisfação de você quando vejo você agarrado, ou melhor, literalmente comendo, alguma vadia por ai.

Nick: Isso é totalmente diferente.

Miley: Diferente por quê? (Ela berrou)

Nick: Porque não sinto nada por elas. (Usei o mesmo tom)

Miley: Então tudo bem, vou ir agarrar o David porque não sinto nada por ele. Agarrar ele e qualquer outro cara que apareça.

Nick: Não! (Segurei-a pelos ombros firmemente e encarei seu rosto) Você. Não. Faria isso. (Falei entre dentes e pausadamente tentando me controlar)

Miley: Duvida? (Falou levantando as sobrancelhas)

Nick: Não! Eu não duvido nada de você. Lhe conheço o suficiente pra saber do que você é capaz. (Falo com um sorriso de canto)

Miley: Me conhece mesmo?

Nick: Sim! Lhe conheço o suficiente pra saber o que você quer agora.           

Miley: E... o que eu quero? (Minha mão direita que estava em seu ombro escorrega pra sua nuca, apertando levemente o local).

Nick: Você não quer o David (Aproximo meu corpo ao dela a prensando na pia aproximo minha boca de sua orelha e sussurro) Você me quer. (Sinto que sua respiração fica acelerada e olho pra ela, encostando a ponta do meu nariz ao dela) Vai negar?

Ela coloca suas mãos em meu ombro e me olhava de uma forma tão intensa, que não tinha como desviar. Por um momento achei que ela fosse se afastar, mas pelo ao contrario ela colocou sua mão direita em minha nuca e aproximou meu rosto ao dela, mordiscando levemente meu lábio inferior, acho que posso considerar isso uma resposta.

Nem pensei direito, pois como se minha boca tivesse vontade própria já foi logo atacando os lábios dela, em um beijo tão intenso que mostrava como a abstinência de seus lábios nesses 4 meses estavam me deixando maluco.

Nossos mãos percorriam por nossos corpos de uma forma alucinatica, já que pareciam ter vontade própria. Quando dei conta de mim, eu já estava a levantando pra coloca-la em cima da pia, nem me importando se estava ou não molhado. Isso estava ficando insano, suas pernas envolta da minha cintura me fazia sentir maravilhosas sensações e se isso continuasse assim, não sei se poderia responder por meus atos, pois estava me sentido embriagado por seu sabor, por sua textura, por tudo que se desrespeitava a ela. Um som de batidas na porta nos fez se afasta. É impressionante como as pessoas adoram nos interromper?

Demi: Miley? Você esta ai?

Miley: Demi! (Olhei pra Miley e vi o estado que ela estava: descabelada, olhos intensos, lábios vermelhos e inchados e bochechas coradas) Anda, você precisa se esconder.

Nick: Você vai abrir a porta nesse estado? (Dizendo isso ela desceu da pia e se olhou no espelho)

Miley: Meu Deus! (Eu ri da cara de apavorada dela e ela se vira irritada pra mim) Não ri idiota. (Ela bate em meu ombro)

Nick: Adoro seu jeito carinhoso (Eu reviro os olhos)

Vanessa: Miley! Abre essa porta, eu sei que você esta ai dentro.

Miley: A culpa é sua.

Nick: Ahh claro, porque eu mesmo estava me beijando, sabe como é tenho duas línguas e uma estava enrocada a outra. (Eu disse irônico e piscando por ultimo)

Miley: Você é nojento

Nick: E um dia a tua bipolaridade acaba comigo

David: Miley, abre essa porta ou eu vou arrombar.

Nick: E a cavalaria acaba de chegar pra salvar a princesa presa na torre.

Miley: Anda, entra no cubículo. (Ela diz me empurrando até a porta)

Nick: Não antes disso. (Eu a seguro pela cintura e a beijo, e fui avidamente correspondido).

Miley; Você... não presta (Ela diz assim que nos afastamos. Ela não parecia irritada, havia diversão em seus olhos e pude perceber que ela reprimiu um sorriso)

Nick: É só pra você não se esquecer. (Eu pisco pra ela e fecho a porta subindo no vazo)

Por cima consegui vi que ela se ajeitava na frente do espelho. Ela suspirou e sorriu. Ela não tinha mais como negar, não tinha mais como fugir. Eu agora tenho certeza o que ela sente por mim.

Ela foi até a porta e abriu e pude ver que estava todo mundo ali.

Vanessa: Porque você demorou a abrir?

Miley: Ahh é que eu acabei dormindo.

Joe: Dormindo?

Selena: No banheiro?

Miley: Sim.

Frank&Noah: Nojento!

Miley: É que eu estava cansada de mais, me sentei e acabei dormindo.

Kevin: E porque a porta trancada.

Miley: Ahh é que eu queria um momento sozinha.

David: Então, vamos?

Selena: Temos que achar o Nick ainda. Você não o viu Miley?

Miley: Não! (Ela respondeu rápido de mais) Porque eu o veria se estava trancada aqui dentro... sozinha. (Ela estava desesperada o que me deu vontade de ri)

Joe: Ok Miley, tudo bem, já entendemos.

Miley: Será que podemos sair daqui? É que eu... queria... tomar água. (Ela se enrolava toda, o que me dava mais vontade de ri do seu jeito desastrado)

Demi: Tudo bem.

Eles saíram e logo depois eu sai também.

Selena: Onde você estava? (Ela pergunta assim que cheguei perto deles)

Nick: Dando umas voltas por ai.

Selena: Hmmm.

Kevin: Vamos então? Temos muito tempo de viagem.

Todos assentimos e seguimos caminho.

 

NICK OFF

 

JOE ON

 

Eu olhava pro retrovisor e não acreditava no que via. Nick não estava mais com uma cara emburrada e nem seus olhos estavam tristes. Ele estava sorrindo e aquele sorriso que só vem quando algo de muito bom aconteceu e isso aguçou minha curiosidade.

Joe: Tudo bem Nick?

Nick: Tudo ótimo.

Acho que não fui o único a perceber essa mudança de humor dele, pois tanto Demi quanto Selena o olhavam como se fosse um E.T.

Demi: O que é isso? Anda pegando a mania da Miley de mudar de humor. (Nick riu, riu como a algum tempo não ria)

Selena: Ela ainda tem a desculpa da TPM, e você qual é a desculpa?

Nick: Se a pessoa esta mal humorada fazem bilhões de perguntas e se a pessoa esta feliz também fazem. Ta louco!  Vocês são um pé no saco. (Ele diz rindo)

Joe: Esta feliz? Com o que esta feliz?

Nick: Estamos de férias não estamos?

Selena: Você não estava nem um pouco feliz com isso hoje de manhã.

Nick: Agora estou. Essas férias vão ser inesquecíveis.

Demi: Você transou com alguém?! Só pode ser isso, você esta muito feliz.

Selena: Demi!(Selena a repreendeu e Nick riu)

Demi: Que foi? Só porque eu falei a palavra transar? Tudo bem eu falo sexo.

Selena: DEM!

Demi: Que foi Selena? Você pode não fazer, mas você sabe o que é. (Pelo retrovisor vi Selena ficar vermelha e se encolher no carro. Demi não deveria tocar nesse assunto) E então Nick, com quem e onde você transou, fez sexo ou qualquer outra promiscuidade?

Joe: Você não acha que esta querendo informações de mais não dona Demi?

Demi: Que nada amor, só estou perguntando o básico, nem preguntei os detalhes... ainda. (Ela acrescenta rindo fazendo com que eu e Nick rimos juntos com ela, já Selena estava muda) Anda Nick, conte logo.

Nick: Não Demi, eu não transei, fiz sexo ou qualquer outra promiscuidade (Ele sorriu de canto e acrescentou) ainda. (Rimos novamente e Selena se quietou ainda mais)

Demi: Safado! (Demi diz se virando para Nick – que estava no banco de trás – e rindo. Eu estava olhando atentamente o carro de David que estava logo atrás) Mas que fumaceira é essa? (Demi diz e eu olho para frente e vejo a fumaça saindo do carro. Imediatamente parei o carro e desci dele, sendo seguido logo depois por Nick, Selena e Demi e logo o carro de David para atrás. Abri o capo do carro e fumaceira pareceu pelo local, fazendo todos tossi)

Kevin: O que aconteceu?

Selena: Crédo vou morre intosquistada

Joe: O motor só pode te dado problema.

Demi: Mas era só o que faltava.

Miley: Mas o que aconteceu? (Miley berra saindo do carro de Vanessa, que tinha dado a volta).

Joe: O motor deu problema.                         

Vanessa: Estão brincando né. (Elas se aproximam de nós e ficamos todos prestando atenção no motor que ainda saia fumaça)

Noah: Tá! Vamos ficar encarando o motor por muito tempo?

Kevin: Não, vamos arrumar esse carro.

Miley: E vocês por acaso entendam de carros?

Joe: Claro... (Todos sorriram) que não (Os sorriram sumiram e a feições que eles faziam eram muito engraçado, como decepção junto com raiva, era cômico a cena) eu vi uma vilazinha há alguns quilômetros logo atrás.

Selena: Vamos rebocar o carro até lá?

Joe: Depende. Alguém tem corda? (Ninguém diz nada) é pelo visto não. Então algumas pessoas têm que ir, e outras ficarem.

Kevin: Tudo bem, eu e Nick vamos (Ele olhou pra Miley) você quer ir Miley?

Miley: Pode ser                                                    

David: Eu vou com você. (Vi de relance Nick revirar os olhos)

Vanessa: Você tem certeza?

David: Claro (Ele sorriu pra Miley que sorriu fraco de volta pra ele e depois olhou pro Nick que não parecia nada feliz. Achei estranho a atitude dela, mas talvez ela esteja apenas preocupado em deixar os dois muito tempo junto)

Miley: Sabe David, talvez você devesse ficar.

David: Por quê?

Miley: Ahh por que... Porque ontem você foi pro hospital pode estar não se sentindo bem (Ela diz se enrolando)

David: Miley, foi o nariz e não foi nada de grave.

Miley: Eu só acho que...

David: Eu vou, Miley. (Ele diz acariciando seu braço de leve)

Joe: Eu também vou.

Kevin: Não Joe, algum homem tem que ficar.

Joe: Tudo bem.

Vanessa: Vou com vocês.

Kevin: Pode ser. Então ficamos assim.

Assentimos e eles começaram a ajeitar as coisas pra irem e logo eles partiram no carro de Vanessa.

Joe: O que vamos ficar fazendo?

Frank: Eu trouxe baralhos.

Selena: Então vamos ao truco (Selena diz animada)

 

JOE OFF

 

KEVIN ON

 

Alguém tem ainda tem alguma ideia que o caminho foi estranho? Pois é, foi muito estranho, eu estava no meio de Nick e David, e Nick estava com os braços cruzados e uma expressão indescritível, algo entre irritação, mas ao mesmo tempo um sorrisinho cismava em se formar em seus lábios.

David toda hora tentava falar com Miley, que parecia não esta muito a fim de papo, na maioria respondia com monossílabas e a via olhar de soslaio pra Nick. Que correspondia com um olhar sério, mas logo um sorriso de canto se formava.

A minha salvação era Vanessa que conversava comigo alegremente. Mas nossa conversa não nos impedia de ouvir as poucas falas dos três ao nosso lado, na verdade só de David e Miley, já que Nick nem abria a boca.

Depois de um tempo David, em um ato que parecia ser descontraído, passou o braço pelo banco até chegar ao ombro de Miley, senti seus músculos ficarem rígidos pelo ato de David, mas não tão rígidos quanto os do Nick, que fechou e abriu o punho numa tentativa de se acalmar.

Vi Miley olhar de soslaio pra Nick, e desviar o olhar quando ele a olhou duramente.

Miley: Hmm... estou com sede. (Miley falou repentinamente fazendo com que o braço de David escorregasse de seus ombros)

David: Eu pego pra você uma garrafa

Ele abri sua mochila na intenção de pegar agua a Miley, mas Nick apenas a oferece sua garrafa, esticando-a pra ela. Eu pensei que ela ia dizer algo como “Não vou beber da sua garrafa posso pegar vermes” ou qualquer coisa desse tipo, mas a única coisa que ela faz e aceitar a garrafa e murmura um obrigada. Fiquei sem entender nada, eles andavam se brigando e agora estão de amizade de novo. Só por Deus, essa mudança de

Cerca de 20 minutos depois avistamos o posto de gasolina, um cara nos olhou como se fossemos de outro planeta, mas não ligamos seguimos nosso caminho.

Miley: Sabe, estou me sentindo em um filme de terror.

Kevin: Você é a única por aqui que não precisa se preocupar, tenho certeza que algumas pessoas adorariam lhe proteger.

Disse me inclinando para sussurrar pra ela e vi que Nick e David tentavam, sem exato, escutar o que disse a ela. Miley me olhou e revirou os olhos. Passamos por algumas lojas e casas, algumas pessoas passavam e nos olhavam atentamente.

Apos 10 minutos, chegamos a oficina que havíamos visto.

Adentramos ao local e avistamos dois indivíduos sentados – literalmente jogados – em um sofá, parecendo entediados.

Kevin: Boa tarde!(Disse tentando fazer com que eles percebessem nossa presença. Na hora eles se recomporem e o homem mais velho que parecia ter uns 40 anos tomou a frente vindo até nos)

Xx: Boa tarde, em que posso ajuda-los.

Kevin: É que estamos com problemas em nosso carro.

Xx: Hmm, aonde ele esta?

Miley: Bem mais além.

Kevin: Deixamos ele na estrada com nossos outros amigos

Xx: Vamos ter que busca-los então. Como são os nomes de vocês?

Kevin: Eu sou Kevin, esses são Nick, David, Miley e Vanessa. (Digo apontando pra cada um)

Xx: E eu sou Toby Worthington. Esperem um minuto. (Ele se afastou)

Miley: Sempre achei que Toby era nome de cachorro. (Todos riram. E logo Toby apareceu com o outro homem que estava ao seu lado antes, ele aparentava ter uns 25 anos)

Toby: Esse é Agenor Neeson. E ira acompanhar vocês até o local onde esta o carro.

Agenor: Prazer (Senti seu olhar parar em Vanessa que sorriu tímida)

Vanessa: Vamos voltar todos?

Miley: Ahh não, eu não vou voltar não.

Kevin: Preguiçosa. (Miley mostra a língua pra mim igual uma criancinha)

Agenor: Não precisam ir todos, podem ir umas duas pessoas ou uma. (Ele diz casualmente)

Kevin: Eu vou com você, e David.

David: Mas eu...

Kevin: Anda. (sai puxando David)

Adentramos no guincho com Agenor e seguimos o caminho de volta.

 

KEVIN OFF

MILEY ON

Nick parecia mais relaxado, talvez relaxado de mais. Porque logo senti seu corpo ao lado do meu, seu braço roçando ao meu, seu calor tão perto e posso sentir seu cheiro me embriagando, como sempre faz. Senti uma vontade alucinadora de suspirar e me aconchegar em seus braços. Mordi meu lábio inferior tentando reprimir essa vontade.

Nick: O senhor sabe onde tem um lugar onde podemos comer e tomar algo? (O que é isso em minhas costas... são, são os dedos de Nick entrando discretamente por de baixo de minha blusa? São, são sim. Paralisei, nem respirar eu respirei. Isso é jogo baixo).

Toby: Conheço sim. Vou apresentar minha filha a vocês, e ela poderá acompanhar vocês.

Vanessa: Obrigada. (Nick desliza delicadamente seus dedos pela minha pele, olhei de soslaio pra ele, mas ele olhava pra frente com um sorrisinho de canto. IDITOTA AO CUBO)

Toby saiu e depois apareceu com uma garota que parecia ter minha idade. Ela era bonita, loira, olhos azuis e pele branca.

Toby: Essa é minha filha Helena.

Vanessa: Prazer, eu sou Vanessa e esses são Miley e Nick.  (Sorri amarelo pra ela, já que não gostei do modo como ela olhou pro “ser” idiota parado ao meu lado).

Helena: Eu conheço um lugar ótimo. Vamos?

Lançou um olhar sugestivo pra Nick, resolvi ignorar saber qual foi a reação dele. Helena tomou a frente pra sair e Vanessa logo foi atrás e eu sai dali também, deixando pra trás a sensação dos dedos de Nick em minha pele.

Seguimos um caminho até uma pequena lanchonete. Helena foi conversar com a garçonete, procuramos uma mesa Nick sentou-se em uma mesa, e Vanessa “delicadamente” me empurrou pra sentar-se ao lado de Nick.

Helena voltou e se sentou ao lado de Vanessa, bem de frente pra Nick, pra quem dirigiu um sorrisinho. A garçonete anotou nossos pedidos e logo em seguida trouxe eles.

Helena: E então... de ondes vocês são? (Ela pergunta pra nós, mas seus olhos dirigidos pra Nick).

Nick: New Jersey

Helena: E o que vocês estão fazendo para aqui?

Vanessa: Vamos passar as férias em Tenessee.

Helena: Legal!

A conversa fluiu entre eles, mas eu não falava nada. Só sentia enjoo desses olhares de Helena pra Nick.

 

MILEY OFF

 

SELENA ON

 

Selena: EU NÃO ACREDITO QUE ISSO ESTA ACONTECENDO!!

Era a única coisa que eu conseguia dizer em uma hora bizarra como essa.

O guincho chega, seguimos o caminho felizes, o carro do David fura o pneu, colocamos ele junto com o outro carro no guincho e agora... O GUINCHO PAROU DE FUNCIONAR.

Demi: Me digam, em que mundo o guincho que vem nos salvar, acaba dando a louca também.

Kevin: No nosso Demizinha, no nosso.

Demi: É só no nosso mesmo.

Agenor: Calma pessoal.

Selena: Como você pode trazer um guincho que não aguenta nem o seu próprio peso (Eu esbravejei pra ele segurando-o pelo colarinho da blusa)

Agenor: Alguém tira ela de perto de mim, por favor, eu estou começando a ficar com medo dela.

Joe: Depois dizem que caras do interior são mais corajosos (Ouvi Joe sussurrar pra Kevin)

Selena: É bom ter mesmo, porque não garanto que você vá sobreviver se agente não sai daqui em menos de uma hora.

David: O celular não pega.

Selena: Não me diga. (Falei irônica encarando-o que revirou os olhos)

David: podemos ir a pé.

Selena Vá você.

David: Pode ser. Porque o mais longe eu ficar de você melhor.

Selena: Pelo menos concordamos em alguma coisa não é.

Kevin: Eu e David vamos ir buscar ajuda.          

Depois de arrumarem algumas coisas, ambos seguiram pela estrada.

 

SELENA OFF

 

MILEY ON

 

A conversa em nossa mesa fluía, assim como os olhares de Helena sobre o Nick. Aquilo estava embrulhando meu estomago. Sabe, estava quente e eu estava tomando café, e me entupindo de bolo de chocolate, enquanto fuzilava Helena com os olhos que mantinha um sorriso que digamos, tinha segundas, terceira, quartas e quintas intenções.

Aquilo não estava fazendo bem ao meu estomago, logo senti a ânsia chega com tudo, mas ignorei, ela voltou e engoli em seco, eu não podia vomitar agora.

Poder eu não podia, mas quem disse que não aconteceu? Só deu tempo de levantar. E aquele gosto ruim passou pela minha garganta me fazendo vomitar. Fechei os olhos e nem olhei o que havia acontecido, só reabri-os quando ouvi um grito agudo. Olhei pro lado e vi o que havia acontecido.

Eu havia vomitado no tênis de Helena, e havia pegado em sua calça também. Ela estava vermelha, não sei se de vergonha ou raiva.

Miley: Desculpe (Foi a única coisa que eu disse antes de sair correndo para o banheiro)

Não eu não ia vomitar mais, mas eu precisava tirar esse gosto de minha boca. Enfiei minha boca de baixo da torneira e acabei levando um susto e me molhando quando Vanessa entra batendo com a porta com força.

Vanessa: Me agradeça depois por ter trazido sua escova de dente.

Sorri pra ela enquanto ela me entregava a escova de dente já com o creme dental. Estava escovando os dentes quando Who Knew  de Pink começou a tocar, esse era o toque de celular de Vanessa e a mesma saiu pra atender o celular.

Levei mais um tempo escovando os dentes, teve uma hora que eu até coloquei creme dental direto na boca, fazendo meus olhos lacrimejarem. Depois de quase ter acabado com o tubo de creme dental sai do banheiro, dando de cara com um Nick encostado na parede do outro lado com os braços cruzados e um sorriso presunçoso. Camihei até ele com o coração acelerado.

Nick: Tudo bem que a garota estava dando em cima de mim, mas não precisava te vomitado nela (Ele diz com um sorriso presunçoso o que me fez revirar os olhos).

Miley: Nick, não se vomita porque quer.

Nick: Você poderia ter desviado dela. (revirei os olhos)

Miley: Não deu tempo.

Nick: Sei. (Ele sorriu de canto)

Miley: Não vou ficar discutindo isso com você.

Nick: É temos coisas melhores pra fazer. (Disse colocando suas mãos uma em cada lado da minha cintura) Podemos relembrar o acontecido de mais cedo. O banheiro está logo ali.

Ele diz indicando ao banheiro que estava a nossa frente. Eu apenas crispei os lábios, me odiando internamente por esta tentada a aceitar. Minhas mão foram parar em seus braços, me deliciando com seus músculos. Mas não deu tempo de responder sua pergunta, logo uma voz –irritante- chamava por meu nome nos afastamos bem na hora que Helena apareceu no corredor acompanhada por uma senhora loira.

Helena: Miley querida como você esta?

Miley: Melhor (percebi que ela já estava com novas roupas, parecia mais arrumada do que antes, vestindo um short curto, talvez não tanto, mas vê-la assim já me irritou, seu sorriso aumentou a perceber que Nick estava ali presente) Já trocasse de roupa?

Helena: Sim, como já perceberam a cidade é pequena liguei pra minha mãe e ela me trouxe roupas novas. A proposito essa é Olivia, minha mãe. (Nos cumprimentamos)

Miley: Onde Vanessa esta?

Nick: Hmm, é que aconteceu um pequeno problema?

Miley: Que problema?

Nick : É que quando o nosso carro estava sendo rebocado, o pneu do carro de David estourou, então estavam trazendo o dois carros no guincho, quando o guincho simplesmente pifou, acham que foi por causa do excesso de peso.

Miley: É o azar só pode. E Vanessa onde esta?

Helena: Amparando dois garotos cansados lá em casa.

Olivia: É filha, vamos lá pra casa, assim você pode tomar um remédio. (Ela diz se dirigindo a mim)

Miley: Eu já estou melhor obrigada.

Olivia: Mesmo assim, é melhor prevenirmos. (A mulher era tão... encantadora que era impossível dizer não. Assenti começamos a andar. Mas ela logo parou de andar percebendo que Nick não nos acompanhava) Seu namorado não vai nos acompanhar?(Engasguei com suas palavras. Olhei para a Helena que estava séria esperando uma resposta)

Miley: Err... Quem? Nick?

Olivia: E tens outro? (Ela diz gracejando)

Miley: Na verdade, não tenho nenhum. Não somos namorados (Vi um sorriso se formar nos lábios de Helena. E fiquei a tentada a gritar pra ela ficar longe dele porque ele é meu, SOMENTE MEU).

Olivia: Sério? Vocês formam um belo casal. (Minhas bochechas esquentaram)

Nick: Ainda estão aqui. Pensei que já haviam ido. (Ele diz parando ao meu lado e me olhando)

Helena: Estávamos esperando você. (ela diz sorrindo sedutoramente, olhei Nick e ele sorriu de leve pra ela. Isso me irritou, mesmo o ato sendo pequeno, e comecei andar, até senti, mão passarem ao redor da minha cintura).

Nick: Você esta bem? (Ele sussurrou em meu ouvido)

Miley: Ótima (Digo sem olhar pra ele)

Nick: Bom. (Pensei que ele ia se afastar, mas ele continuou na mesma posição enquanto caminhávamos em direção a oficina, eu podia ouvir os passos de Helena e Olivia  atrás de nós)

Miley: Pode me largar?

Nick: Poder eu até posso, mas não quero, assim como você também não quer. (Revirei os olhos)

Miley: Você não acha que esta dizendo muito o que eu quero ou deixo de querer.

Nick: Fazer o que se eu sei te decifrar (Revirei os olhos)

Miley: Você é tão convencido.

Nick: Eu apenas sei o que sei. (revirei os olhos não adiantaria discutir com ele. Então apenas me deixei levar por ele).

 

MILEY OFF

 

KEVIN ON

 

David: Nunca mais vou a uma viagem com vocês (David dizia com dificuldade por estar cansado e tentava beber agua)

Vanessa: Deixa de ser florzinha, olha só o Kevin, nem esta reclamando.

David: Claro ele perdeu a voz, pela garganta esta seca.

Vanessa: Sério? Deixe-me vê Kevin (Ela vem até mim, e manda eu abri a boca)

Toby: Achei mais gelo.

Toby diz chegando com um balde cheio de gelo e colocando ao nosso lado eu e David, parecíamos dois animais selvagem em busca de comida, mas estávamos desesperados por algo que nos gelasse. Enrolamos em uma toalha e passamos pelo nosso corpo, Vanessa me ajudava.

A porta se abre e Miley, Nick e Helena aparecem com Olivia que foi busca-lo e levar uma roupa pra Helena nem sei o direito o porque

Miley: O que esta pegando aqui? (Miley assim como Nick nos olhava estranho)

David: Aconteceu uma tragédia. (David começou dramático e contou toda a história a eles)

Nick: Digam ai, agente tem uma sorte né.

Kevin: É a maré de azar. (Digo já com a voz recuperada)

Miley: Maré? Isso já esta mais para um tsunami de azar.

Vanessa: E agora o que vamos fazer?

David: Temos que ir pegar o carro e o guincho. Nunca vi guincho guinchar guincho mais tem que ser né.

Toby: Acabei de ligar pra cidade vizinha para conseguir um guincho, e eles disseram que não vou poder ajudar agente hoje, porque o expediente já acabou e que amanhã cedinho eles aparecem por aqui.

Miley: Esta zoando né. E agora o que vamos fazer?

David: vamos ter que ficar aqui.

Kevin: Na verdade vamos ter que ficar com os carros.

Vanessa: Que ótimo, vamos ficar ao relento.

Toby: Porque vocês não ficam por aqui.

Nick: Tem nossos amigos lá.

Olivia: Eles ficam por aqui também.

Kevin: Não podemos deixar os carros sozinhos.

Helena: Mas não precisam ficar todos por lá. (Helena olhou sugestivamente para Nick)

Miley: Eu acho que ninguém vai deixar algum dos seus amigos passando uma noite terrível, enquanto fica esperando dentro de uma casa quentinha. (Miley diz um pouco alterada de mais)

Vanessa: Legal! (Ela diz irônica) Então vamos dormi tudo esmagado dentro dos carros.

David: Na verdade eu tenho duas barracas de 6 lugares no meu carro. Podemos dormi nelas.

Vanessa: Ótimo, em vez de dormimos esmagados no carro, vamos dormi esmagados em uma barraca.

Kevin: A barraca é de 6 lugares agente cabe perfeitamente nelas.

Nick: Perfeitamente esmagados né. (Nick resmungou)

Miley: A noite vai se longa...

 

*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

 

DESCULPEM A DEMORA, SEI QUE JÁ FALEI ISSO, MAS ACHO QUE AGORA VOU CONSEGUIR NÃO DEMORAR TANTO PRA POSTAR, ASSIM EU ESPERO.

ENFIM...

Muita gente esta falndo do fato da Miley não ter entendido o que o nick disse e o fato é: "SIM, ELA ENTENDEU APENAS NÃO QUER ACREDITAR E QUANDO UMA PESSOA NÃO QUER CRER, ELA ACABA MENTINDO PRA SI MESMO, E DIZENDO QUE NÃO FAZ SENTIDO ELE GOSTAR DE VOCÊ, JUSTAMENTE ELE"

Ps: Próximo post, vai ser a tag que eu ganhei e as divulgações.

Espero que gostem do capitulo. Beijos e desculpem novamente

 

Ana Beatriz: Haushaushaus’ que boooom amore, fico muito feliz. Eu já fui ao seus blog, e comentei, amei muito eles :) Beijos.

Lívia Vasconcellos: Muitíssima obrigada amore (: beijos.

Leeh: AHHH OBRIGADA AMORE!! Aii tadinho do Nicholas, ele estava tentando da um de certinho HAUSHAUSHAUSHUS’ Coitado do David, e não a Miley não é lerda, ela sabe, ela só não quer acreditar, e quando isso acontece, acabamos mentindo pra nós mesmo. O GOD, 10 FILHOS? Tadinha de mim, não tens pena não?!  Haushaushaus’ Ok amiga, beijos. E obrigada pela tag, pode deixar que vou fazer.

Mihopecyrus: Heyyy vc não tinha um canal no youtube? Haushaushaushuas’ Sério? É uma pena isso, amo comentários e o seu comentário me deixou muuuuuiiiiitooooo feliz.  Hauhsuahsuahsuas’ Nick teve seus motivos né. Hauhsuahsuahsuas’ Mas mesmo assim coitado do David. Hauhsuahsuahsuas’ Bom, não seeiii se era isso que vc tava falando de coisitas a mais entre Miley e Nick, mas aconteceu um beijinho bem de “leve” né haushaushashuashashua’. Se eu fizesse os dois se abrirem desse jeito não teria nada a haver com a minha história, ambos são orgulhosos e não sabem como agir nessa situação. Hauhsuahsuahsuas’ Adoraria que vc comentasse sempre, eu adoro pessoas que falam de mais, pq eu também sou assim, então já viu né haushashuashuas’. Muito obrigada amore, eu espero mesmo que vc comente nesse capitulo e que goste dele, beeeiijos.

miley+nick=niley forever: Ahh meu Deus não morra haushauhauhsuas’ Eu ainda assim sinto pena do David, ele acha que esta apaixonado pelo Miley, sim ele acha, e não sabe e nem desconfia da história da Miley e do Nick. Haushaushaushaus’    adorei a bronca que vc deu na Miley, até pareceu  minha amiga. UM OSCAR PRA MIM? O MEU DEUS EU VOU IR FAZER O DISCURSO JÁ HAUSHAUSHUAHSUAS’ Nossa amore, eu fiquei tipo assim, super emocionada com o seu segundo comentario, sério de verdade, deu uma vontade louca de chorar (Isso eu atribuo a TPM também haushaushuahsuas’) muuuuuuuuuuuiiiiitoooooo obrigada amore, de verdade beijos (:

Bruna: HAUSHAUSHAUSHUAS’ Acho que sou a única alma caridosa que sentiu pena do David né. NÃO VOU DESUTIR COM VOCÊ NÃO HEIN, MEEEEEDIIINHOOOO. Não é que ela não tenha se tocado o que ele disse, é só, não crer naquilo que seus ouvidos ouçam. Muitíssimo obrigada amore (: beijos

ingrid momberg: Haushauhaushaus’ que boom que essa história lhe deixa feliz.  Sabe, minha mãe sempre disse pra mim que não importa o tempo que leva, pode ser dias, meses, anos o amor verdadeiro sempre acaba voltando ;). Aii amor, vocês não sabem como me deixam felizes com esses comentários, vocês é que são de mais, beijos e muito obrigada.

Hannah Montana: Haushaushaushaus’ não né amore, não seria nada haver com a personalidade desses dois cabeças duras, seria mais fácil eles se agarrarem no carro e depois chingarem um ou outro, do que ela engolir o orgulho e ir atrás dele pra eles dormirem juntinhos haushauhsuas’ muito obrigada amore beijos

juliana: Haushaushaushuas’, ahh espero que não tenha lhe matado de curiosidade, amore.  Muitissimo obrigada de verdade não sabe como esses comentarios me fazem bem. beijos

kelly lino: Boom, aiii teve mais um pouquinho de Niley né,espero que tenha gostado. Beijos e muito obrigada mesmo amore.

Just A Sign (Ever Niley): haushaushaushaus’ olha hein cuidado a miley pode vomitar em você haushaushuahuas’ . Né, o ruim é que eu tenho que me comportar, pelo menos por agora né, afinal as vezes uma pessoa mais nova não copreende o que se passa de verdade  haushaushuas’, tenho varias história também, mas não sei se seria algo pra postar, algo que agradaria, por ser história que deveriam ter um classificação de idade maior, por mais que eu ache que cada um le o que quer haushuahsuahsuas’.  Ahh amore seu blog novo é tão lindo, amei a sua primeira história, linda de morre. Muito obrigada amore, beijos

Rhafaella: SÉRIO? Ahh que ótimo saber isso, eu modéstia aparte também acho que melhorei, esse tempos eu tava relendo e a única coisa que eu pensei foi “NÂO ACREDITO  QUE FUI CAPAZ DE POSTAR UMA DROGA DESSAS” não que os de hoje estejam perfeitos né, apenas... aceitáveis haushuahsuahsuas’ Fã? OMG, me achei a ultima bolacha do pedaço agora haushahsuahsuahsu’ muuuiitissimo obrigada amore :) beijos.

Bella Trindade: Ahhh safadinha, gostou do momento hot foi haushuahsuahsu’ muito obrigada amore, beijos.

publicado por tmendre às 17:32
Quinta-feira, 22 / 03 / 12

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 2

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 2

Pessoas idiotas tem tendência a fazer besteira

 

DEMI ON

 

Demi: Será que eles estão juntos? (Eu e Selena estávamos carregando nossas malas para baixo)

Sel: Não sei. Mas o clima lá ontem não era apenas de amizades, até porque pelo que eu entendi só vai porque a Miley disse pra ele ir por ela, porque se não... Acho que ele não iria mesmo

Demi: Uau não da pra acreditar, até alguns meses atrás David não saia da sua cola e agora parece estar todo gamadinho na Miley.

Sel: Pelo menos agora estou livre dele, DEUS MUITO OBRIGADO!! (Selena berra a todos os pulmões bem na hora em que abrimos a porta da sala e vemos os Jonas olhando pra Selena com cara de que tinham confirmado que minha irmã não batia bem da cabeça).

Joe: Esta agradecendo aos céus por quê?

Sel: Por essas férias maravilhosas que vamos ter. (Ela diz jogando as mãos pro alto e abraçando o Joe que logo larga dela e pega minha mala e Nick ajuda Selena com as delas. vamos até o carro dos Jonas que estavam estacionados na frente da casa deles e eles abrem o porta mala que já estava amarrotados de coisas deles, afinal eles eram em 4 e tinha ainda um violão e duas guitarras (Violão e uma guitarra eram do Nick a outra guitarra era do Joe))

Nick: É, acho que não vão caber tudo aqui não.

Um carro estaciona a frente do carro dos Jonas. Miley, Vanessa e Noah descem cumprimentando todo mundo.

Sel: Tem espaço pras nossas malinhas ai no carro de vocês? (Selena diz fazendo bico)

Miley: Qual é! você chama isso de malinha?! Eu chamo de uma mudança (Miley diz rindo, acompanhada de todos)

Sel: Isso que tive que tirar umas roupas pra fechar a mala (todos riem)

Vanessa: Vamos vê se sobrou algum lugar pra vocês

Provavelmente não vai ter muito lugares afinal, elas são em 3 e são mulheres, o que equivale a mais malas. Vanessa abri o porta malas que esta com 4 malas, como eu tinha conseguido colocar as minhas malas no carro dos Jonas faltavam apenas as 2 malas de Selena, uma coube já a outra não tinha jeito, porque como já era de se esperar Miley levava seu inseparável violão no banco de trás, assim como Nick e Joe.

Selena: Será que não vou poder levar minha malinha? (Ela diz fazendo biquinho)

Miley: Você pode perguntar pro David se ele tem um lugar na caminhonete dele, o que provavelmente vai ter, já que ele vem sozinho.

Nick: Se ele vir né.

Miley: Ele vai vim. (Miley diz firme pra ele)

Nick: Marcamos aqui às 2 horas e já são 2:15 e ele nem deu as caras e nem ligou

Miley: Não fala o que você não sabe Nick, ele me ligou e disse que ia se atrasar porque queria comprar umas coisas antes de vim.

Nick: Porque ele avisou só você?

Miley: Sei lá, pergunta pra ele.

Uma buzina ecoa no local amenizando o clima que se formou. Era David, vi Miley sorri pra Nick que poderia ser interpretado como "Eu disse" e ele revirou os olhos.

Miley: David! (Miley vai até o ele pra cumprimentá-lo. Selena e eu olhamos uma pra outra, como se essa cena confirmasse que nossa teoria de que rola algo entre dois é verdade. quem também olhava aquela cena sem entender muito bem eram Joe e Kevin, já Nick estava mexendo em seu celular. Miley voltou puxando David pela mão) Selena o David disse que tem lugar pra sua mala lá. (Selena revira os olhos)

Selena: Não precisa, acho que vou...

David: Não diga nada Selena (David disse pegando a mala dela que estava no chão e levando até sua caminhonete. Logo ele volta).

Demi: E então... como vamos nos dividir pra ir. (Eu disse tentando quebrar o clima que ficou, mas acho que não foi lá bem sucedido. Porque ficou evidente que tinha pessoas (Não preciso mencionar nomes) que se fossem juntos iam se matar) Hmmm, acho que eu posso ir com os Jonas, Selena com as Cyrus e o Nick pode ir com o David (Nick da uma olhada em mim que achei estranho)

Frank: Mas eu quero ir com a Noah

Kevin: Então você vai com as Cyrus e Selena vem com a gente.

Depois de se decidirem cada um foi pra seus respectivos carros. No carro em que eu estava Kevin ia dirigindo com Selena ao seu lado, e eu ia abraçada ao Joe, curtindo a música que tocava.

 

DEMI OFF

NICK ON

 

Sabe àquela hora em que você esta com tanta raiva de uma pessoa que só pelo fato dela respirar ao seu lado lhe incomoda? Então, é isso mesmo que esta acontecendo comigo nesse exato momento. David esta tão tranquilo cantarolando a música e sorrindo abestalhado que tenho uma vontade louca de dar um soco em cada olhos, quebrar seus dentes pra faze-lo parar de sorrir e ainda quebrar seu nariz pra vê se ele para de respirar. E que fique claro aqui que sou completamente contra a violência, mas agora nesse exato momento parece que estou possuído, possuído por algo que não sei o que é, só sei que esta quase sendo incontrolável.

David: Você esta bem Nick?(Ele diz olhando pra mim com uma expressão que podia ser interpretada como preocupação, mas acho que não é por nada mesmo, já que devo estar parecendo um louco olhando pra ele com um cara de raiva enquanto aperto o punho tentando ao máximo não acertar a cara do otário).

Nick: Estou (Disse entredentes)

David: Tem certeza?

Nick: Já disse que estou. (Disse novamente entredentes. Ele da de ombros e volta à atenção só pra estrada).

Depois de 3:30 de viagem sem interrupções resolvemos parar para comer algo. Era um lugar bem bacana até pra ser à beira da estrada. Era um lugar com bastantes diversidades de pessoas, já que havia desde famílias até caminhoneiros.

Escolhemos uma mesa do lado de fora do estabelecimento, estava quente e ar que vinha era bom, nos sentamos e ficamos observando a paisagem. O céu estava todo alaranjado por causa do por do sol, pra mim não existe hora mais bonita do que o por do sol, esse alaranjado é de um grande esplendor. E fiquei mais feliz ainda que quando Miley chegou o único lugar vago era ao meu lado já que Kevin pulou para a outra cadeira engatando em uma conversa sobre faculdade com a Vanessa. Logo uma atendente de cabelos castanhos e escorridos vem nos atender, seus olhos eram castanhos quase da mesma cor dos cabelos, ela era bonita, mas um bonita normal nada de extraordinário.

Atendente: Boa tarde, já sabem o que vão pedir?

Miley: Eu já! eu quero um cappuccino, nem médio nem pequena tem que ser o maior que vocês tiverem e uns 2 pães de queijo.

O resto do pessoal pediu assim como eu. Fiquei tentado a puxar conversa com a Miley, que teimava em bater com as unhas (que por incrível que pareça hoje estavam grandes) sobre a mesa, porem eu sei que não posso, não depois de tudo aquilo, não vou mentir, fiquei decepcionado com o que ocorreu naquela noite, não pelo fato de não ter rolado algo a mais com agente e sim pela maneira como ela me expulsou do seu quarto, como seu eu fosse um brinquedinho que ela se arrependeu de ter comprado ou até mesmo ter enjoado.

Olhei de soslaio para Miley e ela estava em uma “discussão” silenciosa com Kevin que estava sentado do outro lado dela. Fiquei tentando perceber sobre que eles estavam discutindo, mas era em vão nenhum deles imitia algum som audível. Kevin lançou um olhar pra Miley e se levantou com a desculpa de ir ao banheiro. Não deu 2 minutos Miley se levantou no intuito de pegar mais café. Não, eles não iam fazer nada disso. Eles iam provavelmente conversar. Eu cogitei a ideia de segui-los, mas achei melhor não. Seja lá o que eles iam conversar, não me desrespeitava.

Depois de um tempo estávamos todos na frente do estabelecimento, menos Kevin e Miley que ainda não haviam chegado. E quando chegaram, não fizeram questão de vim separados e sim juntos. E acho que ninguém além de mim percebeu que Miley estava sem o café que ela disse que ia pegar.

Vanessa: Melhor irmos indo pessoal, já esta ficando noite.

Todos assentiram e seguiram para os carros. Eu e David seguimos o caminho em silencio, agradeci mentalmente por isso. Não estou com paciência para conversas. Mas a felicidade dura pouco, porque logo David resolve se pronunciar.

David: Você anda tão estranho

Nick: Ando é? E porque diz isso?

David: Estais muito quieto. (Dei de ombros) È algo em que eu possa ajudar? Pode desabafar

Qual é, que papo mais afeminado é esse?

Nick: Não tenho nada pra falar.

David: Sério? Porque você pode...

Nick: David! Não quero conversa.

David: Tudo bem.

Ficamos alguns minutos em silencio, acredito que não chegou a ser 30 minutos.

David: Tudo bem, você não quer falar, mas eu preciso falar. (è sério, isso esta ficando cada vez mais gay) Cara, acho que o cupido me flechou (Ele diz rindo sem humor. Ganhou em gayzisse) muito gay isso, mas é verdade. Estou sentindo algo que nunca senti...

Nick: David, cala a boca, eu já disse que não quero conversa.

David: Você não precisa falar é só ouvi. (Eu bufo) Cara, ela esta me deixando maluco, ela me entende, me trata super bem mesmo sabendo de todos os meus defeitos. Ela é incrível, nunca me vi envolvido assim por alguém, tão sentimental e longe do físico, não que ela não seja bonita, claro que é, mas não é só isso.

Nick: Afinal de contas estais falando de quem? È da Selena? (Só faltou eu cruzar os dedos, mas mentalmente eu estou implorando que fosse, mesmo eu já desconfiando de que não fosse dela)

David: Claro que não! (Ele ri sem humor) Aquela lá me trata como se eu fosse um pano de chão, pisa sem piedade. Ela não, ela é delicada como pétalas de rosas.

Nick: DIZ LOGO DE QUEM ESTAIS FALANDO! (Minha paciência que já estava acabando, pra falar a verdade ).

David: Da Miley, idiota! De quem mais poderia ser. (Meu sangue subiu pra cabeça. Apertei o punho me controlando pra não fazer nenhuma loucura. Não havia motivo, na verdade havia, mas eu não tenho esse direito) Cara você já percebeu como seus olhos brilham mais que qualquer estrela do céu quando ela esta em cima do palco cantando, já percebeu como a gargalhada dela é graciosa...

Nick: David, cala a boca

Eu fechava os olhos tentando me acalmar e se possível não ouvir as coisas que ele esta falando dela, coisas que eu já havia percebido muito antes dele

David: Ela é incrível não é? E tão cheirosa, queria poder provar daqueles lábios, seus beijos devem ser inesquecíveis.

E são idiota, mas você não vai ousar colocar esses lábios nos dela

Nick: Cala. Essa. Boca.

Estava cada vez mais difícil me controlar. E eu queria que ele parasse de falar, não por mim, mas por ele mesmo, não estou a fim de cometer uma loucura com ele, por isso seria melhor ele calar a boca de uma vez e seguimos viagem em silencio.

David: Deus, e aquele corpo, só a deixa mais interessante, como gostaria de tê-la só pra mim, sentir seus lábios, seu corpo colado ao...

Foi a gota d’água. Minha visão ficou turva, meu corpo tinha controle próprio. Ouvi um grunhido de dor, senti o carro ir para a esquerda e provavelmente invadir a pista contraria e voltar rapidamente pra direita e parou bruscamente.

David: QUE DIABOS VOCÊ PENSA QUE ESTA FAZENDO?

Voltei ao estado normal e olhei pro David que tirava a mão do nariz – que estava sangrando – e analisando.

David: Você quebrou meu nariz.

Nick: Se eu estivesse quebrado você não estaria respirando pelo nariz, pode ter certeza.

David: Você esta louco, só pode.

Não queria ficar ouvindo ele, então sair do carro. Olhei pra frente e vi que os outros dois carros também pararam e eles estavam descendo deles, curiosos pra saber o que havia acontecido pra termos parado. O primeiro a chegar a mim foi o Kevin.

Kevin: O que aconteceu? (Não respondi. Ouvi a porta do carro de David bater, provavelmente ele havia saído, já que eu estava de costas e não tinha como eu saber).

Miley: David! (Miley correu até ele e passando por mim como se eu nem estivesse ali) Ai meu Deus isso é sangue.

Semi: Miley! (Todos correram pra lá e eu me virei pra vê o que estava acontecendo. Então vi uma Miley sendo amparada por Joe e um David saindo de perto de Miley. Não acredito que ela esta fazendo esse drama todo por ele. Virei-me e só dai percebi que Kevin continuava parado na minha frente).

Kevin: Foi você quem fez isso? (Não o respondi)

Joe: Tirem a Miley daqui.

Selena: Eu tiro (Eu ouvi os passos das duas enquanto ainda encarava Kevin)

Joe: O que aconteceu?

David: Pergunta pro idiota do seu irmão

Demi: Nick?

David: E tinha outro no carro.

Senti o olhar de todos sobre mim, mas não me importei apenas sai dali querendo poder tentar voltar ao tempo e não ter acertado o nariz dele. Apesar de tudo, ele é meu amigo.

 

NICK OFF

 

JOE ON

 

Após Nick sai todos ficaram em silencio.

Vanessa: Não acredito que Nick fez uma coisa dessas.

Demi: Isso não é do feitio dele.

Joe: Também acho. Muito estranho esse comportamento dele. Sobre o que vocês conversavam? Ele pode ter ficado irritado com algo que você disse? (Ele diz perguntando para o David)

David: Não! Na verdade só eu falava, ele dizia que não queria conversa... É talvez tenha sido isso, ele me mandava ficar calado porque não queria conversa, mas eu não ficava. Mas isso não lhe dar o direito de acertar meu nariz

Vanessa: Não dá mesmo.

Kevin: Melhor levarmos David a um hospital. Acho que não o quebrou, mas é melhor prevenir.

Joe: Também acho.

Demi: Vamos todos ao hospital?

Kevin: Não precisa. Eu o levo no carro dele e vocês vão para um hotel e achem o Nick.

Joe: Tudo bem

Kevin e David embarcam no carro e vão ao rumo hospital, nos vamos até o carro de Vanessa onde Selena e Miley estavam com as crianças.

Miley: Aonde eles foram?

Vanessa: Ao hospital

Miley: Por quê? Esta quebrado ou algo grave? (Miley parecia muito preocupada)

Joe: Não, é só por precaução.

Demi: Então, vamos logo ao hotel que eu estou morrendo de sono.

Selena: E o Nick?

Joe: Fica tranquila, primeiro vamos atrás dele.

Fomos para nossos carros e seguimos o caminho não chegou há dar 10 minutos pra avistamos Nick perambulando.

Parei o carro e logo na mina frente Vanessa parou também. Desci do carro e o Nick continuou a andar como se não tivesse percebido nossa presença.

Joe: Nick! Entra no carro.

Nick: Não estou afim.

Joe: Você esta parecendo uma criança. (Ele da de ombros) Não temos tempo pra isso.

Demi: È Nick, estou com sono. (Demi berra do carro)

Nick: Vão vocês

Selena: Não iremos ir sem você.

Nick: Então vamos todos dormi ao relento

Joe: Olha Nick. (Parei-o segurando seu ombro) não sei o que realmente aconteceu pra você fazer isso, por isso não vou o julgar, e lhe garanto que ninguém vai, mas você não pode passar a noite perambulando, não vamos deixar, então é melhor você entrar nesse carro.

Demi: É Nick, mecha essas pernas até esse carro.

Selena: Não vamos abandonar você ai sozinho. Você vai nos deixar dormi ao relento mesmo? Porque é isso que vamos fazer. (Selena deu seu maior sorriso)

Nick: Tudo bem. (Ele caminha até o carro sentando na parte de trás ao lado de Selena)

Ficamos um bom tempo em silencio, até que minha querida namorada resolve quebra-lo da pior maneira: BERRANDO.

Demi: MAS QUE IDIOTICE FOI ESSA DE BATER NO DAVID?

Nick: Me deixa, Demi.

Joe: È Demi, deixe ele.

Demi: Tudo bem, mas é que eu não consigo entender.

Nick: Nem eu. (Nick murmura)

O resto do trajeto foi puro silencio. Quando chegamos ao hotel descemos, ele era grande, parecia ser bom.

Atendente: Boa noite.

Joe: Boa noite, gostaríamos de alguns quartos para passarmos a noite.

Atendente: Temos apenas dois quartos disponíveis.

Joe: Só dois?

Atendente: Sim

Selena: Não tem nenhusinho perdido por ai?      

Atendente: Não. (A atendente sorriu lamentando)

Miley: Será que não tem outro hotel mais adiante.

Atendente: Ter tem. O próximo hotel fica há 40 minutos daqui, mas não garanto que vá ter mais quartos.

Demi: Ahh vamos ficar nesse mesmo. Estou morrendo de sono.

Joe: Todos concordam?

Todos assentiram. Assinemos a papeladas pro quartos e pegamos as chaves. Fomos até o hall de entrada pra resolvermos a questão dos quartos.

Vanessa: isso é tão simples (Vanessa revirava os olhos). Garotas em um quarto e garotos em outro. (Ela diz como se fosse a coisa mais obvia do mundo. E era).

Joe: Faz sentindo

Vanessa: Claro que faz.

Selena: Tudo bem, mas acho que David não vai ficar feliz no mesmo quarto que Nick.

Joe: Iii isso é verdade.

Vanessa: Nick pode dormir no nosso quarto. (Vi Miley a encarar perplexa)

Miley: O que? E correr o risco de sermos atacadas de madrugada? Não sei quanto vocês, mas eu quero ficar com meu nariz inteiro.

Nick: Não se incomodem, eu durmo no carro.

Joe: No carro Nick, mas...

Nick: Esta tudo bem irmão. (Ele diz passando por mim e pegando a chave do carro que estava em minha mão. Ficamos ali, vendo Nick partir com caras de retardados).

Noah: Ele não esta bem

Miley: Ele bate no David, e você diz que quem não esta bem é ele?

Vanessa: Noah tem razão, por mais que ele tenha errado, ele parece triste e atordoado.

Selena: Nick não é assim de bater por qualquer coisa, na verdade lembro-me de ele entrar em briga apenas 2 vezes. Uma quando tínhamos 11 anos e uns guris implicavam comigo e a Demi.

Joe: Nessa briga também estava junto.

Demi: Sim, eu me lembro de você me defendendo.  (Ela diz me beijando de leve)

Selena: Ok melados. Continuando... E outra quando tínhamos 14 anos e um caro de quem ele nunca gostou o irritou ao extremo, fazendo Nick simplesmente soltar o braço no rostinho do cara. (Miley ficou com um semblante que transmitia alguém que estava tentando entender, mas não conseguia).

Demi: Vamos então subir gente. Porque eu quero deitar naquela caminha e dormi feito anjinho. Então andem, cambada.

Seguimos todos para os quartos.

 

JOE OFF

 

KEVIN ON

 

Eu e David estávamos a caminho do hotel onde o pessoal estava hospedado. Antes de sairmos do hospital – o que devo acrescentar que não aconteceu nada de errado com o nariz de David, mas o médico disse que foi por um tris -, ligamos para o pessoal pra nos falar a localização do hotel em que eles se hospedaram, e julgar pelas coordenadas, falta uma meia hora.

Kevin: E então... Você não sabe mesmo porque Nick lhe acertou em cheio?

David: Já disse que não.

Kevin: Você o conhece, sabe que ele não é uma pessoa que sai batendo por ai por nada, ele pode não ser um santo, mas violento ele não é.

David: Eu sei, Kevin. Mas hoje ele estava estranho. Mas ainda não consigo saber o motivo dele vim me dar um soco. Talvez ele só tenha ficado irritado que eu não parava de falar, mesmo ele dizendo que não queria conversa.

Kevin: E sobre o que exatamente conversavam?

Porque será que não estou com um bom pressentimento sobre o que (Ou quem) conversavam

David: Ahh... (Ele exclama como se não quisesse falar sobre o assunto)

Kevin: Hmm, pelo jeito o assunto é mulher não é?

David: É. (E isso só aguça mais minha teoria)   

Kevin: É quem? Pode conta, confia em mim, eu não vou abrir boca pra ela, se eu a conhecer é claro.

David: Você a conhece. (E minha teoria cada vez fica mais concreta).

Kevin: E quem é? È a Selena? (Sabia que não era ela, mas eu quis desviar).

David: Mas que diabos que todos ficam pensando que é  Selena, mas é claro que não é ela.

Kevin: Você vivia atrás dela. Você queria que pensássemos o que?

David: Ok, mas não é ela.

Kevin: Quem é? (Ele hesita em falar)

David: ... Miley. (Eis o nome que eu desconfiava. Se tem alguma coisa capaz de mexer com Nick nesses últimos tempos, é ela).

Kevin: Você esta afim dela?

David: Muito.

Kevin: E era isto que você estava contando ao Nick quando ele lhe bateu?

David: Foi. Ele me mandava calar a boca, dizendo que não queria conversa, mas eu não parei. Talvez isso o tenha irritado.

Pra mim tudo se explicou, Nick queria que ele parasse de falar pra não acontecer justamente o que aconteceu, mas David não atendeu a seu pedido e sofreu as consequências de querer se abrir a seu amigo.

Kevin: È talvez tenha sido isso mesmo... Você realmente gosta dela?

David: Sim muito (Ele ficou em silencio um pouco e depois se voltou para mim) Será que ela sente o mesmo por mim?

E agora o que responder? Que desconfio que ela goste do meu irmão? Que eles brincam de cães e gatos na frente dos outros e que por trás acabam se entregando aos sentimentos que borbulham por dentro? Que sei que ambos estão apaixonados, mas não querem se entregar por idiotice? Não, não posso dizer essas coisas a ele, mesmo tendo a plena certeza de que elas são verdadeiras, então vou apenas me limitar dizer.

Kevin: Não sei David. Mulheres conseguem ser muitas vezes, complicadas, quem as conseguem entender? (Ele ri)

David: Você tem razão.

Logo nossa conversa cai em outro assunto e não demorou muito pra chegarmos ao hotel. Assim que descemos do carro vimos Nick sentado em cima do capo do carro com uma cerveja na mão e outras duas garrafas jogados no chão, parecendo estar vazia. O meu único pensamento foi: FUDEU, AGORA DAVID VAI QUERER TIRAR SATISFAÇÃO DE NICK E ELES VÃO CAIR NA PORRADA, AINDA MAIS COM NICK BEBENDO. Mas não David o ignorou completamente passando sem encarar Nick, já Nick ficou olhando com um misto de confusão, parecia preso em um dilema, e havia sinal de tristeza em seus olhos.

Kevin: Porque não foi tirar satisfação de Nick?

David: Pra que? Pra brigarmos, ainda mais com ele tomando aquelas cervejas.

Kevin: Você é um cara legal, David. (Digo assim que passamos pelas portas do hotel e ver uma pessoa correr e abraçar David, não precisa dizer quem era: Miley).

Miley: Que bom que chegaram, demoraram de mais. E você como esta? Quebrou o nariz (Ela diz tocando no nariz)

David: Aii

Miley: Desculpa

David: Não foi nada (Diz com o maior sorriso do mundo, provavelmente adorando a atenção que Miley esta lhe dando) E não, não o quebrou.

Miley: Que bom! (Miley sorri)

Kevin: E você, o que faz perambulando sozinha por esse hotel?

Miley: Ahh, não estou sozinha não. Selena esta comigo. (Ela diz apontando pra um sofá no hall onde vimos uma Selena dormindo pesadamente)

David: Òtima companhia você foi arrumar (Ele diz irônico)

Miley: Era a única. Demi e Vanessa mais pareciam duas zumbis com sono e não estava afim de aturar a cantoria de Noah, o que me sobrou Selena (Todos rimos)

Kevin: Vamos acorda-la e ir dormi

Caminhamos até Selena e Miley a cutucou pra acorda, mas nada, cutucou de novo e nada. Até que Miley começa a chamar. E não adiantou, então David a chacoalhou.

Selena: Mas que diabos... ahh são vocês. (Ela olha pra David) Ahh você esta vivo é. (Ela fala como se não estivesse feliz com isso)

Kevin: Vamos dormi pessoal, hoje o dia foi cheio e amanha temos que continuar a viajem.

Todos assentiram e foram até o elevador onde fomos até o sétimo andar, era o nosso andar. Despedimo-nos e fomos ao quarto.

 

KEVIN OFF

 

MILEY ON

 

Fazia duas horas que estava sentada na poltrona do quarto, sem o sono quiser aparecer. Como o quarto havia 2 camas de casal alguém teria que ficar com a poltrona – pelo menos por um tempo – e eu me habilitei, já que eu sabia que essa noite seria mais uma que a insônia me perseguiria. Selena me disse pra ficarmos fazendo rodizio em duas e duas horas, mas pra que tira-la da cama se eu sei que não conseguirei dormi.

Minha mente só pensa em uma coisa: Nick.

Porque ele fez isso com o David? Como todo mundo diz, Nick não era uma pessoa violenta, era um galinha, mas não arranjava briga. Pelo menos que eu saiba na escola não. Tenho certeza pelo menos nos anos em que estudei com ele. E todo mundo concorda com isso, aposto que até David concorda. E é isso o mais intrigante. O porquê disso tudo. O porquê desse soco. Tem que haver algo e eu tenho que descobrir.

Quando dei por mim já estou segurando a maçaneta da porta pronta pra ir ao encontro de Nick. Talvez ele esteja dormindo... Mas o que é que importa? Eu dou chutes naquele carro até ele abrir e me dizer direitinho o que esta acontecendo.

Caminhei vagarosamente pelos corredores vazios do hotel, até chegar à porta do elevador, que subiu rapidamente. Assim que entrei no elevador vazio onde o único som era daquela musiquinha irritante, a insegurança tomou conta de mim. Esse era o certo a se fazer? O motivo era mesmo ir lá tirar satisfação sobre o David? Não, não era. Estou mentindo a mim mesma. Tirando a curiosidade sobre o motivo dele bater em David,  é claro que estou louca pra vê-lo. Saber se ele esta bem mesmo ali fora, ao relento (Não literalmente). Fico feliz em apenas respirar o mesmo oxigênio que ele... Melhor ainda se fizermos coisas em que nos faltem oxigênio... NÃO EU NÃO PENSEI ISSO. ALGUÉM, QUE NÃO SOU EU ANDA TOMANDO CONTA DOS MEUS PENSAMENTOS. Ando me sentindo no livro A hospedeira com meus pensamentos também sendo comandados por outro ser... A quem estou tentando enganar.

Sai do elevador e caminhei vagarosamente passando pela recepção, onde os trabalhadores que ali estavam me olhavam estranho.

Assim que sai pra fora do hotel de longe já pude avistar Nick, que estava deitado no capo do carro, com alguma garrafa na mão. Caminhei em passos firmes até ele. Mas ele pareceu não perceber a minha presença. Talvez ele estivesse dormindo, já que seus olhos estão fechados. Mas continuei meu caminho até ele e quando cheguei mais perto ele parece perceber minha presença olhando em minha direção, seu olhar é de confusão, julgo dizer que ele me olhava como se eu fosse alucinação. Sentou-se e assim que cheguei perto dele a primeira coisa que fiz foi pegar a garra em sua mão e jogar o recipiente – que era cerveja – fora.

Nick: Heyy era a ultima!

Miley: Que se dane. Eu quero conversar com você.

Nick: Agora você quer conversar comigo? Tudo bem, vamos conversar, mas não precisava jogar a cerveja fora.

Miley: E você não precisava beber.

Nick: Precisava, ahh se precisava.

Miley: Por quê?

Nick: Afogar as magoas, já ouviu falar.

Miley: Que magoas?

Nick: ahh magoa de desejar aquilo que não posso e acabar fazendo besteira.

Miley: Pessoas idiotas tem tendência a fazer besteira.

Nick: Confesso que sou idiota, sou idiota por coisas que você nem imagina.

Miley: Será? Já assisti muita idiotice sua.

Nick: Tenho. (ele me olha tão intensamente que sou obrigado a desviar o olhar) e então o que lhe trás até aqui. (Respirei fundo, reunindo todas as forças).

Miley: Porque você bateu em David? (Nick fechou os olhos e os punhos, e depois reabri-los).

Nick: David? (Ele explode e desce do carro) Você vem até aqui, pra falar em David? (Ele anda até minha direção parando bem de frente de mim. Se disse que minhas pernas não tremeram, seria mentira).

Miley: Eu juro Nick, eu juro que tentei achar alguma razão lógica pra você fazer isso, mas nenhuma...

Nick: Qual é a sua Miley? Veio defender o namoradinho. Ou melhor, dizendo um dos seus namorados.

Miley: Como? (Nick parecia transtornado, andava de um lado pro outro e não havia prestado atenção em nada que eu disse).

Nick: Você gosta de brincar Miley. È disso que você gosta. Ficar ai iludindo os caras. Tcs- Tcs (Nick ri sem humor) isso não se faz

Miley: Do que você esta falando seu louco?

Nick: Uma hora é o Willie, outra hora é o David. Decide-se não fique iludindo as crianças.

Miley: Eu não tenho nada com nenhum dos dois. E você sabe muito bem. David e meu amigo, assim como ele é seu... ou era. E a minha situação com o Willie você já sabe como é, não temos nenhum tipo de relacionamento sério.

Nick: Ainda estou tentando perceber se você é ingênua mesmo, ou esta se fazendo. David seu amigo (Ele ri sem humor). Ele quer é lhe apresentar seu amigo isso sim. (Ele fecha novamente o punho, enquanto eu fico em choque com suas palavras). Até um cego a quilômetros de distancia percebe que ele não esta nada feliz com o titulo de ser seu amigo. E Willie bem, o cara sai de NY pra passar uma semana de férias aqui. Isso lhe diz o que?

Miley: Ele não veio por causa de mim. Ele tem família aqui.

Nick: Sério Miley? O cara chega de viagem e a primeira pessoa que ele procura é você. O que isso lhe diz? (Me encolhi, não tinha resposta quanto a isso) Então... acho que não sou o único idiota por aqui.

Miley: Você... você é um imbecil. (Eu disse me encostando-se ao carro. Eu estava com raiva, mas ao mesmo tempo sentia uma vontade louca de chorar).

Nick: Sou! Sou imbecil porque sempre consegui me esquivar de qualquer tipo de sentimento (Ele disse dando 2 passos em minha direção e parando na minha frente) e quando eu menos espero ele vem a tona. E o mais cômico é que com tantas garotas que fariam de tudo pra fazer eu sentir esse sentimento, mas não eu tenho justamente com a pessoa que não quer nada comigo. (Ele se aproxima mais de mim, fazendo nossos corpos colarem. Seus olhos era uma mistura de sentimentos que ficavam indecifráveis).

Miley: Do que você esta falando? (Apoio minhas mãos no capo do carro tentando deixar alguma distancia entre nós, mas o máximo que consigo e distanciar nossos troncos).

Nick: De um cara imbecil. (Ele diz com um sorriso torto – que há tempos não eram dirigidos a mim – o que me fez involuntariamente sorri. Ele fica sério e respira novamente – parecendo perdido em um dilema – mas logo se volta a mim e sorri novamente. Suas mãos vão ao encontro de minha cintura, e eu reprimi a vontade se suspirar. Ahh como senti falta dos seus toques) Você consegue entender? (Não eu não entendi nada do que ele disse. Apenas mordi lentamente meus lábios e neguei com a cabeça, fazendo-o respirar fundo e sorri lentamente pra mim) Compreensível (Ele diz deslizando as mãos pra baixo e parando em minhas coxas. Sentir meu coração parar de bater e voltar mais rápido ainda. Era essa hora que eu deveria empurra-lo pra longe, mas eu não tinha forças, não apenas física) Você não faz ideia do quanto isso é difícil pra mim, querer algo e não ter. (Ele aperta mais minhas coxas fazendo uma pequena força pra me levantar e me por sentada no capo do carro. Suas mãos ficam estacionadas em meus joelhos) È um jogo que ninguém esta ganhando, Miley (Separa lentamente minhas pernas e se posiciona entre elas, me fazendo arfar. Essa era a hora certa de partir dali. Suas mãos tão quentes acariciando minhas coxas estavam me fazendo entrar em combustão. Eu não conseguia falar, apenas encarar Nick).

Miley: O..o..o que você esta fazendo? (Pergunto assim que ele começa a se inclinar, me fazendo inclinar também até deitar) Esta bêbado?

Nick: Talvez. (Ele ri) Sabe como é, bêbados adoram algumas idiotices.

Miley: Você não precisa esta bêbado pra fazer idiotices.

Nick: Tem razão. (Ele ri novamente, mas logo fica sério) È melhor você ir pra dentro, porque como você mesmo disse, eu posso atacar você.

Não deu tempo de fazer ou falar nada. Quando dei por mim ele havia se afastado e eu rapidamente me sentei, olhei pro lado e ele já entrava na parte de trás do carro. Respirei com raiva, nem sei exatamente pelo qual motivo, talvez por eu ter ido lá por um objetivo que acabei esquecendo no momento que ele me tocou, ou por ser fraca e não ter conseguido fugir dele ou ainda pior, por ele ter simplesmente se afastado de mim me deixando ali.

Mas uma coisa não me sai da cabeça. Ele quis dizer exatamente o que eu acho que ele quis dizer?

 

*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

 

DESCULPEM-ME PELA DEMORA!!

Essas ultimas semanas foram muito agitadas por aqui. Muitas coisas pra fazer. Mas a 2 semanas a tras eu ia postar, eu passei todo o capitulo pro pc, lá no atelie, mas o e-mail chegou pela metade e não me perguntem o porque, pois eu também não sei. Enfim isso me irritou e ai combinada com todas as coisas que tinha para fazer deu nisso: UMA DEMORA ABSURDA PRA POSTAR. Enfim espero que gostem desse capitulo e pretendo postar o mais breve possivel, principalmente se continuarem com esses comentarios lindos *_*.

PS: VOU TENTAR URGENTIMENTE IR AO BLOG DE VOCÊS PRA COMENTAR, POIS AINDA NÃO TIVE TEMPO PRA ISSO. ESPERO QUE ME PERDOEM E ENTENDEM.

 

miley+nick=niley forever: aii que boom que gostasse que eu voltei haushaushaushuas’ NÃO QUERO MATAR NINGUÉM NÃO :) ahhh amore eu fui no seu blog sim e gostei muito eu comentei, mas hj eu fui ver o seu blog e meu comentário não estava lá dai eu fiquei tipo “WHAT?!”  não sei o que aconteceu enfim ele é muito bom,  E NUNCA SE CONSTRANJA DE VIM FALARA COMIGO, porque eu de constrangida não tenho nada haushaushuashaus’ obrigada pelo selinho , beijos obrigado :)

Ana Beatriz: ahhh que boom amore, fico feliz. Beijos e obrigada.]       

Leeh: Haushaushaushuas’ que boom amore (: a música se chama 4 real da Avril. Tem que ter uma briguinha pra animar a relação né, se não eles não seriam a “Miley” e o “Nick”                                                 haushahsuashuas’, ahh sabe o final é, e quem garante haushauhaushaus’ Não gostei da parte que só o “Kevin” não é burro nessa história :/ haushaushuahss’ As crianças vão sim amore, elas são importante nessa viagem vc já vai saber o porque. Aii tadinho do Le, ele é tão normal, só faz coisas que gente normais fazem haushashuahus’ 

“ÉÉÉ poisé, a "Miley" e o "Nick" são muuuuito complicados... PORQUE SÃO UNS BESTAS QUE GOSTAM DE COMPLICAR!!!”  VOCÊ SÓ PODE ESTAR ZUANDO COMIGO NÉ :s HAUSHAUSHAUS’ mas eu acho que ninguém merece o papel da Thayse pq isso é exclusive dela . Mas a missão foi um sucesso né haushuahsuahuas’ é eu sei que vcs são louquinhas haushashashuas. Ahh me esperem ai em Jales que eu chego ai um dia ok. Huahsuahsuahsua’ beijos amore

kelly lino: Ainn amore, muito obrigada. E sim essa viagem vai ser inesquecível pra eles (: beijo e obrigada

Jus A Sign (Ever Niley): haushaushaus obrigada amore :)sério que vc tbm tem?! Que massa, é tão difícil encontrar alguém com essa idade aqui, eu me sinto uma idosa haushaushuahsuas’ a maioria tem entre 11 e 15 anos. È mesmo virar adulto não é fácil é sempre correndo. Com certeza somos fãs uma da outr a sim, e é incrível ter você como minha fã (me achei agora com fãs ahsuhaushaushaus’)  beijo e obrigada

Bruna: haushaushaus’ é ruim mesmo. Não não amore, não colocaria eles nos mesmo carros, afinal eles se “odeiam” e seriam capaz de matar uns aos outros. Não deixo isso acontecer haushaushuas’ e tbm não sou tão óbvia assim, já deveria saber haushaushaus’ história trágica a sua :S hauhauhsuahsuas’ AI MEU DEUS, QUE MEDO DE VOCÊ MESMO HAUSHAUSHAUS’ BATEM EM MIM NÃO EU SOU SENCIVEL haushaushaushaus’ parana é, já fui varias vezes pra ai. Beijos e obrigada amore *_*

Nicole: Oi tudo sim amore e com vc? Preguiça é desgraçada. Haushaushaushua’ è a segunda temporada demorou mas chegou, e espero que tenha valido a pena a espera :D Ahh amore, com certeza, eu adoro ajudar as pessoas (Mesmo eu não sendo nenhuma especialista, pode deixar que vou passar no seu blog) espero ter mais vezes a sua presença aqui (: é muito inspirador quando comentam, vc vai sentir isso tbm (: beijos

Rhafaella: Ahh sério amore :D fico muito feliz. Pode ter certeza que não vou parar de postar, pode ser que as vezes eu demore mais, mas para jamais J beijos e obrigada *_*

Hannah Montana:  Ahh amore, que boom :D Com certeza, sempre vai ter brigas e pirraças entre eles :) Olha amore eu era como você (Principalmente quando comecei a escrever essa história)e acreditava que não existiam vilões na vida real, mas depois de uns acontecimentos eU percebi que pode sim existir vilões, não daqueles que muita gente faz. Mas daqueles que mentem pra vc, se fazem de amigos, vc acredita neles, sofre por um amor pq acha que a pessoa cometeu o maior erro, quando na verdade a pessoa que se dizia sua amiga e te viu sofrer na verdade é uma grande mentirosa que só queria separar duas pessoas pra poder ficar com a outra, mesmo sabendo que isso não iria acontecer. Não existem piores vilões do que aqueles que se dizem seus amigos, mas na verdade não são. Sei que foi pelo dito “amor platônico” mas isso não se faz com uma pessoa que te considerava amigo, se ela queria ele que lutasse dignamente, como havia feito antes. Bom amore, muito obrigada amore, beijos (:

 ingrid momberg: Haushaushaushaus’ caaalmaaa guria pode deixar que todos vão ter o seu par. Haushuahsu’ obrigado por comentar e beijos :)

blueisbetterthanblack: Esta ai amore. Beijos e muitoooo obrigada :)

gabi: oiiii amoree, eu não tenho twitter, não gosto dessas coisas. Mas eu até estou pensando em fazer um, não pessoal, e sim pra me conversar com vocês sobre o andamente dos capítulos e postes pra vcs ficarem antenados de que eu não abandonei o blog haushaushuahsuas’ obrigado amore beijo.

Bella Trindade: TAMBÉM DEMOREI A POSTAR MAS CHEGUEI HAUSHAUHSUAHSUAS’ É eles até deveriam fazer isso, mas orgulho não é fácil se desfazer não. Hmm arroz, feijão e bife? QUE TRIANGULO AMORODO MAIS APETITOSO haushaushuahsuas’ ta parey tbm haushauhsuahsaus’ pode deixar amore, não vou parar nunca de escrever, isso se tornou uma paixão pra mim, não é que eu não posto que eu não estou escrevendo eu sempre estou escrevendo tenho, mais de 10 histórias pra escrever. Obrigada e beijos amore.

publicado por tmendre às 21:00
Sexta-feira, 24 / 02 / 12

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 1

Heart And Soul: We belong to the music – 2ª Temp. Capitulo 1

Alguém trouxe fogos de artifício e champagne pra comemorarmos

 

MILEY ON

 

Já fazem 4 meses do ocorrido (ou do quase ocorrido) entre mim e Nick na minha casa  - no meu quarto – naquele dia de tempestade de neve. Durante esses 4 meses as coisas entre mim e ele voltaram à estaca 0. Voltamos para quando nos odiávamos e não suportávamos a companhia um do outro, mas na verdade não é mais o “ódio” (que na verdade nunca existiu) que afloraram nesses 4 meses e sim a indiferença que fazemos um com o outro, não conversamos mais, nos evitamos o máximo possível, e quando nos falamos é com rispidez. Selena é que não desistiu de conquistar Nick, e o pior de tudo me pedindo ajuda, não sei no que ela acha que eu posso ajudá-la, eu ando bem próxima da Selena talvez porque estando com ela, me faz lembrar a quem Nick pertence. Já Willie como prometido voltou nas férias de primavera. Continuamos na mesma, nos falamos praticamente todo dia. Gosto dele ele é uma pessoa especial, merece ser feliz.Também ando bem próxima de David, ele é um cara super legal e...

Demi: Miley, esta na hora de entrarmos. (Demi me tirou dos meus pensamentos me trazendo pro presente e me lembrando que esta na hora de nos apresentar no De Nom, sim nesses 4 meses agente vem – modéstia a parte – arrasando por aqui, fazendo com que o De Nom ficasse mais conhecido em toda a região)

Miley: Já estou indo, Demi.

Levantei-me do sofá e olhei pra frente onde vi Selena conversando, reprimi a vontade de revirar os olhos, e com muito esforço consegui, mas mesmo assim não consegui desviar os olhos deles e não demorou muito pra Nick olhar pra mim com uma expressão que não demonstrava nenhuma emoção, o que fez com que eu rapidamente desviasse o olhar. Doía ver o olhar dele, doía não vê-lo mais ele sorri pra mim, doía não vê-lo mais me provocando, dói ser apenas uma garota que ele ignora completamente. Sei que fui eu que quis assim, sei que fui eu quem fez com que nosso relacionamento ficasse desse jeito, mas sinceramente não achava que iria sentir tanta falta dele como estou sentindo, achei que seria fácil deixá-lo partir, mas não é. Esta sendo uma tremenda dificuldade vê-lo e não poder tocá-lo, e não sentir a pele dele em encontro com a minha. E fica ainda mais difícil nas aulas em que ele senta atrás de mim, onde tenho que sentir seu hálito fresco em minha nuca, às vezes acho que ele se aconchega mais pra frente só pra provocar, porque ele sabe o efeito que tem sobre mim, acho que deixei bem claro naquela noite. Mas, também é difícil quando ele esta longe de mim, e mais difícil ainda quando ele esta com outra garota, as vezes amaldiçôo ele ser quem ele é, e ainda fazer parte dessa banda, sabe, as garotas adoram um músico e isso é IRRITANTE. (N/A: EU FALO SÉRIO QUANDO DIGO QUE ISSO É IRRITANTE, QUEREM UM CONSELHO MENINAS, FOGEM DE CARAS MÚSICOS SE VOCÊS NÃO QUEREM SE EXTRESSAR /AHH PORQUE EU TENHO MORAL PRA DAR ESSES CONSELHOS NÉ 0.o)

Kevin: Prometi pra mim mesmo que não ia me meter, mas... até quando Miley?! (Olhei pra ele, entendendo perfeitamente o que ele quis dizer com isso)

Miley: Até o dia em que tudo por dentro se torna uma poeira insignificante.

Kevin: Acho que isso não vai se torna uma poeira e sim uma bomba atômica que um dia ira explodir e às vezes pode ser na hora errada. (Ele saiu de perto de mim, indo para o palco)

Sel: Miley?! (Ela me chamou da escada que dava acesso ao palco) O que você esta esperando?!

Miley: Nada

Subi a escada atrás de Selena e logo me posicionei atrás do pedestal com o microfone já encaixado e não consegui de evitar dar uma olhada em Nick, que estava perdido dando uma ultima verificada na guitarra. Ouvi o barulho das cortinas se abrindo e olhei rapidamente pra frente vendo que as pessoas começaram aplaudir na mesma hora que a melodia da música ecôo pelo local.

 

 

(Demi&Selena)Voltas e voltas (x4)

Você me vê parada ali
E finge que não me conhece
Mas na noite passada você estava me chamando
Dizendo que me quer
(Miley,Demi&Selena)Oh por que você sempre me faz sentir
Como se eu é que fosse a louca
(Miley)Você sente o meu coração palpitando
Meu-meu coração palpitando

Garoto, eu preciso de você aqui comigo
(Miley,Demi&Selena)Nós não podemos continuar desse jeito
(Miley)Estou me apaixonando demais por você
E tudo que eu posso dizer

(Miley)É que estamos dando

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos parar dando

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos chegar onde
Nós estamos indo
(Demi&Selena)Voltas e mais voltas
(Miley)Assim você vai sentir minha falta
Porque eu estou ficando tonta
(Demi&Selena)Dando voltas e mais voltas
Voltas e mais voltas

(Miley)Você tentou me puxar para perto
E sussurrar em meu ouvido
Você sempre me contou mentiras
Eu chorei todas as minhas lágrimas
Eu deixei meus sentimentos de lado
Mas então você os trouxe de volta
Trouxe de volta
(Miley,Demi&Selena)Agora você me fez ficar cantando

(Miley)Garoto, eu preciso de você aqui comigo
(Miley,Demi&Selena)Nós não podemos continuar desse jeito
Estou me apaixonando demais por você
(Miley)E tudo que eu posso dizer

É que estamos dando

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos parar dando

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos chegar onde
Nós estamos indo
(Demi&Selena)Voltas e mais voltas
Bem, você vai sentir minha falta
Porque eu estou ficando tonta
(Miley,Demi&Selena)Dando voltas e mais voltas
Voltas e mais voltas

(Miley)Bem-me-quer, mal-me-quer
Eu estou olhando para o relógio
Eu arranco as pétalas da flor
E vejo elas caírem no chão
Bem-me-quer, mal-me-quer
Eu estou olhando para o relógio
Eu arranco as pétalas da flor
E vejo elas caírem no chão

Garoto, eu preciso de você aqui comigo
Nós não podemos continuar desse jeito
Estou me apaixonando demais por você
E tudo que eu posso dizer

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos parar dando

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos chegar onde
Nós estamos indo
(Demi&Selena)Voltas e mais voltas
(Miley)Bem, você vai sentir minha falta
(Miley,Demi&Selena)Porque eu estou ficando tonta
Dando voltas e mais voltas
Voltas e mais voltas

 

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos parar dando

(Demi&Selena)voltas e voltas
(Miley)Nós nunca vamos chegar onde
Nós estamos indo
(Demi&Selena)Voltas e mais voltas
(Miley)Bem, você vai sentir minha falta
(Miley,Demi&Selena)Porque eu estou ficando tonta
Dando voltas e mais voltas
Voltas e mais voltas

 

 

Não preciso dizer sobre o que – ou quem – essa música fala né. Pois é assim que me sinto nesse relacionamento, dando voltas e mais voltas e parece que nunca vamos chegar a lugar algum, estou apenas ficando tonta. Fui tirada dos meus pensamentos quando percebi que a música Giving You Up havia começado.

 

MILEY OFF

 

DEMI ON

 

É impressão minha ou o que estou vendo nos olhos da Miley é lagrimas?! Estávamos na ultima música da noite – Obsessed -  E eu posso jurar que os olhos da Miley estão mais brilhantes, daquela forma que fica quando os olhos estão úmidos prestes a se entregar em lagrimas. Vi de relance ela limpar uma pequena lagrima que escorreu rapidamente. Então a música terminou, vi que Miley sorriu fraco, talvez tentando mostrar que estava bem, mas eu percebi que não. Agradecemos e saímos do palco.

Sel: Diz ai, agente arrasou! Na verdade agente sempre arrasa. (Devo dizer que a empolgação da minha irmã era empolgante)

Drina: Muito bem pessoal como sempre vocês foram impecáveis. (Como sempre Drina aparece sublimarmente)

Joe: É agente arrasa mesmo (Disse todo convencido)

Drina: Tenho uma noticia pra dar a vocês.

Nick: Boa ou ruim?!

Drina: Hmm (Ela analisou o que ia dizer) acho que meio termo.

Demi: Meio termo?! Hmm não sei por que, mas não gostei disso.

Miley: Diz ai o que é.

Drina: É que, bem, graças a vocês o negocio esta indo muito bem, tão bem que vamos expandi o restaurante, além é claro de aumentar  tamanho desse, já até entramos em contato com o dono do lote ao lado.

Nick: Mas isso é uma noticia ótima.

Drina: Sim. Mas...

Joe: VAI DIZER QUE ESTÃO NOS DISPENSANDO DEPOIS DE VOCÊ MESMO AFIRMAR QUE GRAÇAS A NÓS QUE OS NEGOCIOS DE VOCÊS ESTÃO INDO PRA FRENTE?!

Drina: Não, não. Não é isso. É que vamos ter que fechar por cerca de 3 meses para a reforma. Então significa que...

Sel: Não vamos ter onde nos apresentar.

Drina: Sim, mas eu quero muito que vocês voltem a se apresentar aqui quando reabrirmos. Então... é isso. Espero rever vocês daqui a alguns meses. (Dizendo isso ela saiu)

Joe: Não acredito. Justamente agora com as férias de verão. Que chatice.

Demi: O que vamos fazer na nossa férias agora?!

Todos agora estávamos com uma expressão de desanimo, ninguém sábio como iríamos fazer agora sem o De Nom. Tínhamos planejado a férias basicamente em volta de ensaios e do De Nom, e agora sem isso, ficamos desolados.

Juntamos nossas coisas e fomos embora cada um pra sua casa. Logo que deitei na minha cama ouvi batidas na porta. Era Selena.

Sel: Posso entrar?!

Demi: Claro. (Me ajeitei na cama)

Sel: Que chatice essa história do De Nom né.

Demi: Nem fala.

Sel: Sabe eu estava pensando, já que vamos ter 3 meses livres, sem obrigações com nada, bem,acho, que agente poderia fazer uma viagem né. Tipo só nós amigos. Pra aproveitarmos as férias.

Demi: Acho a idéia legal. Agente pode falar amanhã com o pessoal. (Sel abriu um grande sorriso)

Sel: Sim. Tenho certeza que eles vão adorar a idéia.

Sorrimos uma para a outra.

 

DEMI OFF

 

JOE ON

 

Hoje começava oficialmente as nossas férias de verão, já que hoje era uma segunda feira e estávamos todos aqui em casa reunidos para saber a que rumo levar essas férias.

Sel: Eu acho que devemos ir a algum lugar onde tenha praia, esse ano quero ficar moreninha.

Demi: Se não tomar cuidado vai parecer um bife empanado, daí tu vai ver o “moreninha”.

Nick: Eu opto por Las Vegas.

Miley: Posso imaginar o por que. (Miley disse revirando os olhos. Enquanto Nick a olhava furioso)

Nick: E qual é da sua imaginação (Ele disse usando um tom sarcástico)

Miley: O que mais poderia fazer?!  Com certeza você quer ir lá só pra pegar mais mulher. (Miley sorriu sínica)

Nick: Não preciso ir pra lá pra pegar mais mulher (Foi a vez de Nick sorri sínico e o sorriso de Miley sumir. Miley ia abri a boca, pra com certeza vim mais brigas quando Kevin resolveu intervir)

Kevin: A discussão aqui não é apenas entre vocês dois, é todo mundo, então vamos parar com essa discussão paralela.

Demi: Sabe, eu gosto de neve do friozinho, é ótimo pra algumas coisas.

Joe: Concordo plenamente.

Kevin: Menos vocês dois ai, sem sacanegem. (Demi faz cara de falsa ofendida)

Demi: Não disse nada de sacanagem, a mente de vocês que nasceram pra ver sacanagem nas frases mais inocentes e puras possíveis.

Sel: Olha mana, não teve nada de inocente e puro nessa sua fala.

Demi: Mentirada... eu só disse que friozinho é ótimo pra algumas coisas.

Miley: Que coisas...?!

Demi: Dormi! Oras suas mentes poluídas.

Miley: Vivemos em uma cidade urbana, você queria o que?!

Kevin: Eu queria que agente se entendesse, então será que da pra pararem com as discussões paralelas.

Todos - Kevin: Desculpe!

Kevin: E então, alguém tem alguma idéia... (Joe abriu a boca pra falar mas Kevin olhou pra ele) descente?! (Logo Joe fechou a boca)

Miley: Bom...

Kevin: Você tem?! Então fale logo antes.

Miley: Bom, não sei se é exatamente o tipo de lugar que vocês vão curti ir, mas, eu gosto, é um lugar tranqüilo, bom pra relaxar e aproveitar as férias de uma forma mais calma, já faz um tempo que não vou lá, tenho saudade...

Kevin: PARA DE ENROLAR GAROTA VAI DIRETO AO PONTO. (Ele berra sacudindo a Miley que parecia uma boneca de pano enquanto Kevin a sacudiu. Quem aqui alem de mim acha que meu irmão precisa ir exatamente nesse lugar tranqüilo que a Miley descreveu?!)

Joe: Hey Kevin calminha ai, desse jeito você vai desmontar a garota.

Nick: Se fosse eu fazendo isso iam dizer que eu estava tentando matar ela. (Nick sussurra. Mas o intrigante é que Miley esta ali ainda parada com os olhos esbugalhados.)

Demi: Ai Meu Deus Miley, você esta bem. (Demi meche nela, mas ela nem se meche)

Sel: AI MEU DEUS ELA MORREU. (Ela se vira pra Kevin e aponta pra ele)  VOCÊ A MATOU.

Kevin: EU A METEI. (Ele aponta pra si mesmo)

Jemi: ELE A MATOU. (Apontamos pra Kevin e logo em seguida começamos a berra em sincronia, de relance vi Nick revirar os olhos)

Nick: PAREM! (Paremos de berra) Deixem de ser idiotas, como ela pode esta morta, ela pode esta no maximo ter levado um choque. Vamos pegar um copo de água e tacar nela. (Ele mesmo se levantou e foi até a cozinha onde logo voltou com um copo na mão e parou na frente da Miley. Então ele tacou água nela, que em seguida acordou, atordoada e tentando secar seu rosto. Quando ficou consciente logo olhou séria pra Nick que continuava parado na frente dele e podia vê um sorriso repuxado em seu lábio)

Miley: PORQUE VOCÊ ME MOLHOU IDIOTA! (Miley esbravejou)

Nick: Eu estava tentando te ajudar. (Nick disse tranqüilo)

Miley: Não preciso de ajuda com o banho.

Nick: Eu estava tentando te tirar do transe. (Nick disse aumentado um pouco seu tom de voz)

Miley: Que transe?! (Já Miley abaixa um pouco o tom.)

Demi: Você tava falando, Kevin a sacudiu pra você falar logo onde era essa viagem, e depois disso você Puff apagou de vês ficou paradinha do jeito que Kevin havia a deixado e então Nick a despertou.

Miley: Hmmm (Miley olhou pra Nick que olhou pra ela com um sorriso presunçoso)

Sel: Mas então, você estava falando sobre um lugar que podíamos ir tranqüilo que seria...

Miley: Bom como vocês sabem eu vim do Tennessee

Kevin: Ahh não vai começar a enrolar de novo né?! (Miley o olhou com raiva) Pode demorar o quanto quiser

Miley: Bom, eu estava pensando que agente poderia...

Sel: AHHH ADORARIAMOS PASSAR AS FÉRIAS NA TUA TERRA NATAL.

Demi: Selena! Ela nem falou nada

Sel: Estou somente adiantando.

Joe: Mas então é isso mesmo, você esta nos convidando pra passar férias no Tennessee

Miley: Sim é isso, minha família tem uma casa lá. Minha avó continua morando na casa onde morávamos, e tem ainda a minha madrinha e meu padrinho, que estão separados, mas isso não vem ao caso agora. É uma cidade do interior, já vou logo dizendo que não tem shopping por perto fica a cerca de 30 minutos da cidade.

Joe: Onde você morava?!

Miley: Mitchellville

Joe: Eu adoraria conhecer Mitchellville

Demi: Vai ser de mais

Kevin: Então está confirmado?! (Kevin olha pra Nick que está sentado sem nenhuma expressão, ele foi o único que não se manifestou ainda)

Nick: Por mim... (Nick da de ombro, com indiferença)

Kevin: Então já decidimos pra onde vamos, mas agora... Como?!

Miley: Avião?!

Sel: NÃO!! Eu não subo naquela coisa por nada.

Joe: Ônibus?!

Demi: Eca, me enjoa

Kevin: Carro então?!

Joe: Cansativo...

Miley: Agente pode ficar fazendo paradas, tipo dirigimos até alguma cidade encontramos uma cidade e descansamos.

Sel: AMEI A IDÉIA.

Kevin: Vamos nos organizar.

Joe: Quando vamos

Demi: AMANHÃ! (Demi disse toda animada)

Todos-Demi: Já?!

Demi: Pra que adiar gente. Podemos muito bem nos organizar hoje. Vamos pegar o notebook e localizar a cidade pra fazermos o roteiro.

Não demorou muito e todos começaram a se mexer. Miley e Kevin ficaram vendo que roteiro fazer, vendo a hora que sairíamos e onde iríamos parar. Já eu, Demi, Selena e Nick (que não expressão nenhuma opinião) fizemos a lista dos itens essenciais pra levamos, porque pelo o que a Miley e o Kevin disse vamos fazer uma vigem que começa amanhã (segunda-feira) ao meio dia e chegaremos quarta-feira a tarde.

 

 JOE OFF

 

KEVIN ON

 

Tem uma coisa que quero entender. Nick e Miley estavam super juntos, realmente amigos (prestes a virar algo a mais, segundo minha opinião) Mas depois daquela noite onde ambos ficaram sozinhos trancados na casa da Miley por causa da tempestade de neve, andam completamente estranho, é como se algo o tivessem feito a voltar pra quando viviam com intrigas. Eu queria muito saber o que aconteceu naquela noite. Mas toda vez que toco no assunto com o Nick ele diz pra mim esquecer e parar de falar nisso. Às vezes eu tenho vontade de bater neles, fazerem eles entenderem o que, convenhamos, é óbvio (N/A: NÃO É ISSO QUE VOCÊ FALAVA DONA BRUB’S).

Depois de arrumar a mala, fui até em baixo, quanto eu subi ouvi um som do violão e a voz de Nick impondo o lugar.

 

Eu estou aqui sem você, amor
Mas você ainda está em minha mente solitária
Eu penso em você, amor
E eu sonho com você o tempo todo
Eu estou aqui sem você, amor
Mas você ainda está comigo em meus sonhos
E hoje à noite, somos só você e eu

 

Era uma música da banda 3 Doors Down chamada Here Without You. Fui até la e antes que eu batesse na porta que estava entre aberta Nick para de tocar respira fundo.

Nick: O que você quer Kevin?!

Kevin: Como voce sabe que estou aqui?!

Nick: Epelhos. (Ele aponta pra um espelho a sua frente)

Kevin: hmmmm...

Nick: Então... O que posso te ajudar?! (Ele se vira pra mim)

Kevin: Já arrumasse as malas.

Nick Já.

Kevin: Não esta feliz com a viagem?!

Nick: Depende da perpectiva

Kevin: Esta feliz que a Miley vá?!

Nick: Porque estaria?!

Kevin: Você sabe o porque

Nick: O que eu sei é que não conseguimos ter nenhuma conversa sem que o nome “Miley” apareça.

Kevin: Talvez seja porque eu não me conforme

Nick: Não se conforma com o que?!

Kevin: Com vocês dois. Ficam ai como se não sentissem nada um pelo outro e não adianta dizer que não sente, porque você mesmo já confirmou pra mim que talvez sentisse algo por ela, que você esta muito confuso com isso. Mas poxa já fazem 6 meses, esta na hora de você realmente aceita os sentimentos.  (Nick ri sem humor)

Nick: Você acha que sabe de tudo, Kevin. Mas não sabe nem da metade dos acontecimentos.

Kevin: Então me conta. (Sentei-me ao seu lado)

Nick: O que aconteceu, aconteceu. Não tem o que falar, isso não vai mudar em nada.

Kevin: O que você fez pra garota?!

Nick: Eu fiz?! Porque eu?! (Nick se exalta ficando de pé)

Kevin: Entre vocês dois eu confio mais nela.

Nick: Você deveria avaliar melhor em quem você confia.

Kevin: Então foi ela que fez alguma coisa pra você?!

Nick: Esse papo já encheu. Sai do meu quarto.

Kevin: Não! Você vai me contar direitinho o que aconteceu entre vocês.

Nick: Você não vai sair?!

Kevin: Não!

Nick: ótimo, então eu saio. (Dizendo isso ele saiu do quarto batendo a porta, até tentei ir atras dele, mas foi inutil ele saiu de casa, pra onde?! Não sei!)

 

KEVIN OFF

 

MILEY ON

 

Estava com quase todas minhas roupas em cima da cama, pois estava fazendo minha mala pra viagem., quando algum ser, resolve se jogar em cima delas.

Miley: O que acha que esta fazendo Vanessa?!

Nessa: Tentando afogar as magoas (A voz dela sai abafada)

Miley: ótima ideia! Mas não faz isso na minhas roupas não. (Disse a puxando pra cima (Com muita deficuldidade)) Mas porque toda essa depressão?!

Nessa: Fui demetida!!

Miley: Porque?!

Nessa: Só porque eu disse pro meu chefe que sabia onde havia uma casa de mulheres bunitas, onde ele poderia tirar o atraso dele e enfim ficar mais calmo e me deixar fazer o trabalho em paz.

Miley: Você não disse isso né?!

Nessa: Disse!

Miley: Quem em sã consciencia diz isso abertamente ao chefe?!

Nessa: Alguém que quer o bem de todos. Afinal ele ficando feliz eu também ficaria e assim todos sairiam ganhando.

Miley: Você só pode esta de brincadeira!

Nessa: E você?! Aonde você pensa que vai com essas roupas ai todas?!

Miley: Tennessee

Nessa: Como?!

Miley: Descidimos que vamos passar as férias lá. Já liguei pra avó e ela ficou super contente e... ESPERA AI. (Sorri me achando a pessoa mais esperta do mundo)

Nessa: O que foi guria?!

Miley: Agora você pode ir! Isso vai ser de mais.

Nessa: Não sei... Eu tenho que arranjar um empego... e...

Miley: Você merece férias mana. Vamo porfavor, vai ser de mais.

Nessa: hmmm, uma férias não caia mal. Tudo bem eu vou. (Sorri abertamente) Mas espera ai, se todos vocês fossem não ia caber todos no carro dos Jonas, e os pais das meninas com certeza não emprestariam o carro assim, como vocês todos iam...

Miley: DAVID! (Eu berrei)

Nessa: Como?!

Miley: Eu preciso ir Vanessa

Nessa: onde?!

Miley: Me encontrar com David

Nessa: Pra que?!

Miley: Depois eu explico

Vanessa talvez disse mais alguma coisa, mas não ouvi, apenas sai e corri pra Home Mev, um pub, onde combinamos de nos encontrar.

 

MILEY OFF

 

 SELENA ON

Fazia uma hora que estava dentro do carro observando Nick que estava sentado na areia da praia. O sol até já havia terminado de se por. Mas ele continuava lá parado observando o mar com a mesma expressão que ele estava desde que eu o vi saindo de casa e resolvi pegar o carro do meu pai pra segui-lo. Gostaria muito de saber o que se passava na cabeça dele, até pensei em ir lá confortá-lo, mas o que eu ia falar “oi Nick eu vi você saindo de casa e resolvi te seguir" uau com certeza vou parecer uma maluca perseguidora
Uma fraca garoa começou a cair, Nick se levantou e eu, como não queria ser vista dei a partida no carro e sai do local.
Sei que talvez possa parecer loucura minha ficar insistindo em algo que é praticamente impossível de acontecer, como ficar com Nick é. Sei que isso é mais provável que nunca aconteça ele me vê como sua amiga e não como uma garota, alem e claro do jeito que ele é de nunca se apaixonar.
Onde será que Nick tenha ido pra se proteger da chuva?! Fiquei com pena agora de deixar ele na chuva.

Entrei em uma rua pra dar a volta e voltar pra onde estava. No caminho vi Nick andando abaixo das marquises. Fui até lá e parei o carro, abaixei os vidros.
Sel: E ai quer carona? (ele me olhou confuso)
Nick: o que você faz aqui?
Sel: entra ai (eu disse indicando a porta que ele logo abre. Ele se acomoda no banco)
Nick: talvez eu molhe um pouco.
Sel: Não importa... Mas porque você esta meio molhado?!
Nick: ahhh eu estava caminhando e começou a chover. (resposta errada baby)
Sel: caminhando é. (digo dando a partida no carro)
Nick: É o dia estava bonito pra caminhar (uma trovoada ecoa o que faz descordar da resposta dele)

Sel: só o verbo estar estando no passado mesmo
Nick: e você, o que faz aqui?!
Sel: bom... Er... Eu... Hmm... (ótima hora de gaguejar) estava treinando (ta isso saiu sem querer)
Nick: treinando?!
Sel: é, sabe, tenho a carteira há quase um ano e raramente pego num carro.
Nick: hmmmm
Sel: quer comer?!
Nick: hmm, pode ser
Sel: ótimo!

SELENA OFF

NICK ON

Porque não sair com a Selena?! Ela é uma ótima companhia.
Adoro ver como ela fica tão empolgada por tão pouca coisa. Dirigimos até um Pub conhecido nosso que servem ótimos petiscos
Descemos do carro assim que chegamos ao local, e fomos até a porta de entrada.
Sel: Iii olha lá (ela apontou pra alguma mesa) É a Miley e o David (E então eu vi, Miley e David conversando em uma mesa. Não a entendo, o que ela vê no David. Tudo bem que não sou nenhum santo, longe disso, mas ele também não fica muito pra trás.)
Nick: Estou vendo (disse contra gosto)
Sel: Uhhh o que será que eles estão fazendo aqui juntos?!
Nick: Não sei e não quero saber (disse amargo)

Sel: Visse como eles andam tão próximos nessas ultimas semana, tão íntimos
Nick: Não sou cego, claro que vi
Sel: vamos lá
Não deu tempo pra reagir Selena já estava puxando-me pela mão e indo até a mesa deles. Miley arregalou os olhos assim que nos viu se aproximar deles, ela nos analisou, juntos e de mãos dadas, e fechou a cara.
Sel: oi
Diley: oi
Nick: e ai David (o cumprimentei com um aperto de mão) Miley (disse contra gosto e assentindo com a cabeça e ala faz o mesmo)
Sel: podemos nos sentar?! (Selena nem espera a resposta e já esta se sentando)
Miley: sem problema
Sel: e então... O que vocês fazem aqui?! (Selena pergunta como quem não quer nada)
David: A Miley estava contando da viagem de vocês
Miley: Na verdade eu estava convidando-o.
Nelena: Ele vai?! (Eu e Selena falamos um pouco desesperado de mais)
Nick: Não que eu tenha algum problema (Falei assim que recebi olhares estranho de ambos)
David: Na verdade, eu não sei.
Miley: Não se preocupem, ele vai sim. (senti um tom sarcástico nela)
David: Estou em duvida...
Miley: Vai ser fantástico David, principalmente se você for (ela toca delicadamente em seu braço, o que me fez contrai o músculos e me segurar para não vomitar)
Nick: É David, vai ser fantástico (disse sarcástico)
David: Ainda tenho que pensar.
Miley: Por favor David... Por mim (ele sorriu e eu tive vontade de quebrar cada dente de sua boca)
David: Desse jeito, acho que não tenho como dizer não.
Miley: Então você vai?! (ele assentiu, Miley gritou o abraçando. Selena até agora quieta grunhiu e eu revirei os olhos com toda aquela cena)

Nick: E todos vibram eeeee. Alguém trouxe fogos de artifício e champagne pra comemorarmos (o tom sarcástico foi ao maximo)
Miley: Esta de mal humor Nick?! (Miley se inclina sobre a mesa em minha direção com um sorriso de canto o que me fez lembrar de mim, e tive vontade de rir com os papeis invertidos essa noite)
Nick: E se estiver?!
Miley: Problema somente seu e de quem estiver que lhe agüentar.
Nick: Muitas pessoas querem me agüentar (sorri de canto)
Miley: Muitas pessoas também querem se suicidar com escolhas erradas (ficamos nos encarando ambos com a sobrancelha erguida e se achando superiores. Até que a música Sorry For Party Rocking de LMFAO ecoa pelo ar e todos encaram Selena pegando o celular)
Sel: o que é?! Eu gosto deles Ok?! (e se levanta pra atender. Miley olha pro relógio de pulso e suspira)
Miley: Preciso ir, nem disse pra Vanessa onde vinha.
Nick: Anda fugindo?!
Miley: Vanessa sabe que eu sai, só não sabe pra onde.
David: Vou ir pagar a conta. Vocês vão ficar bem?! (ele diz nos avaliando)
Niley: Perfeitos! (Dissemos em um sincronismo estranho. David se levanta relutante e o silencio prevalece)
Miley: Você necessita de uma platéia pra ser desagradável? (Ela pergunta após alguns minutos em um silencio estranho)
Nick: Tanto quanto você necessita do David na viagem (Disse sarcástico)
Miley: Qual a relutância em ele ir?! Até onde sei vocês são amigos.
Nick: E somos
Miley: Então qual o problema?
Nick: Nenhum.
Miley: o único objetivo é me irritar?!.(sorri de canto, deixando claro que esse era mesmo o objetivo (ou pelo menos o objetivo que ela tem que achar que é)) Você é um completa imbecil, um idiota de primeira. Argh como eu odeio... (ela diz se levantando irritada, mas antes que ela termine eu a interrompo)
Nick: Me odeia?! (eu disse me levantando também. Era impossível não sentir alguns olhares sobre nos. Vi ela relutar em falar) É isso que você ia falar, porque eu acho que tenho muitas provas pra achar ao contrario
Miley: Pois eu acho que já dei prova suficiente pra você acreditar (Ela diz apos ter parecido acorda de um transe)
Sel: O que esta acontecendo aqui?! (ela chega ao mesmo momento que David)
Miley: Nada de interessante.
Nick: E, nada que valha a pena (eu disse olhando pra Miley)
David: Mas...

Miley: Vamos embora David. (Ela diz segurando seu braço) tchau pra vocês
Sel: Tchau (Selena se despediu)

Nick: Vejo vocês amanha (disse secamente e assisti a ambos partirem)

Sel: Aconteceu algo entre você e a Miley?! Vocês brigaram de novo. (Ela pergunta assim que voltamos a se sentar)

Nick: Quando não brigamos?!

Sel: Vocês haviam parado por um tempo

Nick: Acho que foi uma época em que ela não estava em TPM. (Selena ri)

Sel: Só você. Mas e ai... O que você acha?!

Nick: O que?!

Sel: Miley e David

Nick: Não sei se eles estão juntos, mas se estiverem, acho que não vai durar, acho não, tenho a plena certeza.

Sel: Nossa! Por quê?!

Nick: Ela... Eles... Hmmmm, não combinam. Tenho pena d meu amigo ter que aguentar ela.

Sel: Miley é uma pessoa legal.

Nick: Ela até pode ser legal, mas é irritante.

Sel: Vocês dois são parecidos no gênio, nos gostos musicais e tantas outras coisa, deveriam se dar bem.

Nick: Você se esqueceu dos pontos em que somos totalmente adversos.

Sel: Bom, ninguém nunca é igual a outra pessoa, sempre vamos discordar de algo, mas isso é a vida.

Nick: Tanto faz, vamos comer e deixar eles pra lá.

 

NICK OFF

 

MILEY ON

 

Cheguei em casa irritada. Fechei a porta batendo com força, o que fez com que Vanessa e Noah se virassem estranhando.

Nessa: O que...

Miley: Quero ficar sozinha. (nem a deixei terminar e subir pro meu quarto) COMO EU ODEIO VOCÊ NICHOLAS. (Peguei um travesseiro e comecei a bater com ele na cama) VOCÊ ME IRRITA SEU IMBECIL (Joguei o travesseiro no chão e comecei a pular em cima) SE VOCÊ SOUBESSE... ARGH VOCÊ ME PROVOCA DESGRAÇADO. (Peguei o travesseiro e voei-o pro outro lado da sala) Se você soubesse o tamanho do meu sentimento, que eu nunca teria parado aquele momento aqui no quarto, que eu queria ficar em seus braços plenamente pra sempre. Mas não pode ser assim. (Me agachei ao lado da cama e olhei pro lado achando meu caderno, peguei o violão logo mais adiante e comecei a escrever uma canção e uma melodia em uma hora eu já havia terminado tudo)

 

 

Se eu mostrar a você, te conhecer
Se eu te segurar só por hoje
Eu não vou querer soltar
Eu não vou querer ir para casa
Diga-me se você sente o mesmo

[Refrão]
Porque eu sou de verdade, você é real?
Eu não posso me segurar, é assim que eu me sinto
Quando você me olha nos olhos, como você fez na noite passada
Eu não suporto ouvir você dizer adeus
Por que parece tão certo? Porque isso parece tão certo
Basta você aqui ao meu lado
Portanto, não me solte, porque você tem a minha alma
Eu apenas queria que você soubesse

Eu não quero olhar para trás
Porque eu sei que nós tivemos
Algo que o passado nunca poderia mudar
E eu estou presa no momento
E meu coração está aberto
Me diga que você sente o mesmo

[Refrão]

Porque eu sou de verdade, você é real?
Eu não posso me segurar, é assim que eu me sinto
Quando você me olha nos olhos, como você fez na noite passada
Eu não suporto ouvir você dizer adeus
Por que parece tão certo? Porque isso parece tão certo
Basta você aqui ao meu lado
Portanto, não me solte, porque você tem a minha alma
Eu apenas queria que você soubesse


Me segure, me segure agora
Eu estou segura, eu estou sã e salva
Quando você está por perto
Me segure, me segure agora
Eu estou segura, eu estou sã e salva
Quando você está por perto

[Refrão 2x]

Porque eu sou de verdade, você é real?
Eu não posso me segurar, é assim que eu me sinto
Quando você me olha nos olhos, como você fez na noite passada
Eu não suporto ouvir você dizer adeus
Por que parece tão certo? Porque isso parece tão certo
Basta você aqui ao meu lado
Portanto, não me solte, porque você tem a minha alma
Eu apenas queria que você soubesse


Eu apenas queria que você soubesse...

 

Eu realmente gostaria que ele soubesse, mas isso não seria legal comigo nem com ele e muito menos com a Selena...

 

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Oi pessoal, já sei o que vocês estão pensando, "Lá vem a chata pedir novamente desculpas pela demora" Sim eu sou chata e vom pedir desculpas pela demora pela MILÉSIMA VEZ esse ano vai ser mais corrido pra mim, (Mais ainda :() Estou no quarto ano do ensino Médio (Não, minha escola não vai até o terceiro ano como as outras escolas ela vai até o QUARTO ANO, é coisa de retardado, então eu tenho 18 anos (Completados a menos de um mes) e ainda estou no ensino médio não porque eu rodei e sim porque minha escola vem com um anos a mais (Já disse que é coisa de retardado?!)) Enfim, você não estão interessados nisso né, mas o que eu quero dizer é que quem sabe, o ultimo ano é mais corrido, tem toda essa coisa de escolher um faculdade e tudo mais. Bom, dai vem outro ponto, o motivo de eu estar afastada agora desde quando eu disse que havia voltado é que estou tirando a carteira de motorista (Sim agora ninguém me segura (Ta que mentirada :S haushuashuas')) então tenho que estudar pacas aquele livrinho pra terça feira fazer o teste e passa no teste teórico pra ir pro pratico e também eu viajei no feriadão de carnaval então né nem tive tempo, bom e tenho que agradescer a minha amiga, BFF, irmã, prima (haushaushaus) BRUB'S pq graças a ela consegui passa o capitulo. Pesso desculpas por não comentar ainda no blog de você, então vou tentar me atualizar por essa semana, espero que eu consiga. Beijos e obrigado pra pessoas que não me abandonaram depois de tanto temposem postar :D

 

 

Susana: Haushauhsuas’ Pois é eu destruo os sonhos de contos de fadas de vocês haushaushuas’, Muito obrigada amoré e desculpe a demora :D beijos

Syvc: Haushaushuas’ obrigada amoré. Hmm é acho que boa parte pensavam (Pra não dizer todos), mas nem sempre dar certo as coisas né haushuahsuas’ Muito obrigada amore e beijos

Fernanda: Ahh amore desculpa a demora novamente :( haushauhsaus’ caaalma tem muita água pra rolar haushuahsuas’ Quem sabe eles ficam juntos né (Ou não haushaushaus’) Beijos e muito obrigada *--*

Hannah Montana: Ahh que booom adoro surpreender as pessoas, não gosto de nada muito igual aos outros blogs. Hmm talvez parece tão real porque boa parte (Pra não dizer praticamente tudo) aconteceu de verdade, então as descrições pra mim ficam mais fácil. Ahh amoré, obrigada e desculpa a demora :( beijos

Leeh: HAUSHAUSHAUSHAUS’ Pois é né, mas você  já deveria ter aprendido que as coisas por aqui não acontecem rápido, ou você não percebeu como foi difícil namorar o “Nick” Haushaushaus’  coitada da Selena, ela realmente não merecia estar nesse papel, mas agora já foi né haushauhsuas’ Vai mesmo, o povo vai vê o que um bando de loucas é capaz de inventar pra fazer ciúmes haushaushaushaus’. EU TENHO É QUE DEDICAR AO BLOG A ELA isso sim haushaushaushaus’  Ahhh amoré desculpa não ter comentado mais, mas o negocio por aqui ta meio complicado.  E desculpa a demora amiga. Haushaushaus’ Não sei, ele é pertubado, você sabe disso, mas isso é uma boa, vou perguntar pro “Nick”. AHHHH NEM VEM ELE NÃO VAI FICAR SABENDO DE NADA NÃO HEIN HUUUMMMM, DEIXA ELE RESSABIADO COM A HISTÓRIA DO VICTOR PRA ELE APRENDER HAUSHAUSHUAHSUAS’.

Lívia Vasconcellos: Ahh sério amoré?! Vindo de você é importante isso. Muito obrigada amoré. Beijos :D

Ever Niley: Huahsuahsuas’ É pois é, ele ta mesmo se importando mais. Mas esses dois são de lua, até eu tenho raiva deles as vezes. Haushaushaushuas’ Bom demorou a segunda temporada mas chegou espero MUUUITOOOO que você goste e você não perde a inspiração nada, você sabe o que você faz, e você sabe que sabe muito bem escrever melhor que qualquer um (Principalmente eu), beijos amore.

Bruna: Haushaushasaus’ Pra mim os meus capítulos sempre são gigantes, porque escrevo a mão depois passo pro PC, pra depois passa pro blog, nem faço um ritual né ;S haushaushaushaus’  Coitada da Miley, você fala isso porque não foi você que ficou com febre dor de garganta e achou que ia morrer né haushaushuahsuas’ Claro que ele já fez, a história é baseada na minha vida real. Haushaushaushuas’ Selena é uma estraga prazeres haushaushuas’  Haushaushaus’ Bom acho que com a demora te deixei mais revoltada né, mas espero que me perdoe. Ahhh a vaca foi a única que gostei do vídeo tosco que fiz haushaushaushuas’ Bom cada um tem o direito de dar palpites né, mas isso não significa que vou seguir né, até porque a história já esta toda planejada haushauhsuahsuas’. Se eu disser onde eu moro capaz de você vm aqui me matar por não postar então deixa oculto mesmo haushaushauhsuas’ Brincando, sou de S/C e vc?! Bom agora eu voltei pra ficar de verdade (Assim eu espero)beijos e obrigada amore.

Lúh Smile: Ahhh sério?! DOIS DIAS?! Nossa!! (Abismada aqui) que booom que gostou fico MUUUIIITOOO feliz. Booom, não digo que ele não pegou o recado, mas é que eles adoram se fazerem de desentendidos. SÉRIO?! UMA DAS MELHORES?! UAALL AMORE, MUUITO OBRIGADA NÃO SABE COMO ISSO ME DEIXA FELIZ :d Beijos

jaqueline: Nossa sério?!Uauu que boom espero que crie mesmo, fico muito feliz, obrigadíssimo beijos :D

Ana Beatriz: Boom desculpa a demora amore. Muito obrigada amoré, fico muito feliz :D beijos

New: Mas menti nunca é boom né, fico feliz que tenha conseguido resolver seu problema :D. Bom não sei se você me adc lá no MSN, porque não apareceu nada lá pra mim aceitar, então se você quiser me adc de novo pra tentar ou me passa seu MSN (Se puder e quiser é claro) que eu adc lá. MEU MSN É LOUCO ISSO É UM FATO :/ Beijos

Jaque: Amore, aquele vídeo era um Trailer ou seja, trechos de coisas que poderam acontecer na história, a história como você pode ver, vai ser igual ao da primeira temporada. Haushauhsuas’, bom, quem realmente nunca chorou ouvindo uma música. Acho que todos já né. Huahsuahsuas’ CALMA PELA AMOR DO BOM DEUS, aqui cada coisa em seu lugar. Tudo tem seu tempo então as coisas acontecem em decorrer a história então respire e aprecie a história e então depois você vê o que vai acontecer com eles e bom sobre a segunda temporada, acho que você pode estar enganada sobre o que vai acontecer, não gosto de nada muito igual como nas outras fics, a história é baseada na minha vida real então ela já tem o enredo pronto e não se preocupe ELA TEM VÁÁÁÁRIAAASSS TEMPORADAS, ela é ENOORME tenho medo até que vocês enjoe da história haushaushaus’. Mas muito obrigada pelas idéias amore. Beijos, fico muito feliz que esteja amando a história :D

kelly Lino: Ahh amore muito obrigada de verdade e pode deixar que vou seguir e divulgar :D beijos.

Anônimo: Bom, demorei mas postei né. ;)

miley+nick=niley forever: Nova seguidora?! Seja bem vinda então, aahhh pode deixar que vou passar no seu blog sim. Bom após esse seu apelo todo pra mim postar eu tive que postar né haushaushaushuas’ muito obrigada amore.

Gaby cyrus jonas: Haushuashuashaus’ Voltei sim. Ahh eu também estava com saudades de postar. Ahh que incrível que eles te inspiram *--* Muito obrigada amore beijos :D

Bella Trindade: HAUSHAUSHAUSHAUS’ Quee bom que me achou ficou feliz *--* Google MAAAALLL haushaushuahsuas’ Ahh não me morde não sua carnívora haushaushuas’ Beijos amore ai esta o post do capitulo pra vc não me morder haushaushaus’ Beijos

publicado por tmendre às 19:44

mais sobre mim

Janeiro 2015

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

últ. recentes

  • QUERO MAAAAAIS
  • Adora a fic e espero que ela tenha um final. Amo a...
  • CARACA FINALMENTE KKKKK NÃO AGUENTAVA MAIS ESPERAR...
  • OIe! Que bom e você voltou... e não esqueceu da ge...
  • Posta Logo Ta PERFEITO HAHA
  • AMEI esse capituloJá li três vezes o teu fic, eu ...
  • Oie! que bom que você voltou, estava com saudades!...
  • Meu Deus, to loucaa pra um momento NILEY beem fofo...
  • Posta Logo, Ta PERFEITONova Leitora!!!
  • Desculpa os erros ortográficos, mas eu comentei a ...

subscrever feeds